Cuidados importantes para quem toma Antidepressivos (1)

Publicado em Medicamentos  por: maria.silvia
31/07/11

          Os antidepressivos são medicações amplamente utilizadas atualmente. Além da indicação clássica, tratamento dos sintomas da depressão, tem sido usados, com sucesso, para controle de sintomas de ansiedade e dor. Não só psiquiatras, mas médicos de várias especialidades os prescrevem, muitas vezes associados com outras medicações e aí é importante que o paciente esteja atento. Além dos efeitos colaterais dos antidepressivos, existem os efeitos indesejados da interação com outros medicamentos, que podem ser graves. É MUITO IMPORTANTE INFORMAR A SEUS MÉDICOS A RESPEITO DE TODOS OS MEDICAMENTOS QUE ESTEJA TOMANDO, MESMO AQUELES USADOS POR CONTA PRÓPRIA, OCASIONALMENTE.

         Os primeiros antidepressivos utilizados foram denominados tricíclicos, por sua estrutura química. No Brasil, os mais utilizados, Imipramina, Amitriptilina , Nortriptilina e Clomipramina, sempre se mostraram bastante eficazes, mas com muitos efeitos colaterais, que limitavam seu uso. São medicações que podem interferir com o ritmo cardíaco, com a pressão intraocular, necessitando de exames para verificar se o paciente tem condições para usá-los com segurança. Podem causar também boca seca, retenção urinária, disfunções sexuais, constipação intestinal, ganho de peso, o que torna seu uso bastante desconfortável para muitos pacientes. Lembro-me sempre de uma paciente que me disse, justificando a interrupção do tratamento:”Ser deprimida é duro, doutora, mas gorda, nem pensar.” Outro problema associado aos antidepressivos tricíclicos é o tempo que eles levam para mostrar o efeito desejado. Devido aos efeitos colaterais, é preciso começar com dose baixa e ir aumentando aos poucos, até atingir a dose terapêutica. Só quinze dias após atingir essa dose é que se tem um bom efeito antidepressivo e, ainda assim, para alguns pacientes é preciso ainda subir a dose para obter controle completo dos sintomas. Muitas pessoas achavam que não podiam tomar antidepressivos porque recebiam a dose toda de uma vez, sem tempo para seu organismo se adaptar. Outras achavam que não  tinham resposta, e na verdade o problema era que tomavam doses pequenas demais ou por muito pouco tempo, por isso não tinham resultado.

         Quando surgiram novos antidepressivos, com efeitos colaterais muito menos intensos, foi uma euforia. Já era possível começar o tratamento com a dose necessária, sem exames prévios, em duas semanas já se tinha resultados.O surgimento da fluoxetina, conhecida mundialmente pelo nome do produto do labolatório Lilly  – Prozac -movimentou a sociedade como um todo, não só o meio médico ou “psi”. Chamado de “a pílula da felicidade”, passou a ser visto como uma “poção mágica”  , principalmente depois que alguns pacientes apresentaram perda de apetite e de peso após seu uso. Afinal, quem não quer ser magro e feliz, não necessariamente nessa ordem? Muita gente se posicionou contra, muita gente quis tomar e tomou (o produto original era caro, mas logo surgiram similares com preço mais acessível e  até genéricos),Prozac entrou em título de livro, música, muito dinheiro e muita propaganda circularam, houve muito barulho. Passados os anos, volta-se à realidade: a fluoxetina, assim como os demais antidepressivos que a sucederam, é um medicamento que traz benefício quando bem utilizado. Só isso e tudo isso. 

                O bom uso do antidepressivo começa pela sua indicação: tratamento de sintomas de depressão e ansiedade. Acredita-se hoje que seus efeitos sejam devidos a alterações na ação de neurotransmissores no Sistema Nervoso Central, principalmente serotonina, noradrenalina e dopamina. Como eles atuam de maneira diferenciada sobre os sistemas de cada neurotransmissor, podem ter efeitos diferentes em outros tipos de sintomas. Por exemplo, os antidepressivos que atuam mais sobre a serotonina são mais efetivos no tratamento dos Transtornos de Ansiedade: T. de Pânico, Transtorno Obsessivo-Compulsivo, Fobias.  A fluoxetina e a sertralina podem ajudar a controlar a compulsão alimentar, enquanto  a paroxetina costuma melhorar o apetite, principalmente para doces.O citalopram e a fluvoxamina não costumam alterar o apetite. O melhor horário para usá-los é pela manhã, após o café-da-manhã. Nas pessoas que apresentam sonolência logo após o uso, medicação à noite. Para quem tem náusea após o uso, medicação após uma refeição mais consistente – almoço. A tomada destes medicamentos junto com alimentos não atrapalha sua absorção.                                                                 

290 respostas para 'Cuidados importantes para quem toma Antidepressivos (1)'

  1. JP Diz:

    Eu sou o ‘…’ do post sobre fobia. rs Tinha postado com um email que usava para moderar uma comunidade no Orkut.

    Ainda assim, ainda tenho medo dos medicamentos que terei de usar. Fico com receio de atrapalhar meus estudos voltados ao vestibular. Tenho medo de diminuir a memória, tirar a concentração, entre outras coisas. Tenho mesdo mesmo.

    Mas vamos ver. Ainda não procurei um(a) profissional ainda. Está difícil dar o primeiro passo para buscar ajuda. Não imaginava passar por isso. =( Que situação!

    De todo modo, deixo uma reportagem interessante do Globo News que me passaram: http://g1.globo.com/videos/globo-news/espaco-aberto-saude/v/doencas-psiquiatricas-atingem-criancas-e-adolescentes/1569956

    O caso da garota com S. do Pânico, que aliás tem sintomas parecidos com que venho tendo, tem me dado esperança de sair dessa.

  2. Emanuelle Diz:

    Dra.
    Tenho um relacionamento que dura 3 anos porém estamos passando por fases bem dificeis ultimamente .
    Acho q eu estou doente pois sinto que não o amo apenas sinto que meu namorado se tornou um vicio pra mim não consigo imaginar a minha vida sem ele e se fico sem ele perto de mim eu passo mal literalmente, fico mto ansiosa.
    Não tenho como pagar um tratamento psicológico mais preciso de ajuda .
    Meu namorado já não aguenta mais e descobri que ele saiu escondido de mim para ir a uma boite. isso ta me matando por dentro estou com mto odio e mta tristeza no meu coração .ele disse que nunca vai fazer isso denovo, mas que acha melhor a gente terminar pq eu n vou conseguir perdoar e seguir em frente. Apesar de eu achar que eu n vou conseguir mesmo eu n consigo me libertar pois eu n consigo viver sem ele , é como uma droga.
    Meu relacionamento n é saudavel ja faz tempo . Tudo que eu queria era ser feliz com ele , mas estou com medo de sofrer mais. O que eu faço ? estou me sentindo super deprimida e triste.

  3. maria.silvia Diz:

    Boa noite, JP e Emanuelle, sejam bem-vindos. Para quem tem Transtorno de Ansiedade, JP, muitas coisas são ameaçadoras, inclusive medicações. Creio que se você conseguir construir uma relação de confiança com um profissional vai ser mais fácil esclarecer suas dúvidas e ficar mais tranquilo para o uso de medicação, se necessário. Obrigada pelo vídeo, bem interessante.
    Realmente, Emanuelle, lendo seu comentário dá mais impressão de dependência que de afeto, e isso causa sofrimento demais. isso provavelmente se reflete em outros relacionamentos também, tem a ver com a qualidade de ligação que você estabelece com as pessoas. A melhor abordagem para essas dificuldades é a psicoterapia, que é oferecida em serviços públicos de saúde mental, faculdades de psicologia, centros de formação de psicoterapeutas. Em sua cidade deve algum serviço que possa ajudá-la. Você já tem noção da necessidade, o que é muito importante, agora é ir à luta prá receber ajuda.
    Boa sorte e abraços para os dois,
    Maria Sílvia

  4. João Diz:

    bom…gostaria de saber se antidepressivos controlam casos de bipolaridade…ou de dupla personalidade…tenho 21 anos e a 5 anos tenho “convivido” com um outro eu…não falei com ninguém sobre isso mas algumas pessoas ja notaram…até a pouco tempo sentia que podia controlar tranquilamente…mas tive um episódio de stress muito grande…e desde então sinto esse outro eu conversar e me convencer de que não há nada de interessante na vida…penso estar louco…mas ainda com controle sobre essa loucura
    sou uma pessoa extremamente sociavel e sem problemas para falar com outras pessoas
    mas sou incapaz de recorrer a psicologos ou psiquiatras pessoalmente
    pois sempre questiono até onde vai a compreenção das atitudes humanas…
    de qlq forma…tenho um histórico livre de doenças ou problemas que pudessem ocorrer com o uso de antidepressivos…mas estou pensando em tomar por conta propia…e sim é possivel arrumar sem bula…como se ninguém soubesse disso né?…mas mesmo que me aconselhe procurar ajuda profissional..o máximo da procura que farei é ver se vc respondeu esse comentário..
    grato pela atenção..

  5. maria.silvia Diz:

    Boa noite, João. Realmente, vou sugerir que você inicialmente pense sobre a possibilidade de procurar um médico psiquiatra, conversar com ele sobre as coisas que tem vivido e ver o que ele pode te dizer. Não dá prá falar sobre medicação antes de entender o que realmente acontece com você, pode ser que o tratamento mais indicado nem seja medicamentoso. Pensando em seu comentário e em outros que já foram enviados, vou escrever um texto chamado “Eu preciso MESMO consultar um psiquiatra?”Espero que você leia e possamos continuar a troca de idéias.
    Abraço.
    Maria Sílvia

  6. beatriz Diz:

    Boa noite Dra, tenho um quadro de Depressão há um ano, porém só comecei fazer o tratamento com Paroxetina de 40 mg há 4 meses. Nesse tempo tive uma melhora, conversando com o meu Psiquiatra ele mandou que eu tomasse também Fluoxetina.
    Fiquei com medo, gostaria de saber se é normal tomar dois anti- depressivo da mesma família? Agradeço pela resposta.

  7. maria.silvia Diz:

    Boa noite, Beatriz. Creio que seria bastante interessante se você conversasse com seu médico sobre suas dúvidas, para que ele pudesse explicar o que o levou a essa prescrição. A combinação de mais de um antidepressivo pode ocorrer, dentro de um determinado plano terapêutico delineado para cada paciente. Um abraço.
    Maria Sílvia

  8. Albetina Diz:

    thanks friend.

  9. Deodira Diz:

    the post is really very interesting and informative…

  10. Maria Sílvia Diz:

    Boa noite, Albetina e Deodira, agradeço por seus comentários.
    Maria Sílvia

  11. Augusto Diz:

    Olá Dr., gostaria de saber se os anti-depressivos causam dependência ou se você passa por uma fase pelo remédio (ex.: durante meses) e depois os efeitos do mesmo permanecem sobre você. Estou com uma depressão leve e sou muito ansioso segundo um laudo feito por uma neuro-psicologa, mas tenho receio de ficar dependente do medicamento. Esta informação é muito importante para mim. Obrigado!

  12. maria.silvia Diz:

    Boa noite, Augusto. Os medicamentos anti-depressivos não causam dependência. Alguns deles tem efeitos desagradáveis quando interrompidos abruptamente, mas pode-se evitar isso retirando a medicação aos poucos. O acompanhamento médico é importante para indicar quando usar o anti-depressivo, qual medicação, dose inicial e ajustes, tempo de duração do tratamento, modo de retirada, necessidade de associação com psicoterapia. Em muitos casos o efeito terapêutico se mantém mesmo após a retirada da medicação, mas existem transtornos crônicos que exigem o uso da medicação a longo prazo para evitar recaídas. Isso também precisa ser definido com o médico psiquiatra pois o tratamento é construido para cada paciente, de acordo com seu quadro. Esclareça sempre suas dúvidas, não deixe que elas o impeçam de fazer o tratamento adequado. Abraço.
    Maria Sílvia

  13. Maria Sílvia Diz:

    Obrigada por seu comentário, Alina. Abraço.
    Maria Sílvia

  14. Daniela Diz:

    Meu namorado está com depressão e iniciou tratamento com remedios e terapia. Desde que o tratamento foi iniciado, ele que sempre foi super presente na minha vida e apaixonado, simplesmente sumiu, esta distante e me deixa confusa pois agora não sabe mais ao certo se deve ficar comigo ou não devido os problemas que tem passado. Ele tem dormido quase 20 horas por dia e não faz mais nada depois que começou a tomar os remedios antidepressivos. será que isso passa logo? Esse distanciamento é normal? Qual o tempo médio de adaptação do antidepressivo? Obrigada.

  15. maria.silvia Diz:

    Boa noite, Daniela. O começo de tratamento com antidepressivos pode trazer efeitos colaterais antes dos efeitos terapêuticos. Em geral o efeito de melhora do humor começa a ocorrer após pelo menos quinze dias do início do uso. Existem vários medicamentos e respostas diferentes, então seu namorada precisará conversar com o médico dele sobre a evolução para ajuste de dose, melhor horário para tomar a medicação, etc. Quando os efeitos colaterais indesejados se mantém mesmo após o período de adaptação, pode ser preciso modificar a medicação. Tudo isso é um trabalho conjunto, que deve ser feito bem cuidadosamente por seu namorado e o médico dele. Em geral, o início de tratamento mexe com muita coisa, desperta muitas dúvidas. O próprio Freud dizia a seus pacientes para não tomar decisões precipitadas no início do tratamento, esperar até o novo equilíbrio se estabelecer. Acho que continua sendo uma boa sugestão. Um abraço.
    Maria Sílvia

  16. Lua Diz:

    Olá, tive um quadro forte de ansiedade durante 6 meses com varios sintomas, no setimo mês fui a uma psicologa me ajudou 80%, pois ela verificou muita “elaboração mental”, ou seja, muita coisa causada por medo da própria ansiedade, graças a Deus não evoluiu para a sindrome do panico. Isso tdo foi no ano passado e mesmo com a ansiedade procurei fazer com êxito todas as minhas tarefas e metas. Ja agora em 2012, ainda restaram esse 20% que se reflete em uma pressão no peito e as vezes falta de ar e isso me deixa com muitas duvidas e me gerou acho q uma angustia…A psicologa disse q era p eu procurar o psiquiatra p tratar esses sintomas fisicos. Isso foi em janeiro, mas nao fui e tentei vencer por mim propria. Melhorei meus pensamentos ruins e muito desssa pressao foi embora e no momento ela (a pressao +,ardencia no peito)so me impacta mais a noite. Não queria ficar com isso, quero ficar 100% normal ppor isso tive q ir ao psiquiatra, que me passou 1 antidepressivo + 1 contra a asiedade. To cm qse um mes com os remedios comprados e n tenho coragem de toma-los pq apesar dos sintomas sempre acho q nao preciso tomar, mas ai a pressao vem e n sei como agir….Sera q espero sair essa ardencia no peito sozinha ou cm esses remedios? Tenho medo de dar algu efeito, sendo q eu to bem apesar dessa pressao chata no peito principalmente a noite. Pretendo ainda visitar a minha pscologa para restaurar de vez meu equlibrio, sei q vou conseguir!

  17. joao Diz:

    oi doutora eu tomo antidepressivos a 10 anos ,atualmente faço uso de luvox ,fluvoxamina que nao é acessivel em todas as farmácias e é muito caro ,me adaptei bem com ele e tenho medo de trocar por um outro irss so por questoes finaceiras e nao ter o efeito desejado ,trato toc e é uma faceta da ansiedade complicada ,remédio demora fazer efeito ,as doses devem ser mais altas ,se eu por ventura trocasse qual a senhora recomendaria ,meu toc é controlado ,tenho uma qualidade de vida bem rasoavel ,boa ,nao vo falar em uma remissao completa ,ha pequenos sintomas residuais as vezes ,ainda mais quando algo ansiogéno acontece,ja tomei paroxetina e anafranil mas nao foram la 100%

  18. claudia Diz:

    Boa noite ! há muito tempo tenho depressão mas nunca tratei, sendo que aumentou o quadro nos últimos dias . É comum o médico indicar antidepressivos com calmante Meu médico indicou, tomo tem quase 15 dia . Não sinto totalmente bem , mas deixei de chorar como fazia quase todos os dias , mas sinto que ainda estou um pouco triste , não tenho chorado, mas hoje eu chorei um pouco . Minha amiga me diz que estou mais bonita . Fiquei feliz ! Nós 1º dias eu fiquei bastante agitada, alerta e decidida, mas agora já não estou mais . será que é o calmante? a sensação que eu tenho é que a tristeza adormece., mas ela existe .

  19. maria.silvia Diz:

    Olá, João e Cláudia, muito bom poder trocar ideias com vocês. João, como você mesmo disse, o tratamento do Transtorno Obsessivo-Compulsivo (TOC) apresenta muitos desafios. Alguns trabalhos relatam efeito mais consistente da fluvoxamina do que de outros antidepressivos no tratamento do TOC, o que parece ser também a sua experiência. Claro que a questão financeira é importante, mas sugiro você discutir com seu médico se vale a pena mexer em time que está ganhando. Quando o preço da medicação torna o tratamento inviável existem alguns recursos de se conseguir através do Ministério Público, aí seu médico e um advogado podem orientá-lo. Quanto aos sintomas residuais, a Psicoterapia Cognitivo-Comportamental(TCC) costuma ser muito útil. Cláudia, parabéns pela iniciativa de procurar tratamento. Os antidepressivos, em geral, demoram pelo menos quinze dias para apresentar o efeito terapêutico, o que leva muitos psiquiatras a prescrever um ansiolítico associado no começo do tratamento. O efeito do antidepressivo não se instala de maneira linear. Os pacientes apresentam, no início do uso, oscilações do humor, de bem-estar, irritabilidade, sonolência, até que o efeito se estabilize. Bem da forma como você descreve. No retorno, seu médico vai avaliar se a dose é essa ou se é preciso fazer algum ajuste. Depois vocês vão trabalhando para detectar o quanto essa tristeza é sintoma da depressão e o quanto é decorrente de outras situações de vida que precisam ser elaboradas. De qualquer forma, o primeiro passo, que é o mais difícil, você já deu. Bom trabalho para vocês. Abraço.
    Maria Sílvia

  20. Luciana Diz:

    Olá Dra.
    Após iniciar tratamento com paroxetina meu namorado terminou cmg. A cada semana mandava mensagens e eu não respondia até que me ligou e pediu p nos vermos. Aceitei, mas ele alterna o humor e diz que não está sendo canalha, mas se sente muito confuso. Entendo que isso é um “não amar mais” e então decidi parar com tudo. Nesta ultima semana um familiar dele me procurou dizendo que ele está muito estranho, engordou muito, está com brincadeiras bobas e se tranca no quarto só pensando no trabalho. Isso pode ser efeito da medicação? O que falo para a familia dele fazer?
    Grata

  21. Thereza Diz:

    Olá Doutora! procurei a ajuda de um psiquiatra e comecei o tratamento para TOC ( pensamentos obsessivos – uma FORTE crise depressiva )a algum tempo que deu 100% resultado e vivi sem sintomas e muito feliz por mais de um ano!!
    agora tive uma recaída depois de um ano de tratamento, minha cabeça voltou a ser tomada pelas duvidas e pensamentos que me fazem me sentir mal!!
    primeiro, uma duvida horrivel sobre a minha sexualidade ( mas NUNCA fui atraida por mulheres, mas o medo de que isso possa me acontecer um dia é horrivel!! fico buscando coisas no meu passado que me fazem ter pistas sobre minha sexualidade, sendo que sempre fui hétero e nunca tive atração pelo sexo oposto) e agora a duvida se realmente amo meu namorado….estamos juntos a um ano e a uma semana atrás chorava de saudades dele e imaginava uma vida de casada, com filhos eu e ele velhinhos se amando… nosso beijo e sexo se encaixam perfeitamente…agora NADA disso faz sentido, de uma hora para outra, só de falar com ele me sinto culpada pensando: será que amo ele? será que mereço ele? ele é tão maravilhoso para uma pessoa cmo eu que sofre de TOC… eu sei que é a doença que me faz sentir assim e que daqui a algum tempo esses sentimentos vão passar….mas essa duvida repentina está tomando conta de mim! eu amo ele, mas minha cabeça não para de se questionar!! minha medica ja ajustou minha medicação…gostaria de saber quanto tempo volto a me sentir normal de novo…obrigada!!

  22. elaine Diz:

    tomo sertralina de 50 as 10 da manhã e clonazepam as 22 horas tenho sono demais e vista turva mas os sintomas que eu tinha eram insuportaveis era mal estar com hora marcada pressão alta 16por10 de manhã em jejum a parte da manhã era so sofrimento dores insuportaveis por todo corpo e ninguem podia falar meu nome que meu coração vinha na boca
    alguns dissiam que era panico outros que era depressão pos parto so que ate hoje eu realmente não sei o que tenho me lembro de desmaiar muito quando criança sera que isso tem haver obrigado

  23. andreia Diz:

    OLA DOUTORA TIVE SP NO ANO 2000 ,CRISES TERRIVEIS ,MAS CONSEGUI IR LEVANDO A VIDA ATE 2007 SEM MEDICAMENTO ,QUANDO ME DEU UMA OUTRA CRISE MUITO MAIS FORTES QUE AS ANTERIORES E FUI PROCURAR AJUDA MEDICA (POIS TINHA PRECONCEITO DESSE REMEDIOS ) FUI MEDICADA COM FLUOXETINA E Ñ ME RECORDO SE FOI O RIVOTRIL OU FRONTAL SUBLINGUAL PRA AS CRISES EM FIM ABANDONEI O SUBLINGUAL POIS ME AUMENTAVA AS CRISE NA HORA QUE TOMAVA E DEPOIS EU ME SENTIA UM NADA TODA DOLORIDA ,TOMEI SÓ FLUOXETINA DURANTE 7 MESES ATE COMEÇAR UMA DOR DE CABEÇA INSUPORTÁVEL TODA VEZ QUE EU TOMAVA ,RELATEI AO MEDICO QUE SUSPENDEU O MEDICAMENTO DE UM DIA PARA O OUTRO ,E ME RECEITOU LORAZEPAM 2 MG A NOITE ,FIQUEI UM MÊS MEIO RUIM POREM DEPOIS FIQUEI BEM ,SÓ EM MOMENTOS DE ALGUNS ESTRESS QUE SENTIA ALGUM PICOS DE ANSIEDADES ,TOMO O LORAZEPAM 2 MG A 5 ANOS E AGORA PIOROU MUITO A ANSIEDADE E FUI MEDICADA COM EXODUS 5 MG POR UMA SEMANA E DEPOIS 10 MG MINHA DUVIDA É SE O EXODUS PODE CAUSAR ALGUM PROBLEMA NO CORAÇÃO ?? E QUANDO POSSO FAZER O DESMAME DO LORAZEPAM ,NÃO AGUENTO MAIS TOMAR ESSE REMÉDIO SÃO 5 ANOS E PRECISO PARAR…. DESDE JÁ AGRADEÇO A SUA ATENÇÃO OBRIGADA …

  24. maria.silvia Diz:

    Boa noite, Luciana, Thereza, Elaine, Andreia, obrigada por seus comentários, vamos ver se consigo responder a suas dúvidas. Luciana, é pouco provável que tantas mudanças aconteçam somente por conta do uso da medicação. Seria importante o contato da família dele com o médico que o atende para um melhor esclarecimento do que realmente está acontecendo. Thereza, o principal é que você mantenha a noção que já tem de que todas essas dúvidas fazem parte do quadro de TOC, são a “tortura da vez”. Após o acerto da dose, podem ser necessários até 28 dias para o benefício completo, então é importante manter a cabeça no lugar e não tomar nenhuma atitude drástica em relação ao relacionamento, ok?Elaine, agora que você está melhorando, vale refletir sobre o que desencadeou tudo isso e as melhores formas de enfrentar. Não consigo ver nenhuma conexão com possíveis desmaios na infância mas seria importante a avaliação completa com um médico psiquiatra. Sobre a medicação que você está tomando(escitalopram), é uma medicação relativamente segura, com poucos efeitos colaterais As dúvidas em relação a essa medicação podem e devem trabalhadas com o médico prescritor. Abraço a todas .
    Maria Silvia

  25. Luciana Diz:

    Ola Dra!

    Há uns 20, anos tomoo antidepressivo e ansioliticos só que ha quinze anos tomo direto e sem resposta positiva, então vivo deprimida e ansiosa já mudei varias veses de remedio sem resultado. Agora aos 39 anos decobri o Defici de atençao também.
    Alguns remedios nao consegui tomar mais tentei bastante que foram o cimbauta e mirtarzarpina no momento de uns tres anos tomo venlafaxina de 150mg mais o rivotril que ja tomo uns 10 anos.

    Me ajude por favor ainda quero ser feliz!!!

    tomei também uns na gravidez dos meus 2 filhos e graças a Deus eles são perfeitos e ja adolescentes.

  26. maria.silvia Diz:

    Boa tarde, Luciana. Você quer e pode ser feliz, mas essa melhora precisa ser bem construida. Ansiedade e depressão muitas vezes demandam tratamento com medicamentos, mas eles não resolvem tudo. Além de uma boa revisão com seu médico sobre as medicações que você já utilizou, é importante reavaliar sua saúde física. Questões hormonais, de metabolismo, ginecológicas, cardiológicas, veja como anda tudo isso, além de suas condições de vida (alimentação, atividade física, trabalho, lazer, descanso).Tudo isso também interfere com sua sensação (ou não) de bem-estar. Especificamente na Saúde Mental, você poderia se beneficiar também do seguimento em psicoterapia. Abraço.
    Maria Sílvia

  27. Luciana Diz:

    Desculpe Dr Marina por insitir em lhe perguntar,mas e que estava indo em um neuropsiquiatra que por não concordar com uma palavra dita por ele “neuro” o mesmo se exautou com o meu marido que logo omeu marido saiu do consultorio e eu permaneci pedindo q o Dr se acalmasse
    pois ele ficou transtornado e tremulo, então continuei a consulta mais senti meu dinheiro escorrer por ralo abaixo pois o mesmo não se controlou.Fiquei muito decepcionada com a atitude dele mas relevei por ele ser humano e com seus 30 anos ainda.
    Passei mal durante a semana e mandei um e-mail que é a forma que ele pede os pacientes para entrar em contato com ele,pois bem…..Estou sem resposta ate hoje creio que o Dr não quer mais me atender “Eu e mau filho” e isso me da uma angustia terrivel pois não fiz nada com ele,com tudo isso peço por favor que tire minha duvida que é: Tudo que a senhora escreveu a cima já fiz exames academia e psicoterapia ha anossss e estou parada por não ver um grande efeito efeito mesmo fazendo um tempo com uma e um tempo com outras. Apezar de estar a cima do peso que só eu vejo os outros acham q não estou gordA mas estou dez quilos a mais do normal contudo procuro comer frutas legumes e amenduas por seu valor na depressão.Tenho problemas hormonais “Cisto” mas não sabia ter influencia sobre a depressão.Estou lutando esta semana consegui ir para cademia voltei para o curso que são todos os dias,chego não ter tempo para casa super crianças etc porque fica muito corrido o dia e á tarde estou exausta, mas fazendo tudo isso ainda sinto ansiedade, descontrole emocional e falta de alegria….Ah á tal alegria que sempre fui alegre brincalhona e carismatica!!!
    Dra penso em pedir no hospital um profissional que me encaminhasse para fazer um eletrochoque, li que o metodo esta mais moderno e serve para depressão que não responde a remédios, o Que a senhora acha?

    Muito obrigada, por disponibilizar o seu tempo a nos ajudar sem ganho algum,, nesse caso só tenho que pedir a deus que te abençõe em todas as areas da sua vida e te proteja.
    Abraço.
    Luciana.

  28. Gilberto Diz:

    Ola Dra! MInha mae hoje esta com 75 anos , ja fez uso remerom ,velofaxina ,exodus entre outros , hoje esta fazendo uso 3x ao dia de Queropax 25mg juntamentte com lorax 1mg ,a noite ela toma um Donarem 50 mg- todo este tempo de tantas medicaçoes ela passa muito mal, diz que sente tremer tudo por dentro, ansiedade fica inquieta chora dia todo, só quer ficar deitada diz que prefere morte do que passar por tudo isto! Mas ela esta bem lucida, não entendo porque tanto sofrimento com estes medicamentos,uma vez ela deu tempo de tomar remedios, Geriatra pediu a ela este tempo para que pudesse mudar o medicamento .senti que ela ficou melhor, estou pensando em parar para ver o resultado,gostaria de seu conselho! muito obrigado!

  29. maria.silvia Diz:

    Boa noite, Luciana e Gilberto. Luciana, dá prá ver que você está tentando superar suas dificuldades de várias formas, mas parece que precisa de ajuda no direcionamento de seus esforços. Volto a sugerir que você procure um bom psiquiatra que possa ajudá-la a entender o que está impedindo de você ter melhores resultados nos tratamentos. Re almente, a eletroconvulsoterapia é tratamento eficaz para os quadros depressivos que não respondem à medicação, mas deve ser bem indicada e realizada em serviço especializado. A avaliação com psiquiatra é a melhor forma de buscar esse tratamento. O mesmo eu digo para você, Gilberto. A avaliação com geriatra e depois com médico psiquiatra vai dizer se é adequado retirar os medicamentos de sua mãe e a melhor forma de fazê-lo – retirada abrupta pode causar síndrome de abstinência. Obrigada por seus comentários e um abraço.
    Maria Sílvia

  30. Carvalho Diz:

    Drª, boa tarde!

    É o seguinte: Fui diagnosticado com depressão, mas só que eu queria saber se todas essas coisas que a gente pensa quando está assim são por causa da doença. Às vezes, parece que alguém quer me dizer algo em entrelinhas (pensamento meu), daí fico todo desconfiado e isso afeta muito o meu relacionamento em casa, pois vivo com ciúmes e desconfianças que eu não queria ter. Pode me ajudar?

  31. Claudia Diz:

    Gostaria de saber se posso me curar de um transtorno de ansiedade generalizada somente com terapia e qual seria a terapia mais indicada.
    Estou vivendo sem qualidade de vida, sinto doers no corpo todo dia, enjoos, muitas preocupações com coisas que nem sei se vão acontecer, as vezes sinto falta de ar , irritabilidade , estresse e por ai vai. Não posso ter qualidade de vida assim, mas leio muito sobre os efeitos negativos do antidpressivo e alguns medicos nao acreditam nos seus efeitos a muitos anos tomo ansiolitico por minha conta, quando sinto necessidade,
    Gostaria de uma orinetação.
    Desde de ja agradeço

  32. janete Diz:

    dr maria, minha mãe faleceu em 16 de janeiro de 2011, dois meses depois em março quando voltei para realidade, em março comecei a chorar e gritar, fui procurar um profissional da area, esse me receitou 20mg de ecitalopram e cinco gotas de rivotril estava melhorando so que neste ano 24 de setembro operei a garganta e de la pra ca minha vida virou, não saio na rua choro, muito tenho medo de não melhorar pensei em ate ir para uma clinica psiquiatrica, meu medico me deu 50mg de sertralina e 10 gota de rivotril, ja fazem 6 dias mas não vejo melhora e minha ansiedade esta mais forte o que faço por favor me da um conselho porque ja estava tomando escitalopram a 1 ano quase nove meses não era para eu ter caido logo depois da cirurgia da garganta dia 24 do mes nove, sera que assimilei a cirurgia, ccom o tempo que fiquei com minha mãe no hospital e ela veio a falecer o isso e normel quando opera. por favor me da um conselho.porque teve uma medica da televisão que mandei um imail ela falou que poderia ser bournaut.me ajuda estou desesperada.

  33. maria.silvia Diz:

    Boa tarde, Carvalho, Cláudia e Janete. Carvalho, a depressão altera a maneira de encarar as coisas, tornando tudo pior do que realmente é. A avaliação com médico psiquiatra seria interessante para você poder esclarecer o que é sintoma de depressão, o que não é, e a melhor maneira de tratá-lo. Sobre o TAG, Cláudia, é uma patologia crônica, que judia muito da paciente física e psiquicamente. Os tratamentos mais indicados são:psicoterapia e medicação anti-depressiva, associados ou não. Medicação ansiolítica do tipo benzodiazepínicos (com tarja preta na embalagem) não é indicada, devido ao risco de dependência e tolerância. Se você toma esses ansiolíticos há vários anos, não deve nem estar tendo efeito. Minha sugestão:consultar médico psiquiatra para verificar se o diagnóstico é esse mesmo e quel a melhor abordagem terapêutica. No seu caso, Janete, é natural que você esteja abalada, com todas essas coisas que adonteceram.Em relação à medicação, os anti-depressivos precisam de mais tempo de uso (pelo menos 15 dias) para fazer efeito. Além disso, muito de seu sofrimento parece estar relacionado com luto e medo da morte, que .tem indicação de tratamento com psicoterapia. Sugiro que você converse sobre isso com seu médico. Abraço aos três e obrigada por seus comentários.
    Maria Sílvia

  34. Diego Barbosa Diz:

    a uns três meses atráz comecei a apresentar sintomas de palpitação, aperto no peito, coração acelerado, abafamento, algumas crise de choro, medo, fiquei quase três meses sem me alimentar direito esmagreci seis kilos.
    procurei um médico clinico geral fiz um tanto de exame achando que estavo com problema de coração e os exames não derão nada ele falou que era ansidade. dai então consultei com um psiquiatra dai então veio o resultado ansiedade com crise depressiva.
    comecei a tomar alcadil e estou tomando ate hoje.
    mas ja os antidepressivos ainda não me dei bem ja tentei citalopran, sertralina, venlafaxina e ontem comecei a tomar exodus 10mg junto com o alcadil antes de dormir. eu posso tomar os dois juntos neste horario. quando começo a tomar antidepressivo alguns sintomas voltam.

  35. maria.silvia Diz:

    bom dia, Diego. O início de tratamento com antidepressivos é difícil mesmo, os efeitos colaterais acontecem logo, os efeitos terapêuticos demoram cerca de 2 semanas para acontecer. O escitalopram, que você começou a tomar, pode ser tomado em qualquer horário e não tem problema de ser tomado junto com o cloxazolam, que você já toma. Sugiro que, além das medicações, você converse com seu psiquiatra sobre a indicação de psicoterapia, que poderia ajudá-lo bastante também.Bom trabalho e um abraço.
    Maria Sílvia

  36. Dally Diz:

    olá doutora, tudo bem? Eu estava fazendo acompanhamento com um psiquiatra e ele passou para mim o lorex então tomei por um tempo e o meu psiquiatra saiu de férias e eu perdi o contato com ele e mudei de psiquiatra e esse psiquiatra pediu para eu parar de usar o lorex e usar o fluoxetin. Tem algum problema parar de usar um e logo apos usar o outro? Um abraço!

  37. maria correa Diz:

    É normal a gente se sentir pior no começo do tratamento com o antidepressivo fluoxetina 20 mg?Estou tomando esse medicamento há mais de quinze dias e como coadjuvante uma dose mínima de rivotril(2 gotas de dois em dois dias )Só piorei os sintomas.Estou muito apática e sem forças e não consigo comer .O que faço?Espero melhorar após essas duas semanas ou deixo de tomar?Eu comecei com 20 mg e posso tomar um dia sim e um dia não agora.Acho que vai ser melhor.Obrigada.

  38. Isolete Diz:

    Bom Dia Dra. Fazem alguns meses que fui a varios médicos achando que sempre tinha algo grave até que perdi o controle e vivia toda a semana em médicos. Em dezembro sentia dores de cabeças horriveis fui em um neuro e fiz uma resonancia depois do resultado a dor de cabeça sumiu.A última consulta foi em um gastro onde foi diagnosticado uma gastrite erosiva mas eu sentia mtas dores e ele disse que era psicossomático que eu que fazia a dor como nos outros episódios.Procurei uma psiquiatra que me receitou exodos e rivotroil sublingual pra depressão pq tenho panico de doença.Minha pergunta a depressão deixa a pessoa fraca pq sinto fraqueza nas minhas pernas.A dor diminuiu no estomago mas ainida sinto enjoos e como mto pouco causa disso que ja perdi uns 3 kg.Tb estou indo em uma psicóloga.Abraços

  39. Angelica Diz:

    Tenho 31 anos e tenho sindrome do panico ha 1 ano desenvolvi o panico depois de descobri um problema no coracao um prolapso mitral desde entao fiquei com medo de morrer me isolei em casa com medo de passar mal meu cardiologista me passou espran 10mg a noite melhorei um pouco + tenho medo q esse remedio possa causar dependencia tomo a 4meses “quando eu parar de tomar o espran posso voltar a dar recaidas?

  40. maria.silvia Diz:

    Boa noite, Dally, Maria, Isolete e Angelica, obrigada por seus comentários. Dally, não há problema na mudança do lorazepam para a fluoxetina. maria, o início do tratamento com antidepressivo é bem incômodo, pois os efeitos colaterais acontecem antes dos terapêuticos. Sugiro que você tome a medicação como seu médico prescreveu e, caso não haja resposta favorável após quatro semanas de uso, volte a falar com ele. Isolete, parece que você percebe como seu estado físico e mental estão interligados mas tem muito medo de uma doença física que passe despercebida dos médicos. A fraqueza pode ser por depressão, ansiedade, pela pouca alimentação, por vários motivos. sugiro que você mantenha o tratamento com psiquiatra e psicóloga: os resultados demoram um pouco mas depois vale a pena. Angelica, o escitalopram é um antidepressivo com bom efeito também para transtornos de ansiedade e não causa dependência. Creio que seria interessante consultar um psiquiatra para avaliar quais os componentes associados a seus sintomas e por quanto tempo você deve manter o uso da medicação, para evitar recaídas. Abraços a todos.
    Maria Sílvia

  41. Isolete Diz:

    Estou tomando exodos, rivotril sublingual e a noite Respiridon mas sinto uma fraqueza nas minhas pernas, fazem dias que estou tomando será que isso vem da depressão e da ansiedade.Tb estou fazendo um tratamento pra gastrite com nexium e digedrat e estou indo mtas vezs ao banheiro talvez algum desses remedios tenha efeitos colaterais.
    Obrigado
    Isolete

  42. Érica Castro Diz:

    Dra.
    Minha mãe tem 74 anos e foi atropelada está se recuperando aos poucos. O Ortopedista receitou Lorax a noite e o Geriatra receitou Exodus pela manhã, os médicos afirmam que não tem problema tomar os dois só que a noite ela não dorme direito fora que fica alucinando, não diz coisa com coisa.
    Gostaria de saber se pode ser a mistura dos dois remédios?
    Obrigada abraços.
    Érica

  43. Cissa Diz:

    Olá Dra.
    Estou muita irritada, anciosa (comendo muito chocolate) mal humorada nos ultimos tempos..E não tenho motivos, não sei porque estou assim…apenas Casei, talvez seja toda essa nova vida..não sei..Fuia ginecologista, pois achava estar com rpblemas hormonais..fiz todos os exames, tireoide e tal, mas está tudo ok..Tbm estão com libido baixa…Ela me receitou o BUP mas não me disse nada de que isso era um antidepressivo…comprei o remedio e quando li a bula vi que era…Nossa me apavarorei.,..e estou morrendo de medo de tomar, de ficar dependete..enfim..Disse para eu comprar so 1 caixinha com 30 e ir tomando, para ver como me sinto…disse tbm que aumenta a libido e diminui ansiedade…Será que devo tomar o BUP???

  44. jo Diz:

    Boa tarde, eu apresentei um quadro de depressão e meu médico psiquiatra me receitou assert comecei com 100mg e depois de 6 meses ele reduziu para 50 mg, fiz meu tratamento certinho com ele recomendou, agora que completou 1 ano ele foi reduzindo aos poucos ate que parei.
    acontece que hj ta com 4 dias que parei definitivamente e venho sentindo vertigens, leves tonturas que vem me incomodando….isso é normal? tem a ver com a interrupção “aos poucos” do medicamento? espero resposta…..obrigada.

  45. (a)alguém... Diz:

    olá,boa noite.por favor,me ajude!!!!!!!!!! fazem 9 anos que sofro com síndrome do pânico,depressão, muuuita tontura e agorafobia(ñ saio d casa sozinha, jamais!!! e multidão, pessoas, vida social, af…sem chance. vida? só no meu mundo, dentro da minha casa. pessoas? não consigo conviver em sociedade) enfim, tomei muitos antidepressivos, vários, mas o último, tomando a 4 ou 5 anos, é a venlafaxina, q iniciei com 375mg e hoje estava na 150mg. mas continuo com s.p; com depre, tontura e com a agorafobia. fui em uma psiquiatra q me receitou no início da semana o antidepressivo reconter…(escitalopram), disse q eu o tomasse de manhã, e a tarde tomasse a venlafaxina, em uma dose menor, ela me passou uma dose de 110mg para diminuir…depois retirar, e claro, o clássico rivotril q me acompanha desde o início, 9 anos. qria saber c pode-se misturar estes 2 medicamentos? ñ seria só trocar? o escitalopram é mais eficaz q a venfalaxina neste caso? ql a sua opinião, por favor. a sua opinião. hoje é apenas o 3º dia do “novo” tratamento, mas ñ senti diferença alguma, acho q até piorei, sim, um pouco sim, piorei.sei q o remédio demora e tal…mas ñ entendi o pq da mistura, e tmbm pq trocar? me ajude, estou/sou sozinha e a cada dia q passa estou enlouquecendo. piorando drª. ñ sei c continuo com esta troca, “mistura”, ñ sei mais nada…me oriente por deus, t imploro. grata!!!!

  46. maria.silvia Diz:

    Boa noite, Érika, cissa, jo, (a)alguém. Agradeço seus comentários e a confiança, mas preciso lhes dizer que é muito difícil falar a respeito das medicações prescritas pelos colegas. A avaliação clínica é soberana na tomada de decisões e só quem realizou a consulta pode fazê-lo. Além disso, é muito im portante que o médico tenha um retorno dos efeitos (desejados ou não ) causados pelos medicamentos prescritos, para saber como continuar o tratamento. sugiro que vocês conversem bem francamente com seus médicos para o efetivo esclarecimento das dúvidas. Abraço.
    maria Sílvia

  47. (a)alguém... Diz:

    valeu…

  48. Isolete Diz:

    Dra quando a gente é ansiosa e depresiva quanto tempo leva para os remédios fazerem efeito/
    Estou tomando exodos e a noite uso Riperidon e as vezes uso rivotril sublingual de 0,25mg.
    Obrigado

  49. maria.silvia Diz:

    Boa noite,Isolete. O período mínimo para se observar o efeito terapêutico de um antidepressivo é de duas semanas. Em alguns casos pode ser preciso mais tempo, em outros é preciso aumentar a dose. O acompanhamento próximo com seu médico é a melhor forma de ir fazendo os ajustes necessários. Quanto mais informações sobre sua evolução ele tiver, maior a chance de acertar a melhor prescrição para você. Bom tratamento e um abraço.
    Maria Sílvia

  50. Crislaine Diz:

    Olá li sobre alguns comentarios e tenho algumas duvidas eu fazia uso de clomipramina a quaze dois anos para sindrome do panico e anssiedade mas alguns meses comecei a notar mais anssiedade e almento de peso e muita compulsão alimentar entao reslvi por contra propria começar com fluxetina 20 ml.e estou me sentindo bem estou tomando faz 4 dia quando começo notar diminuir meu apetiti? Sera qu fiz mal trocar assim ?

  51. keila Diz:

    Por quanto tempo duram os efeitos colaterais dos antidepressivos?Eles atrapalham a memória e o raciocínio?

  52. Helisenilda Diz:

    Boa noite. Tenho depressão e ansiedade com transtornos de panico ja faz uns 5 anos e ja tomei alguns antidepressivos que não surtiram muito efeito e agora minha neurologista me receitou o Exodus e estou ha 2 meses sem tomar nada por medo dos efeitos e tomei coragem de tomar um e passei mau no outro dia, gostaria de saber se é normal sentir o corpo todo gelando sensação de queimação ao mesmo tempo com tonturas e ansia de vomito e agora estou com medo de continuar o tratamento e só tenho consultaamrcada daqui a um mes. Obrigada!

  53. maria.silvia Diz:

    Bom dia, Crislaine, Keila e Helisenilda. Crislaine, é muito arriscado mudar a medicação por conta própria. Procure novamente seu médico e converse sobre a mudança da medicação, vocês podem fazer isso juntos e é muito mais seguro para você. Keila, os efeitos colaterais dos anti-depressivos variam de uma substância para outra. Em geral, não interferem com memória e raciocínio. Sugiro conversar com seu médico a esse respeito para ver se essas queixas são causadas pela medicação ou pelo próprio quadro clínico (ansiedade/depressão). Helisenilda, tente antecipar sua consulta e esclarecer suas dúvidas com sua médica. Esses efeitos colaterais podem acontecer pela medicação mas também parecerem mais intensos pela própria ansiedade. A conversa clara com sua médica pode esclarecer suas dúvidas e aumentar sua segurança. Abraço a todas.
    Maria Sílvia

  54. viviane Diz:

    ola tenho sindrome do panico fiz tratamento um ano senti bem e parei por conta propria agora as crises voltaram muito mais fortes estou tomandooxalato de escitalopram de 10mg a noite 5 gotas de revotril e no caso de crise tbem 5 gotas de revotril tem 5 dias de tratamento sinto que piorou as crises assim que passa o efeito do revotril ela volta nao consigo trabalhar tenho a im pressao que o ante depressivo nao esta fazendo efeito meu medico fala que ainda nao deu tempo o que faço peço ele que aumente a dose ou troca de medicamento ou espero os 15 dias como ele disse me ajude doutora por favor obrigada!

  55. Maria Lucia Diz:

    Boa noite!

    Eu tenho Síndrome do Pânico desde os meus 11 anos, hoje estou com 56. Todos sabemos que não tem cura, isso é cíclico. Converso muito com meu Neuro que me confirmou que lamentavelmente ainda não descobriram qual a origem dessa doença. Já fiz diversos tratamentos e depois parava. Há seis anos me trato com Paroxetina d 20 mg 1 comp. por dia com Rivotril que tomo há 13 anos e há seis ele é associado a Paroxetina. Rivotril 2 mg 1 de manhã, outro a noite. a PESSOA PODE TOMAR POR UMA VIDA ESSES REMÉDIOS? Não acarretam um mal a saúde?

    Grata!

  56. Rogério Diz:

    Olá !!! Gostaria de saber se o cloridrato de nortriptilina e eficaz no tratamento da depressão e ansiedade e qual o melhor horário de tomar esse medicamento ,durante o dia ou a noite …

  57. Lais Diz:

    Olá meu nome é lais tenho muita ansiedades com poucos quadros de panico fui a psiquiatra e ela me receitou exodus tomas durante 1 semana 05 mg tomei mais passei muito mal vomito diarreia perda total de apetite minha ansiedade aumentou ok mais no 7 dia passei super bem feliz tranquila mais ainda sem fome alguma bom ontem dia 09/03 comecei a tomar o comprimido inteiro de 10 mg passei bem mais no segundo dia nossa passei super mal tristeza coracao acelerado coisas q antes de eu tomar o remedio eu nao sentia liguei para minha psiquiatra e ela me disse para alguentar firme pois o remedio comecaria a fazer efeito ainda só q so me sinto mal eu ja sou magra e ja emagreci 3 kilos me ajudem por favor!!!!!! obrigada

  58. maria.silvia Diz:

    Boa noite, Viviane, Maria Lúcia, Rogério e Laís. Viviane e Laís, os primeiros quinze dias do uso de antidepressivos são bem difíceis, pois pode haver até uma piora dos sintomas. Depois disso, os efeitos terapêuticos vão surgindo e os efeitos colaterais diminuem. Pelo que vocês dizem seus médicos já tinham orientado isso, não é? Minha sugestão: paciência e perseverança.Não façam isso de parar por conta própria, depois fica muito pior. Digo o mesmo para você, Maria Lúcia: quando a medicação é interrompida antes da hora, o efeito é o reaparecimento dos sintomas, ainda mais intensos. O uso de benzodiazepínicos, como o clonazepan (Rivotril) a longo prazo não é indicado, devido ao risco de dependência e tolerância. Você pode ler mais sobre isso no artigo “uso indiscriminado de ‘calmantes”, nesse mesmo blog.Rogério, o cloridrato de nortriptilina tem bom efeito para tratamento da ansiedade e depressão. Converse com seu médico sobre o melhor horário: a maioria dos pacientes prefere tomá-lo à noite por sentir que ele ajuda a dormir.Sugiro que leiam também o próximo artigo, que também fala de antidepressivos.Abraço a todos.
    Maria Sílvia

  59. RC Diz:

    Oi!
    Tenho 31 anos,e há quase 3 anos faço tratamento contra depressão e ansiedade!
    Tomo amitriptilina,nortriptlina e recentemente o meu psiquiatra me receitou diazepan!
    Ate agora nao vi resultado!Pois continuo me sentindo triste,inutil,tenho medo de sair de casa,sinto cansaço o tempo todo,sonolencia,medo estar com pessoas q nao conheço,de ir na esquina!Sinto sensaçoes horriveis no corpo,cabeça pesada e doi todo dia!
    Ja pedi meu psiquiatra pra mudar de nedicamento,ja q faz quase 3 anos q tomo,mas ele só aumenta a dose ou muda ou diminui!
    Passo tbm com a psicologa!
    A dois meses estou namorando com alguem que conheci a 5 anos atraz e perdemos contato, nos reencontramos!Ele me faz muito bem!
    Quer se casar logo!Eu o amo demais!
    Mas como posso faze-lo feliz do geito que estou!Isso me mata,choro o tempo todo!Nao quero perde-lo!
    Ja conversamos,e ele diz que vai cuidar de mim,mas nao quero ser peso pra ninguem,quero ser feliz,viver esse amor,construir uma familia!
    Ja nao sei mais o que fazer!
    Me ajuda!

  60. anamaria Diz:

    Dra. boa tarde gostaria de aber realmente os sintomas da depressao e ansieade e sindrome do panico, pois minha irma de 70 anos está Tomando fluoxetina de 20 mg e 5 gts de rivotril a noite faz um mes, e sempre esta reclamando de dores nas pernas ,chora as vzs e pede para ver os filhos e a mim e outros digo os netos ai chora e melhora.
    Quando da a crise pede logo pra ir pro pronto socorro nao aguentamos mais pois vai toma um soro e na mesma hora melhora.
    ela é diabetica esta com as taxa auta mais ja esta tomando os medicamentos e seguindo uma rigorosa dieta com uma nutricionista.
    Gostaria de saber o que fazemos com ela qdo ela sente essas coisa e pede pra ir ao hospital devemos leva-la toda vez? como devemos agir pois ela diz que vai morrer.
    aguardo a sua resposta com carinho
    ana

  61. S.N. Diz:

    olá, há mais ou menos 2 anos atras comecei a ter crises depressivas, me sentia mal, incapaz, feia, e ficava me perguntando o que ainda estou fazendo neste mundo se sou tão imprestável…essas crises sumiam e reapareciam sempre que eu passava por alguma dificuldade…não quis procurar ajuda, e depois de um tempo estava me sentindo mto bem, com esperanças de cura, porém, depois que um amigo mto proximo faleceu, eu caí novamente, e já não tenho esperanças…sinto um aperto mto forte no peito e falta de ar…já pensei em suicídio…oq devo fazer? com o uso de medicamentos seria possível minha cura?
    Obrigada aguardo sua resposta

  62. maria.silvia Diz:

    Boa noite, RC, Annamaria e S.N., obrigada por seus comentários. RC, é muito importante a sua motivação para melhorar e entrar melhor nesse relacionamento, sem fazer dele uma “tábua de salvação”. Converse com seu psiquiatra e psicóloga sobre os pontos positivos e negativos do tratamento para que vocês possam, em conjunto, reestruturá-lo de forma a você obter benefícios mais consistentes. Annamaria, realmente fica difícil distinguir quando o mal estar é causado por ansiedade/depressão ou por alteração física, principalmente quando a pessoa já tem uma certa idade e é portadora de doença crônica. O mal-estar aumenta a insegurança, o medo e a ansiedade e estes sintomas pioram a condição física. Tanto as alterações da glicemia como os ataques de pânico podem dar uma sensação horrível de morte iminente.Talvez a sua irmã só se sinta segura quando atendida no hospital. Sugiro conversar com o endocrinologista que a segue para que ele possa orientá-la a respeito de quais sinais/sintomas indicam necessidade de ir a um atendimento hospitalar e quais podem ser abordados em casa. Com certeza, SN, você precisa procurar tratamento adequado, com médico psiquiatra e psicoterapeuta para ter uma melhora realmente consistente. Abraço a todos.
    Maria Sílvia

  63. JAQUELINE Diz:

    VOU COMEÇAR A TOMAR A PAROXETINA ESTOU COM MUITO MEDO DOS EFEITOS COLATERAL TENHO MUITA TAQUICARDIA ,GOSTARIA DE SABER SE A PAROXETINA DA TAQUICARDIA E PRESSAO NA CABEÇA ,TENHO MUITO MEDO DE TOMAR REMEDIOS.

  64. maria.silvia Diz:

    Boa noite, Jaqueline. A paroxetina, assim como os demais antidepressivos inibidores de recaptação de serotonina, é uma substância bastante segura, com poucos efeitos colaterais. A coisa chata é que o efeito terapêutico demora pelo menos 15 dias, enquanto os possíveis desconfortos surgem mais cedo. Converse com seu médico sobre a possibilidade de fazer introdução bem gradual, para que você possa ir vencendo o medo aos poucos, até poder usufruir do benefício causado pelo tratamento. Abraço.
    Maria Sílvia

  65. anderson Diz:

    dra eu tiver uma depressao a 2 anos mista depressiva passei no medico especialista e ele passou exodus 10 mg e altrox 1 mg tomei por 1 e meio figuei bom fiz o desmame e nao tava tomando nada mais agora 2 anos depois tudo q volta novamente menos a falta de sono pelo menos isso eu t dormindo bem a 20 dias to tomando o mesmo remedio so q o aprazolan de 0,5 a noite antes de dormir mais ate agora nao to vendo resultado a dra acha melhor eu mudar de remedio indo ate ele novamente ou a mesma droga vai servi ? obg e aguado a resposta

  66. Ines Diz:

    muito boa noite já tomava paroxetina a 10 anos entretanto a 6 meses o meu medico passou-me para sertralina ate aqui tudo bem , já nao estou a tomar nada a 8 dias mas tenho dores de cabeça e algum desconforto na vista ,sei que isto que estou a passar é da privaçao do medicamento mas sera que vai demorar muito tempo a passar?

  67. maria.silvia Diz:

    Boa noite, Anderson e Inês. Minha sugestão para os dois é que voltem a conversar com seus médicos para avaliar o que está acontecendo neste momento para que se possa definir as melhores formas de prosseguir com o tratamento. Bom trabalho e um abraço para os dois.
    Maria Sílvia

  68. Alessandra Diz:

    Bom dia Dra! Muito claro e objetivo o site, tratando, com linguagem acessível ao leigo, o assunto. Parabéns pela iniciativa e despreendimento de ajudar ao próximo gratuitamente. Tenho 41 anos e um filho bipolar – que foi diagnosticado aos 06 anos de idade, hoje ele tem 21. Portanto, ha mais de quinze anos, minha vida é tensa. Tive algumas crises de ansiedade -com os sintomas clásicos, chegando ao hospital jurando por Deus que estava sofrendo um ataque cardíaco; era medicada com uns “pans” da vida e tudo ficava bem. Fiz reduçao de estomago ha 08 anos e, em 2011, desenvolvi hopoglicemia reativa – que tem, entre seus sintomas, a depressão pela rápida queda da glicose – uma das medições do meu destro acusou glicose 31. A partir de então, tenho algumas crises de ansiedade acentuadas, vontade de chorar do nada, alguns sintomas de pânico e parei no hospital duas vezes – sempre após alguma crise muito estressante do meu menino. Mês passado, ao realizar os exames de rotina por conta da bariátrica, meu gastro pediu que eu fosse ao cardiologista -pois apereceu uma extrassistole bem baixa no ergométrico. Fui e, ao relatar meu caso, o cardio viu meu ergométrico e disse que o coração estava ótimo -mas me receitou 20mg de Reconter por dia, para me ajudar com meu stress. Minhas dúvidas são: é habitual um cardilogista receitar antidepressivos? Devo procurar um psiquiatra? Após ler a bula, tomei por conta própria somente meio comprimido – e não sei se é psicologico ou físico, mas me senti “estranha”, aérea, apenas uma hora após o uso. É normal? Hoje é meu primeiro dia e estou muito inclinada a descontinuar o uso… O reconter influi na direção de veículos (a bula é dúbia, em uma frase diz que não interfere – mas que o médico deve orientar o paciente no sentido de a doença em si interferir – e, na frase seguinte, em negrito, joga a frase padrão do “este medicamente interfere na condução de veículos e operação de máquinas”… ). Meu trabalho é totalmente intelectual; o Reconter influi na capacidade cognitiva? Desculpe-me o imenso texto e grata pela atenção!

  69. Aparecida Silva Diz:

    Bom dia, estou passando por um momento desagradável em minha vida já faz algum tempo que estou em tratamento com o antidepressivo começei com o Eutonis, mas como não tive um acompanhamento adequado pelo médico procurei outro especialista, que me receitou 3 medicamentos 1 na parte da manhã / depois do almoço / Noite. Sendo que na troca do medicamento na parte da manhã pelo clo, acabei passando mal, voltei ao medico que suspendeu o uso e voltou com a antiga, mas mesmo assim ainda passei mal com palpitação, fui ao cardiologista que pediu para suspender todos mas agora estou me sentindo piar ainda, isso pode ser porque deixei de tomar bruscamente. Já estou procurando outro psiquiatra que converse comigo e me tire todas as dúvidas e passe um medicamento correto.

  70. Karla Diz:

    Olá Doutora..Há 4 meses fui diagnosticada com fobia social. Procurei o psiquiatra e o mesmo me receitou o antidepressivo Venlafaxina 37,5mg junto com psicoterapia. Assim fiz e hj estou me sentindo uma nova pessoa, não sinto mais receio em conversar com as pessoas, meu convívio social mudou completamente e agora sim sou uma pessoa feliz. Gostaria de saber se eu começar a fazer o desmame, há chances de voltar a sentir tudo que eu sentia antes??será que está na hr de parar com o tratamento? ou seria um tratamento mais duradouro para este caso?desde já agradeço a atenção!

  71. maria.silvia Diz:

    Boa noite, Aparecida, Alessandra e Karla. O ajuste fino da medicação – dose, horários, período de uso – deve ser construído juntamente com o médico psiquiatra. Ainda que existam regras gerais, as reações variam muito de pessoa para pessoa. O escitalopran, Alessandra, não costuma causar alterações cognitivas. Ainda que qualquer médico possa prescrever antidepressivos, o psiquiatra é o especialista em transtornos mentais, e pode trabalhar em conjunto com colegas de outras especialidades. Creio que um acompanhamento com psiquiatra, levando em conta os cuidados recomendados pelo cardiologista pode te oferecer uma ajuda mais efetiva, Aparecida. Karla, a maior parte dos transtornos mentais pede uma fase de manutenção, para que o quadro se estabilize e não ocorram recaídas. Somente conversando abertamente com seu médico você poderá esclarecer por quanto tempo deverá manter a medicação. Abraço forte para as três.
    Maria Sílvia

  72. ELENA Diz:

    olá Dra.
    meu esposo está fazendo tratamento de transtorno de ansiedade e no momento está tomando os medicamentos: espran/ amitriplina/ rivotril, gostaria de saber no dia que eu quiser engravidar esses medicamentos poderá prejudicar na minha gestação?Poderá ter algum efeito colateral para o bebe?Desde já, agradecida.

  73. maria.silvia Diz:

    Boa noite, Elena. Dentro do conhecimento atual, você pode ficar tranqüila. Não há nenhuma evidência de que esses medicamentos, quando em uso pelo pai, possam interferir com a gestação nem com o bebê. Abraço.
    Maria Silvia

  74. wilson Diz:

    boa noite.
    Doutora,
    fui ao medico hoje e ele me receitou exodus 10mg, e rivotril de 0,25 e 2 mg.
    mas estou com medo pois são dois remedios fortes. quais os efeitos colaterais e para que servem?

  75. Aline Diz:

    Olá Dra.

    Eu fui no psiquiatra hoje, só que foi uma consulta rápida e eu falei um pouco do que eu senti, foi a 1 consulta e pelos meus sintomas, ele me indicou: espran
    Só que estava lendo a bula e vi diversos efeitos colaterais e em um deles era aumento de peso, e eu já estou acima do peso, estou com medo de iniciar o tratamento e com isso aumentar ainda mais meu peso e me deixar ainda mais depressiva.
    Eu não sei ainda o que tenho, sofro há alguns anos crises muito grandes, onde me desinteresso por tudo, mudo de humor com uma frequência, não vejo sentido em absolutamente nada entre outras coisas, mas tem horas que não me sinto assim.
    Mas enfim, eu também tenho problema no estomago e vivo tendo asia e enjoou, eu queria saber se o remédio pode trazer mesmo esses efeitos colaterais, se sempre ocorre, qual a porcentagem disso acontecer.

  76. Carlos Diz:

    Olá Dr, eu uso tregretlo 400cr,rivotril 2mg,risperindon 2mg e cloridato de paroxetina20mg,eu uso a um tempois pois tive um caso de depressão agudo(uso todos na hora de dormir),porém a noite nem sempre que tomo eles vou dormi as vezes fico na tv ou internet,agora toda dia a partir das 8 horas sinto uma tontura e sonolência mas não é sono,se puder me tirar essas dúvida.

    Abraço,Carlos

  77. maria.silvia Diz:

    Boa noite, Wilson e Aline. O escitalopram, princípio ativo do Espran e do Exodus é um antidepressivo da categoria dos Inibidores Seletivos de Recaptação de Serotonina, que têm bom efeito contra sintomas depressivos, ansiosos, obsessivo-compulsivos e ataques de pânico. É medicação bastante segura, que pode causar efeitos colaterais como desconforto gástrico, enjoo. O ganho de peso pode ocorrer, mas pode ser evitado com controle da alimentação. Em muitos casos, a melhora do estado emocional facilita a adoção de hábitos mais saudáveis. O Clonazepan, princípio ativo do Rivotril, é um benzodiazepínico, que diminui a ansiedade, proporciona relaxamento muscular e indução de sono, além de ter efeito anti-pânico. Seu uso prolongado pode levar a dependência e tolerância. A respeito dele, sugiro que você leia o artigo “Uso indiscriminado de ‘calmantes’”, publicado neste blog em fevereiro de 2012. Essas informações são bem gerais, as respostas à medicação podem variar muito de paciente para paciente. Por este motivo, sugiro que vocês falem com seus médicos sobre questões mais individuais. De qualquer forma, é muito positivo que vocês tenham procurado tratamento e procurem fazê-lo de forma participativa. Bom trabalho e um abraço.
    Maria Sílvia

  78. Fátima Diz:

    Boa tarde, Dra. Maria Silvia!

    Estou tratando uma depressão com o medicamento Fluoxetina há três dias. Tenho muitos enjoos e não estou conseguindo me alimentar direito, também sinto dor de cabeça. Gostaria de saber se devo voltar ao médico que me receitou este medicamento para lhe informar sobre esses sintomas.

    Desde já agradeço por sua atenção!

  79. rafael Diz:

    Boa noite Dr° . Tenho problemas com minha relação sexual de ‘ejaculação precoce’ e li que antidepressivos ajudam a retarda . É aconselhável o uso para tal situação ? se sim , qual ?

  80. maria.silvia Diz:

    Boa noite, Carlos, Fátima e Rafael. Carlos, estávamos escrevendo praticamente ao mesmo tempo no dia 10, então só hoje vi seu comentário.Sugiro que você tome os medicamentos e vá dormir. Eles diminuem o poder de concentração, você nem dorme nem fica desperto o suficiente. Uma senhora me descreveu este estado como “barata mal-matada”, tem a ver com o que você sente? Fátima, esses efeitos colaterais são bastante comuns no começo do uso e costumam melhorar em poucos dias. Se você estiver insegura, conversar com seu médico pode ajudá-la a se manter mais confiante. Rafael, realmente os antidepressivos costumam retardar a ejaculação. Para algumas pessoas isso é incômodo, para outras é de grande ajuda. A avaliação com urologista é a melhor forma de iniciar o tratamento, investigar as causas e decidir qual a medicação mais indicada para cada caso. Abraço a todos.
    Maria Sílvia

  81. cida Diz:

    Boa noite doutora, como relantei anteriomente que tive que parar de tomar meu antidepressivo bruscamente, comecei a me sentir mal quando retornei ao medico que me diagnosticou que estava sofrendo de abstinenci a medicamentosa gostaria de me informar mais sobre o assunto? Exatamente o que e? Quanto tempo dura?

  82. Karina Diz:

    Boa tarde Dra,

    Estou tomando Assert há 15 dias por orientação médica. Tomo 50mg pela manhã e estou sentindo um sono incontrolável na hora do almoço, o que está atrapalhando meu rendimento. Posso tomar o medicamento a noite? Por que há médicos que indicam tomar pela manhã e outros a noite? Obrigada e parabéns pela disposição em nos ajudar.

  83. maria.silvia Diz:

    Bom dia, Cida e Karina.Obrigada por seus comentários. Cida, a síndrome de abstinência é uma resposta complexa do organismo à falta de determinadas substâncias no Sistema Nervoso Central. Em geral dura poucos dias, até que o organismo retorne ao seu equilíbrio. Escreverei um artigo para falar mais detalhadamente sobre este assunto. Karina, ainda que existam diretrizes gerais sobre o uso dos medicamentos, a resposta individual pode variar muito. Daí a importância da boa comunicação entre o médico e o paciente para encontrar as melhores soluções para cada caso. Sugiro que você converse com seu médico sobre os efeitos da medicação para vocês determinarem o melhor horário. Bom tratamento e um abraço.
    Maria Sílvia

  84. Anonimo Diz:

    Boa tarde Dra Maria Sílvia, a 4 meses atras comecei a fazer varias visitas a médicos por causa de uma dor do lado direito do abdome um pouco abaixo da ultima costela que não passa de jeito nenhum, procurei todo tipo de medidos 7 no total. Fiz ultrasom, tomografia abdome e pelve, exames laboratoriais e graças a Deus não deram nada. Disseram que poderia ser emocional, tenho TAG e a 5 anos tomo venlafaxina de 75mg e rivotril 2 mg a noite tb. Estou fazendo analize com psicologo a 2 meses, comecei a uns 20 dias a tormar Efexor XR 150mg, por que a dor não melhorava e a ansiedade parece que aumentou umas 10 vezes nesses ultimos 4 meses. Estou sentindo ainda muita ansiedade, boca seca, vontade frequente de urinar, um pouco de enjoo, falta de apetite, desanimo, tristeza… tudo isso apos começar com a nova dose do medicamento, parece que nunca mais vou ter minha vida de volta e tenho apenas 31 anos. Tenho uma cisma enorme de estar ou desenvolver um cancer, estou somatisando tudo, e nos ultimos 5 dias meu intestino mudou tb, minhas fezes estão finas, muito estranho, estou muito ansioso e preocupado, oq me recomenda a fazer? Essas coisas inclusive as fezes e perda de peso é normal? Será que o Efexor XR 150 ainda vai fazer o efeito que deve? Pois tomei ele de 75mg durante 5 anos e me dei muito bem com ele até 4 meses atras. Obrigado por ajudar tantas pessoas como ja pude ver no seu blog. Parabéns!

  85. Thiago Diz:

    Dra,
    Gostaria de saber se existe alguma pesquisa sobre o efeito do Rivotril sobre a formação dos espermatozóides. Em outras palavras gostaria de saber se meu filho pode ter má formação pelo fato de eu ter tomado Rivotril na época que minha esposa engravidou. Estou muito preocupado com isso por favor me ajude.

  86. Nayara Diz:

    Boa noite, doutora.

    Estou fazendo tratamento com o Exodus há 1 ano e 2 meses. Sou muito ansiosa e passei por um período de depressão. Estou melhor, graças a Deus, e a médica ja me deu sinal verde para o desmame. Porém, estou tentando fazê-lo há algum tempo sem resultados. Inicialmente, eu tomava 15mg, passei para 10mg e fiquei um bom tempo. No entanto, após 5 meses nesta dosagem, passei a sentir muito sono e um cansaço imenso. Diminui para 5mg e a médica pediu que eu tirasse a medicação aos poucos. Experimentei tomar dia sim, dia não, e tive fortes dores de cabeça e tontura. Após um tempo tentando, voltei a tomar os 5mg. Sempre que tento ficar um dia sem ele, sinto tontura e cefaléia. Minha médica disse que tenho que ir tentando, pois que minha dosagem é muito baixa e não causaria tanta dor. Estou ficando preocupada. É assim mesmo o processo de desmame? Esta dosagem (5mg) pode causar estes sintomas? A senhora poderia me dar uma opinião, ou um conselho do que fazer? Desde já agradeço.

  87. ysis Diz:

    Boa noite, parabéns pelo site. Eu fiz tratamento com paroxetina durante 2 anos pois sofria de crises de ansiedade mais ou menos uma vez por ano. Sendo assim minha psiquiatra disse que eu poderia parar a medicação, então pari gradativamente, com todo acompanhamento médico. Na 3ª semana após parar com a medicação, tive uma crise forte de abstinência mas que na verdade foi mais causada por um problema na minha vida pessoal. Consegui supera-la mas duas semanas estando bem eu tive outra crise pelo mesmo problema pessoal que estou passando e senti coisas diferentes das outras crises como pensamentos obsessivos ruins, medos, me sinto perdida, fraca por não conseguir resolver minha vida sem tomar um remédio. Comecei a pouco tempo terapia com a psicologa. Será que esses sintomas podem ser superados sem um tratamento com remédio novamente?

  88. Daniele Amorim Diz:

    Dra. Maria Silva,
    Faço tratamento para transtorno de ansiedade a 4 anos com sertralina de 50 mg pela manhã. Sendo que tive uma recaída, pois passei por varios momentos dificeis como o infarto de minha mae e sua cirurgia de coração… nessa epoca segurei bem meu emocional, logo em seguida fiquei com dengue e fiquei muito mal e acho que agravou meu quadro de panico, liguei para meu neurologista e ele pediu para eu nao parar de tomar a sertralina e usar o rivotril gotas em caso de crise e a noite para dormir… q a dengue é uma virose muito forte e que mexe muito com o nosso psicologico e com a serotonina. Quanto tempo a Sra. acha q a sertralina começara a fazer efeito novamente no meu organismo? Tomo 5 gotas de rivotril a noite para dormir e tenho conseguido dormir bem, mas sempre qdo acordo sinto meu peito quente e fica até vermelho… isso é da ansiedade? Antes de ter a recaida não estava tomando o remedio no mesmo horario, sempre atrasava um pouco, vc acha que isso pode ter ajudado também? Desde já agradeço pela atenção e adorei o site!!! Bjs

  89. Sara Diz:

    Boa Noite,
    Desde criança sofro com a depressão, aos 11 anos tentei me matar e fui encaminhada a psicoterapia, mas com essa idade eu ainda não tinha a consciência da necessidade da psicoterapia e abandonei o tratamento. Em 2010 ( já com 25 anos ) depois de perceber que o meu filho tinha dificuldades de aprendizagens no qual foi e está sendo tratado ( TDHA e dislexia) me sentia muito culpada por isso, e o quadro depressivo piorou, acabei engordando 25 kg pois não sentia vontade de levantar da cama, aliás era muito difícil fazer tal coisa, meu refugio foi a comida, parecia que comer me dava a energia necessária para cuidar dos meus filhos e de casa, resolvi procurar um médico, tomei topiramato+carbolitium+sertralina, parece que eu virei outra pessoa, passei a enxergar até mesmo as cores, antes tudo era sem cor, sem sentido. Após 1 ano sem medicamento, tive uma recaída , e o médico passou os seguintes medicamentos: venlift+espran+donarem, o medico afirmou que o efeito colateral seria mais ameno. É verdade? Estou com muito medo de engordar com esses medicamentos. Meu namorado é contra o tratamento, faço de conta que não escuto as críticas, queria muito uma forma de fazer ele entender que é preciso. Obrigada e parabéns pela atenção com que vi que tratou as pessoas por aqui.
    Sara

  90. RITA DE CASSIA Diz:

    Drª Desde 1996 venho tomando antidepressivos, porém a alguns anos parei de tomar, mas ja faz um mês que estou muito triste, só choro, não tenho vontade de fazer nada estou agressiva com meus filhos, não tenho paciência com meus alunos, e ando tendo lapsos de memória esqueço coisas, esqueço até a escrita de algumas palavras isso me apavora ai eu surto fico muito nervosa e chego até a desmaiar. O médico que me atendeu no dia que desmaiei me passou diazepan 5m porém não sinto efeito algum gostaria de saber se posso tomar junto com o diazepan um antidepressivo

  91. cida Diz:

    Bom dia doutora, o medico me receitou o uso da fluxetina de 10mg, jaterminei uma caixa minha duvida e:-) se eu parar de tomar pode haver uma recaida de sindrome de abstinencia,,,,

  92. maria.silvia Diz:

    Boa tarde,Anonimo, Thiago, Nayara, Ysis, Daniele, Sara, Rita de Cássia e Cida. Anonimo, muito bom você ter começado análise. Sugiro que você procure verificar se houve algo nesses últimos meses que o incomodava antes de você começar a viver em função dessa dor. A análise pode ajudar bastante mas depois de mais um tempo de trabalho. Enquanto isso, sugiro que converse com seu psiquiatra sobre o que veio antes e depois do aumento da dose da venlafaxina, para poder discriminar o que é sintoma e o que é efeito colateral da dosagem aumentada. Thiago, não tanho nenhuma informação sobre o uso de Rivotril pelo pai levar a alterações no bebê. Se descobrir mais alguma informação, publico o artigo, OK? Nayara, realmente 5mg de escitalopram é uma dosagem pequena, mas algumas pessoas podem ter esses sintomas quando da retirada. Uma possibilidade é usar escitalopram na formulação gotas, para diminuir a medicação ainda mais gradativamente. Converse com sua médica sobre essa possibilidade. Ysis, é difícil dar uma opinião sem saber das particularidades de seu caso. Sugiro que você converse bastante com sua psicoterapeuta sobre isso, assim como com o psiquiatra que prescrevia a medicação. Daniele, realmente a dengue pode causar sintomatologia intensa e prejudicar o estado emocional. É importante que você tenha acompanhamento médico, tome bastante líquidos e repouse. O uso da medicação em horário regular é importante, principalmente para evitar esquecimentos. Conforme seu estado geral global for melhorando, a tendência é que você vá recobrando o equilíbrio. A sertralina começa a mostrar o efeito terapêutico depois de duas semanas de uso. Sara, essas medicações não costumam ser causa de ganho de peso importante. Talvez seu namorado possa acompanhá-la a uma consulta para esclarecer as dúvidas e não ficar tão contrário ao seu tratamento. Afinal, se você estiver bem, melhor prá ele também. Rita de Cássia, o melhor é consultar um médico psiquiatra para passar por avaliação e conversar com ele sobre voltar a indicação de usar antidepressivo. Você também, Cida, deve conversar com seu médico antes de interromper o uso de medicação.Abraço a todos.
    Maria Sílvia

  93. Paulo Henrique Diz:

    Bom Dia Dra., minha esposa tem depressão e toma o antidepressivo Città, que por sua vez elimina totalmente a Líbido e o prazer sexual além de não querer fazer sexo. Encontrei um medicamento natural que não tem efeito colateral, por meio de pesquisa na internet chamado Erva de São João (Hypericum perforatum) em Cápsulas. Eu Gostaria de saber se este medicamento combate os sintomas da depressão e se ela pode continuar tomando só este remédio?. Abraços e aguardo resposta

  94. JEANE Diz:

    Tenho uma tremedeira, sofro da tricotilomania e passei pelo medico ele me receitou fluoxetina, ja tomei 2 caixas, melhorou a parte do coraçao disparado, mas tem dia q fico tao ansiosa q nao consigo dormir, sinto meu corpo todo eletrico e começo a arrancar. o que vc me diz sobre isso.

  95. maria.silvia Diz:

    Boa noite, Jeane e Paulo Henrique. Agradeço a confiança de seus comentários, mas são questões que precisam ser conversadas com o médico que prescreveu a medicação. No seu caso, Jeane, houve uma resposta parcial, vocês precisam verificar juntos como completar o efeito desejado. No caso de sua esposa, Paulo Henrique, ela está apresentando efeitos colaterais bastante comuns dos inibidores de recaptação de serotonina, relacionados com a sexualidade. Existem várias alternativas para estas situações: redução da dose, associação de medicamento que funcione como “antídoto” ou troca do antidepressivo. Mas a medida mais adequada para cada caso deverá ser decidida junto com o médico. Em relação ao hipérico, (ou “erva-de-são-joão”) é antidepressivo bastante prescrito em alguns países da Europa. Como todo medicamento, apresenta efeito terapêutico e efeitos colaterais também. Por se tratar de produto fitoterápico (derivado de plantas) deve haver muito cuidado com sua origem, para evitar problemas de alteração de conteúdo e contaminação, principalmente por fungos. Abraços aos dois.
    Maria Sílvia

  96. jeferson Diz:

    Boa noite Dta, qual ante depresivo devo toma na verdade sendo que meu poblema é um só ,esta sendo a ejacuação precoce : ( , e meu estado de saúde é otimo naum tomo nemhum remedio diariamente sou uma pessoa muito saúdavel além de tudo .

  97. Thales Diz:

    Olá Doutora. Estou há mais de dois meses apresentando sintomas gastrointestinais, que depois de vários exames não foram encontrados problemas. Existe a grande possibilidade de ser por causa de depressão e ansiedade, já que sou uma pessoa triste, tímida, sem auto-estima. Nesses últimos dois meses, choro diariamente, não consigo mais sorrir, nada mais faz sentido. Já emagreci 14 kg. Estou com medo de iniciar um tratamento para depressão e esses sintomas gastrointestinais serem aumentados por conta da medicação. Obrigado desde já.

  98. Raíssa Diz:

    Olá, dr. Tive síndrome do pânico e tomo daforin – fluoxetina 20mg. Depois de 4 meses tomando, passei a fazer por conta própria, dia sim e dia não, tomando somente a metade do comprimido, ou seja, 10 mg. Me sinto bem. Faltam 20 dias para eu voltar ao médico. Tem algum problema isso?

  99. maria.silvia Diz:

    Boa noite, Jefferson, Thales e Raíssa. Jeferson, sugiro que você procure um urologista para uma boa conversa a respeito de sua dificuldade. Ele deve ajudá-lo com orientações e prescrição de medicação, se necessário. Caso vocês cheguem à conclusão de que é importante o seguimento com profissional de saúde mental, ele poderá encaminhá-lo. Thales, pelo que você conta, há a necessidade de avaliação com médico psiquiatra para verificar o que está acontecendo com você. Caso seja indicado o uso de medicamentos, não se preocupe. Nem todos os medicamentos causam efeitos colaterais gastrointestinais. Sabendo de seus sintomas, o médico vai saber escolher a medicação mais indicada. Além disso, conforme você for melhorando, a tendência é que esses sintomas diminuam. Raíssa, creio que o melhor é conversar diretamente com seu médico a respeito dessa redução de dose. Abraço a todos.
    Maria Sílvia

  100. cida Diz:

    Ola doutora, como relantei anteriormente estou sofrendo com a sindrome de abstinencia, estou em tratamento e meu medico me receitou fluxetina 10mg, ja estou na segunda caixa, estou sentindo essa abstinencia ja faz: um mes, quanto temoo demora para o remedio fazer efeito.

  101. Thales Diz:

    Obrigado por responder Doutora. Na sua experiência, os pacientes que apresentavam sintomas físicos por conta da depressão, melhoraram ou tiveram a cura desses sintomas com a cura/melhora da depressão ? Obrigado mais uma vez.

  102. maria.silvia Diz:

    Boa noite, Cida e Thales. Cida. O início do efeito terapêutico de um antidepressivo pode levar de 2 a 4 semanas para iniciar, varia bastante para cada paciente. O ideal é discutir com seu médico a questão da resposta que você está obtendo, para que seja revista a terapêutica e se encontre a posologia que dá mais certo para você. Thales, em geral, as queixas físicas relacionadas à depressão melhoram acompanhando a melhora do quadro depressivo. Caso alguns sintomas residuais persistam, deverão ser novamente avaliados. Abraço e bom tratamento para os dois.
    Maria Sílvia

  103. mariana Diz:

    boa tarde dra estou c um problema muito triste não consigo dizer não a ninguem ja tratei no começo do ano com o neuro ele acho que tenho falta de serotonina minhas duas avós tem esses problema e tb parkinsom e a outra esquezofrenia acho que é assim que escreve kkk.não queria aceitar mas preciso me cuidas tomei velafaxina por seis meses e ele disse pra retonar a cada seis meses.meu marido não sabe cuidar de mim.tenho que ir pra minha mãe e depois tenho que voltar para casa não gosto de morar aqui onde estou.a familia dele me sufoca e ai me sinto muito nas triste oque faço eu não estou doente mas digo a ele que to mal só pra vive em paz em casa não sei oque pensar to querendo largar td acho que to doente de novo me ajude pois não quero dar trabalho para minha familia só preciso de uma opiniaõ por que me sinto triste e sempre me persigo tanto me ajude por favor obrigada .espero resporta

  104. leticia Diz:

    ola tenho 25 anos e comecei a fazer o tratamento para sindrome do panico tem 15 dias, a medica me passou sentralina 50mg so que na 1 semana fikei com muita preguica e sono entao diminui pela metade e comecei a tomar 25mg a noite porque de dia me da muita preguica e sono , hoje ja faz 17 dias mais os efeitos colaterais que e tontura nao passou isso e normal para adaptacao do remedio? ou sera q terei q aumentar a dose?
    obrigado

  105. Juliana Diz:

    Dra,
    Gostaria de saber se existe alguma pesquisa sobre o efeito do Clomipramina na Gravidez *-*

  106. Rosa Diz:

    bom dia doutora tomo
    citalopram 40 mg ao dia ja faz mais ou menos 1 ano e 5 meses
    vou fazer uma cirugia de abdomoplastia
    tem algum problema com relação ao remedio e a anestesia enfim
    a cirugia em geral as vezes tenho crises leves ,faço tratamento de
    sindromi de panico

    pode me responder com urgencia minha cirugia
    é no dia 15 de junho de 2013

    muito obrigado por hora

  107. juvenal bragança de souza Diz:

    estou com depressao, ta muito dificio para mim, me ajude, remedio de depressao nao pode tomar junto com remedio de presao alta, por favor me enforme.

  108. beatriz Diz:

    boa tarde, venho sofrendo a 2 anos com esses problemas, fiz todos os exams de coracao e nao deu nada, os medicos nao sabiam dizer o que eu tinha, quando eu fui para internet tentar entender o que eu estava sentindo, e incrivel, mas tenho todos os sintomas de syndrome do panico nao tem nenhum siquer que eu nao tenha, agora estou medicada com paroxatina 20 mg e alprazolam 0,25 mg, so que o alprazolam so tomo se acaso a crise vim forte, gostaria de saber doutora se esses remedios irao me impedir de engravida ? a e tambem sofro muito nao tenho mais desejos ssexuais, ,me ajude por favor

  109. maria.silvia Diz:

    Boa noite, Mariana, Letícia, Juliana, Rosa, Juvenal e Beatriz. MARIANA, sugiro uma consulta com médico psiquiatra para organizar seu tratamento com antidepressivo e, principalmente, verificar a indicação de psicoterapia que, pelo que você conta, me parece bem indicada. Mas só uma consulta poderá esclarecer melhor. Posteriormente, seu marido pode acompanhá-la às consultas para também entender melhor o que acontece e ter mais condições para ajudá-la.LETÍCIA, sugiro que você converse com o médico que lhe prescreveu qual o melhor horário para o uso da medicação. às vezes uma pequena mudança faz muita diferença. Mas pode ficar tranquila. Com o passar do tempo os efeitos colaterais diminuem e o efeito terapêutico aparece. A necessidade de aumento de dose deve ser avaliada junto com seu médico. JULIANA, existem pouco dados quanto ao uso de clomipramina por mulheres grávidas. Como existem relatos de casos sobre uma possível associação de problemas no desenvolvimento fetal com o uso de antidepressivos tricíclicos durante a gestação, e a clomipramina é também um antidepressivo tricíclico, o próprio fabricante orienta na bula para que se evite seu uso. A exceção fica para os casos em que os benefícios para a mãe justifiquem o potencial de risco para o feto. Quando usado, deve ser retirado gradualmente até a sétima semana antes da data prevista para o parto, para evitar reações adversas para o recém-nascido. Também não é recomendado durante a amamentação. Rosa, antes de toda cirurgia é feita uma avaliação pré-anestésica, em que o anestesista verifica seus exames, relaciona todos os medicamentos em uso e orienta os que devem ser descontinuados. JUVENAL, muitos dos antidepressivos mais modernos não interferem com a pressão arterial e podem ser usados em conjunto com medicação anti-hipertensiva. Na consulta com o psiquiatra, informe sobre sua condição e as medicações que já toma, para que ele possa indicar o antidepressivo mais indicado. Hoje, felizmente, existem várias opções disponíveis. BEATRIZ, a paroxetina não interfere com a fertilidade, mas não é dos mais indicados para se usar durante a gravidez, caso você necessite continuar tomando. O alprazolan também não. Caso você esteja querendo engravidar agora, converse com seu médico sobre uma possível substituição. A diminuição do desejo sexual pode estar ligada a seu quadro de ansiedade ou ao uso da medicação. Também é algo a ser avaliado junto com seu psiquiatra. Um abraço a todos e bom tratamento.
    Maria Sílvia

  110. Fran Diz:

    Bom dia,
    Gostaria de saber se posso tomar dois remédios da mesma família, diazepam e rivotril.
    Os dois com receituário médico.
    Obrigada

  111. Thales Diz:

    Olá Doutora, como já havia mencionado, tenho apresentado problemas gastrointestinais, já foram feitas inúmeras investigações e parece estar relacionado com a depressão e ansiedade. Como não tenho plano de saúde, sempre tenho que partir pra consultas particulares, enfim, a consulta foi bem cara, e a Gastro me receitou Citalopram 20 mg. Achei bem estranho, uma gastro receitando antidepressivo. Olhei a bula e como reação lá estão os temidos efeitos gastrointestinais. Gostaria de saber a opinião da senhora com relação a essa medicação.
    Obrigado desde já.

  112. maria.silvia Diz:

    Boa noite, Fran e Thales. Realmente, Fran, são duas medicações bastante semelhantes. Foi o mesmo médico que prescreveu as duas? Para serem tomadas ao mesmo tempo? Creio que seria interessante esclarecer antes de tomar. Thales, se você está apresentando sinais de ansiedade e depressão, sugiro que você consulte um médico psiquiatra para ajudá-lo diretamente com seus problemas. O citalopram é um inibidor seletivo de recaptação de serotonina, em geral bem tolerado, mas a reação é individual. Bulas não oferecem diálogo, elas colocam um monte de informações gerais mas não vão ajudá-lo a resolver suas questões. Uma consulta com médico psiquiatra poderia ser bem útil. Abraços aos dois e obrigada pela confiança e comentários.
    Maria Sílvia

  113. Rozane Maria Diz:

    Bom dia Dra. Maria Silva
    Tenho uma filha com TOC, ela tem 22 anos. Sempre foi muito ansiosa, mas este quadro se apresentou a mais ou menos uns 3 anos. Ela não consegue tratar pois tem medo dos efeitos colaterais do medicamento, principalmente de engordar que é uma das maiores causas de sua doença. Já na adolescencia que era um pouco cheiinha não se aceitava e começou a provocar vômitos e depois parar de comer. graças a Deus a levei numa nutricionista e numa especialista em adolescente que lhe prescreveu tofranil, em pouco tempo ela melhorou estes sintomas. Mas mais tarde evoluiu para o toc, pois a vida tem suas pressões, e ela não suporta. Já tomou alguns medicamentos mas sempre para.Fica depressiva e agitada, muito chorosa. E o pior são as inúmeras manias que sempre atrasam para resolver coisas ou para sair de casa. Tem que fazer todo um ritual. Agora o médico prescreveu Anafranil, mas ela já leu na internet os efeitos colaterais e disse que não vai tomar, porque engorda e este é o maior medo que ela já teve na vida. o que fazer para evitar que ela engorde tomando este medicamento? será que existe algum meio de acelerar o metabolismo enquanto estiver tomando este medicamento? De inibir este terrível efeito colateral. Preciso fazer alguma coisa se não ela nunca vai tratar. Obrigada!

  114. Rodrigo Diz:

    Boa noite dra.

    Comecei o tratamento para transtorno de ansiedade e sindrome do panico. A medica receito espran 10mg, so que tive um efeito colateral enorme. Diminui para 5mg e me sinto melhor. Acontece que estou com febre devido a uma virose e gostaria de saber qual remedio eu posso tomar?

    Gostaria de saber tambem se 5mg pode nao fazer efeito?

  115. Thaís Diz:

    Boa tarde Dra., meu marido fez uso da Clomipramida por 20 dias para tratamento da Ejaculação Precoce, ele sentiu efeitos colaterais desde o primeiro comprimido, mas não aceitou procurar o médico para relatar, os efeitos apresentados foram, náusesas, falta de apetite, tontura, visão escurecida em alguns momentos, dificuldade em dormir,…, bom fazem aproximadamente 15 dias que ele parou de tomar a medicação, e está uma pilha de nervos, se irrata com tudo, com coisas banais, disse que ainda sente alguns efeitos que sentia quando fazia uso da medicação, não quer procurar um médico, estou preocupada, esses efeitos colaterais permanecem mesmo fazendo 2 semanas sem a utilização do remédio? Quanto tempo a medicação pode causar danos? Precisa reduzir dose para deixar de usar o remédio? Ele utilizou o Clo por 20 dias, 1 comp. ao dia, só não me recordo se é o de 10 ou 20 mg?
    Obrigada

  116. janicleide Diz:

    Boa tarde Dra

    Estou casada há 13 anos e durante esse tempo já descobri várias traições de meu marido.
    Eu fico com muita raiva de mim pq não consigo deixá-lo. Mesmo QUERENDO e SABENDO q ele vai fazer de novo. É uma mistura de sentimentos, as vezes tô odiando ele e as vezes tô pedindo a Deus p não perdê-lo. As vezes mando ele ir embora, e com uma semana no máximo tô desesperada ligando p ele voltar. Aí ele volta como “O INOCENTE” e eu fico com vergonha de mim mesma. Tenho vergonha de minha família, até minha sobrinha de 13 anos me dá conselho p eu não voltar, e ela tá certa. Quando estava grávida descobri q ele estava com uma mulher há 9 meses e tive depressão por conta disso. Tinha vontade de morrer. Consegui marcar um psiquiátra p mês q vem, mas eu preciso de ajuda p ontem. EU QUERO FAZER OQ É CERTO, MAS NÃO CONSIGO. SEI Q AMANHÃ OU DEPOIS ELE VAI VOLTAR A ME TRAIR. QUERO DEIXÁ-LO E CUIDAR DE MIM E DE MEUS FILHOS. MAS QUANDO TENTO FAZER ISSO FICO PERDIDA, IRRITADA, PERCO A VONTADE DE FAZER AS COISAS E POR AÍ VAI…
    EXISTE DRA TRATAMENTO P EU SUPERAR VIVER LONGE DESSE HOMEM Q SÓ ME FAZ MA? ??
    ALÉM DAS TRAIÇÕES ELE É PIRANGUEIRO E NÃO PAGA MINHAS CONTAS. COMO POSSO SER TÃO FRACA DESSE JEITO? COMO? TENHO MUITA RAIVA DE MIM :(

  117. MARIA Diz:

    TENHO TOC E MEU MÉDICO PRESCREVEU LUVOX, PORÉM, TENHO MEDO DE TOMAR E TER EFEITOS NÃO REVERSÍVEIS POR TODA A VIDA COMO DESENCADEAMENTO DO CÂNCER E HEPATOTOXICIDADE, O LUVOX REALMENTE É CANCERÍGENO?

  118. E.B.D Diz:

    Boa tarde Drª
    Meu esposo passou com neuro a um tempo atrás e foi diagnosticado com ansiedade e passou a tomar alprazolan 1 mg, ele sentia muito dor no peito, falta de ar, tontura e diz sentir uma tristeza muito grande q não sente vontade de fazer nada, briga comigo por tudo, fala q eu não amo ele de verdade, que não me preocupo, quer q eu ligue toda hora pra ele, fica chateado se eu me arrumo e etc…Na ultima vez q ele passou com neuro ele recebeu encaminhamento para passar com o psiquiatra mas não quis. E eu como acabei de ganhar nenem com toda essa situação começei a ficar com pensamento suicida pois não sabia como agir pra ajudar ele, passei na psicóloga e ela me encaminhou ao pisiquiatra..fui e na primeira consulta ele disse para aguardamos mas 1 mês antes d me medicar pois estou amamentando e pediu para levar meu esposo na proxima consulta, foi ai q ele passou com o pisiquiatra e agora está tomando clo 10mg – 1 comprimido a noite a noite e 1/4 do comprimido alprazolan e 20 gts de fluoxetina de manhã, mas está sentindo muito mal, queda de pressão, tontura falta de ar dor no estômago isso é normal?Ou é melhor ele voltar no pisiquiatra tem 2 dias q ele toma essa medicação.Como posso fazer pra ajudar ele?Pois eu não estou me medicando ainda pois amamento e qd brigamos por “besteira” ele fala q vai embora e eu fico muito mal, não sei o q fazer. Obrigada

  119. Daniele Diz:

    Dra. como falei com a Sra. anteriormente sempre tomei sertralina de 50 mg e agora com o infarto da minha mae, os dois meses que ela ficou no hospital para operar o coração, depois disso tudo ainda tive dengue, meu emocional ficou bastante abalado e meu medico está querendo aumentar para 75 mg. A sertralina não está me estabilizando, tive alta da dengue em 18/04 e até hj um dia me sinto bem, outro não, só estou conseguindo dormir tomando rivotril e as vezes preciso usa-lo durante o dia tb pq fico muito ruim com a ansiedade. As vezes fico deprimida tb e meu medico falou q é devido ao meu quadro de ansiedade generalizada. Posso aumentar para 75 mg sem problemas, será que vou sentir os efeitos colaterais mesmo já tomando a sertralina a uns 3 anos? Desde já agradeço pela atenção. Bjs,

  120. maria.silvia Diz:

    Boa noite, Rozane, Rodrigo, Thaís, Janicleide, Maria, EBD, Daniele, obrigada por seus comentários.
    ROZANE MARIA, existem medicamentos eficazes no tratamento do TOC que causam menos efeito sobre apetite e peso que a clomipramina. Sugiro que ela converse com o médico e explique esta restrição para que ele possa prescrever uma medicação que não signifique uma ameaça.
    RODRIGO, o Escitalopran tem poucos riscos de interação medicamentosa. Só sugiro que você procure atendimento médico para avaliar a causa da febre e informe que está fazendo uso do escitalopran. Sobre a dose, converse com sua médica. Pode ser que depois de alguns dias em uso de 5mg você consiga chegar aos 10mg sem tantos efeitos colaterais.
    THAÍS, a Clomipramina é bastante eficaz mas, infelizmente, pode causar efeitos colaterais bem desagradáveis nos primeiros dias de uso. Esses efeitos deixam de ocorrer alguns dias após a retirada, pois a substância é metabolizada e completamente eliminada do organismo, não deixa efeitos residuais. Se o seu marido retornasse ao médico, eles poderiam tentar outra medicação, ou uma dose menor para começar. Não foi um bom começo, e isso desanima, mas vale a pena insistir até conseguir o resultado desejado.
    JANICLEIDE, que bom que você está procurando ajuda! Sugiro que você leia o texto que publicarei amanhã, chamado CO-DEPENDÊNCIA, acho que será útil.
    MARIA, pesquisei informações da ANVISA, não encontrei nada que relacione a Fluvoxamina com câncer ou hepatotoxicidade.
    EBD, esses efeitos colaterais podem ocorrer no início do tratamento e tendem a diminuir. Conversar novamente com o médico pode ajudar seu marido a se sentir mais confiante. Vocês estão num momento bem especial e delicado, de se adaptarem a ser pais. É uma hora em que o apoio dos familiares e dos profissionais de saúde é bem importante. Não pegue para você a responsabilidade de resolver todas as questões dele. Se você voltar a ter ideias de suicídio, fale imediatamente com seu médico.
    DANIELE, a dengue realmente causa queda do estado geral que demora a passar, o único jeito é se manter bem alimentada e hidratada, evitando maiores esforços até sarar de uma vez. Quanto ao aumento da dose de sertralina, é pouco provável que você tenha efeitos colaterais com este pequeno aumento e, se tiver, provavelmente serão por pouco tempo. Qualquer dúvida, reconversar com seu médico pode deixá-la mais tranquila.
    Abraço a todos.
    Maria Sílvia

  121. Thales Diz:

    Doutora, qual a sua opinião sobre o sulpan ?

  122. Rita Diz:

    Olá. Fui diagnosticada com depressão leve e o médico receitou o Efexor XR 37,5. Tenho duas dúvidas. A primeira é que há 15 anos atrás tive uma convulsão por intoxicação, achas que esse anti depressivo pode me fazer ter novamente este episódio? A outra é que tomo o Nexium 40 para refluxo, há alguma contra indicação em tomar o nexium e o efexor?
    Grata.

  123. aninha Diz:

    meu esposo faz palestra tem muita facilidade em comunicar-se em publico,mas quando vai fazer algo que coloque muito pressao sobre ele, ele n dar conta,tipo qdo foi tirar a carteira habilitaçao na ora da prova ficou muito nervoso e nao conseguiu concluir a prova,em outra situaçao qdo foi ser avaliado por um grupo de pessoas que faria perguntaas pra promover-lo de posiçao no trabalho ficou muito tenso sabia das respostas mais na hora o nervosismo nao permitiu que as resposta fosse claras ai ele foi reprovado…proximo dia 8 ele vai passa pela mesma avaliação..gostaria de saber se eu possso da ele umas 4 gotas de rivotril em gotas pra diminuir a ansiedade,essas ansiedade nao acontece com frequencia é muito raro acontecer so em situaçoes que citei …oque Dr, acha?

  124. soraia Diz:

    olá doutora
    tenho muitaaaa tontura , tremores e as vezes sensação de corpo congelando, horrivel.
    entao fui a piquiatra ele me receitou serenata 50,ml pela manha, rivotril 0,5 anoite,ao contrario de todos eu me senti bem nas primeiras duas semanas , hj completei um mes e a tontura continua muito forte. será que ele ta comencando a fazer efeito? ela fala q essas sensacoes sao boas , será? obrigada

  125. Guilherme F Diz:

    Olá Dra,gostaria de saber se é normal sentir leves dores de cabeça e de ansia de vômito no início de tratamento com anti-depressivos tricílicos.Estou começando a fazer um tratamento com Cloridrato de Clomipramida 25 mg,falaram que ele engorda,pois dá muita fome.Mas comigo ocorreu o contrário,ele praticamente tirou minha fome,isso é normal também ? pode ocorrer queda de peso no uso dele ? Obrigado…

  126. maria.silvia Diz:

    Boa noite, Thales, Rita, Aninha, Soraia e Guilherme, agradeço por seus comentários. THALES, trata-se de uma combinação de doses baixas de sulpirida (neuroléptico) com bromazepan (ansiolítico benzodiazepínico). Como toda medicação, só deve ser usada quando prescrita por médico, para casos em que ele considere que possa ser útil. RITA, esta dosagem da venlafaxina é baixa, pouco provável que cause intoxicação, mas a resposta individual é bastante variável. Pesquisando em várias fontes, não encontrei nenhuma informação sobre possível interação entre venlafaxina e esomeprazol, nenhuma orientação para evitar o uso concomitante dos dois. ANINHA, o risco de usar ansiolíticos benzodiazepínicos nessas ocasiões, para quem não está acostumado, é de a pessoa ficar sonolenta e se prejudicar por esse motivo. SORAIA, é interessante voltar a conversar com seu médico sobre a tontura. Com um mês de tratamento já dá para se ter ideia do efeito obtido com essa dose da medicação. Juntos, vocês podem decidir sobre os melhores rumos para o tratamento a partir de agora. GUILHERME, pode haver sim esses efeitos colaterais no início do uso, mas eles costumam melhorar, inclusive a perda do apetite. Não há relatos de perda de peso, mas ela pode ocorrer quando existe uma ingestão exagerada em função de ansiedade ( melhora a ansiedade, diminui a ingesta, a tendência é diminuir o peso). Não é o mais comum, mas pode acontecer. Bom tratamento e abraço a todos.
    Maria Sílvia

  127. lucia leite Diz:

    ola doutora faço uso do citalopran 20 mg so tomo um quarto do medicamento e foi indicado para depressão já faz uns 2 anos e estou bem como estou muito acima do peso vou usar uma formula para perder peso e nessa formula tem fluoxetina 10 mg tem algum ploblema doutra o resto da formula e toda natural me responda deus lhe abençoe

  128. maria.silvia Diz:

    Boa noite, Lúcia. Tanto o citalopram como a fluoxetina são antidepressivos inibidores de recaptação de serotonina. O uso concomitante aumenta os efeitos terapêuticos e os efeitos colaterais. Por esse motivo, é importante que ambos os médicos prescritores saibam do uso para avaliar se as dosagens são seguras para você. A informação deve ser em relação a todos os componentes da fórmula pois, mesmo sendo “naturais” podem interagir com medicações. Converse detalhadamente com seus médicos. Bom tratamento e um abraço.
    Maria Sílvia

  129. JR Diz:

    Boa noite!
    Fui diagnosticado com quadro de depressão. Minha psicóloga, após diagnóstico, fez encaminhamento para um psiquiatra que também chegou na mesma confirmação.
    Ele me receitou o Éxodus, e pediu para que eu tomasse metade de um comprimido de 15 mg, ou seja 7,5mg após o jantar. Perguntei sobre os efeitos colaterais e disse que existe a possibilidade de ter enjoo. Porém após pesquisar inúmeros artigos e depoimentos na internet estou muito receioso em iniciar o tratamento.
    Gostaria de uma opinião sobre qual é a verdade sobre efeitos colaterais do exodus, histórico para essa quantidade diária.
    Muito obrigado…..estou com muita dúvida se devo ou não tomar o medicamento…Obrigado

  130. Anete Diz:

    Boa tarde dra. Meu diagnóstico é sind. Pânico. Fui a uma psiquiatra e ela me receitou Eutonis 1 mg. 2 por dia e me mandou fazer terapia.
    Tenho dificuldades de sair de casa, me sinto muito tonta quando ando nas ruas, parece que vou cair de tão bêbada. rs Isso já ha muitos anos. Tem exatamente 2 meses que comecei com a medicação… Essa semana que consegui agendar para começar a terapia.
    As perguntas são? Será que este medicamento está correto já que tenho muita ansiedade e por conta disso não consigo nem mais viver a minha vida? A terapia pode mesmo me ajudar?

    Só quero mesmo uma segunda opnião.
    Muito Obrigada pela atenção.
    Gostaria que me mandasse a resposta tbm para o meu e-mail.
    Obrigada.

  131. Paulo Diz:

    Bom dia Dra!
    Juntamente com alguns sintomas comuns de depressão, estou observando uma queda de cabelos bem forte. Gostaria de saber se existe como diagnosticar a queda como sendo consequência de um quadro depressivo ou por fatores genéticos. Tomei finasterida por 3,5 anos e a exatamente 1 ano interrompi seu uso. Agora junto com o diagnóstico de depressão começa também novamente a queda de cabelos…..E o desespero aumenta…. Após consulta com psicologa e psiquiatra me receitaram EXODUS (7,5mg), porém a dúvida e o medo de tomar o medicamento não me abandona..Se possível gostaria de uma opinião sua, principalmente no que diz respeito a efeitos colaterais e efeitos esperados desse medicamento em questão…..
    Grande ab!

  132. Renata Holanda Diz:

    Boa noite Doutora! meu filho de 10 anos, tem epilepsia e toma o medicamento Trileptal (oxcarbazepina), e tem as crises controladas. Como o rendimento escolar dele estava abaixo do esperado, no início deste ano, ele fez vários exames, entre eles o de distúrbio do processamento auditivo, no qual foi ele diagnosticado com déficit de atenção alto, então o mesmo neurologista q meu filho trata há 3 anos, receitou tb o Imipra.
    o rendimento dele até q melhorou um pouco, mas vem apresentando dores de cabeça, que estão aumentando a intensidade da dor e a frequência com o tempo. e na bula do medicamento Imipra, está dizendo q não deve ser usado por quem tem convulsões…
    então, me pergunto, será q essas dores de cabeça estão se tornando fortes por conta dessa junção de medicamentos? ou é apenas efeito colateral do Imipra?? Devo parar o tratamento com o Imipra? ou meu filho continua até passar em outra consulta? e se as dores de cabeça piorarem e causarem algo pior?? lhe agradeço

  133. Natascha Diz:

    Bom dia Dra, faço uso de rivotril e BUP. Tomo ácido fólico como preescrição de quem é treinante..

    O ansiolítico e o anti-depressivo interferem na minha fertilidade? Eu posso engravidar mesmo tomando eles? Porque já estou tentando há 1 ano e nada. EMinha GO diz que não tenho nenhum problema de fertilidade.

    É um dilema, pois sem estes medicamentos eu tenho recaídas profundas – já fiquei períodos sem tomá-los na tentativa de conseguir engravidar, mas voltei a tomar por necessidade. Isso quer dizer que nunca poderei ter filhos por não poder deixar o medicamento?

  134. Debora Diz:

    Prezada Dra. Maria.

    Eu estou com quatro meses de gestação e com 2 meses e meio, comecei a sentir palpitações e taquicardia, isso me gerou um pavor muitoo grande, fui parar na emergencia, fiz eletro, fiz ecocardiograma, e coloquei um holter, e mostrou meus batimentos a mais de 120, o meu cardiologista disse que pode ser alguma arritimia que não mostra nos exames me passou Dilacoron de 80 mg e procurei um psiquiatra pois me evoluiu um panico, medo de morrer, não curto minha gravidez, tenho insonia, tudo por causa desse problema no coração, ele me passou fluoxetina de 20, 10 gotas pela manhã e tomo agora diazepan de 5m um comprimido a noite, fico com medo dessas medicações todas prejudicar meu bebê e medo de não ficar boa, sera que isso vai passar, me ajude Dra.

  135. Maria Diz:

    Boa tarde Dra.
    Tomo Reconter 10 Mg há um ano e tive uma queda da libido.
    Minha dúvida é se depois do tratamento voltarei a sentir libido normal.

    Obrigada pela atenção.
    Maria

  136. maria.silvia Diz:

    Bom dia, JR, Anete, Paulo, Renata, Natascha, Débora, Maria. JR, o escitalopram é medicação bastante segura, que apresenta como efeitos colaterais principalmente o desconforto gástrico, tontura e alterações da libido, que costumam melhorar conforme o organismo se adapta. A dose básica é 10mg ao dia, mas cada paciente tem sua resposta individual. Creio que, em geral, o benefício do uso da medicação é maior que o incômodo causado, principalmente depois das primeiras duas semanas. Mas você só vai saber se pelo menos tentar. Caso ainda esteja muito inseguro, volte a conversar com a psiquiatra sobre dúvidas mais específicas, para que possa ter abertura para pelo menos tentar. Anete, o cloxazolam é um ansiolítico que, em geral, tem bons efeitos para a necessidade mas não necessariamente anti-pânico. A resposta, no entanto, é diferente para cada paciente. Quanto à psicoterapia, é MUUITO indicada, que bom que você já vai começar. PAULO, pelo que entendi, você já tinha a queda de cabelo mesmo antes do quadro depressivo. Vale consultar um dermatologista para verificar os fatores envolvidos na volta da queda. O quadro depressivo pode não ser o único. Sobre o uso do escitalopram, vale o mesmo que foi dito para o JR: o benefício costuma ser maior que os efeitos colaterais mas você só vai saber se tentar. RENATA, sugiro que você entre em contato com o neurologista e antecipe a consulta, para poderem acertar melhor as dosagens ou, se for o caso, substituir a segunda medicação, já que a primeira está sendo eficiente para o controle das crises. NATASCHA, alguns estudos epidemiológicos apontam para o aumento de risco de malformações congênitas cardiovasculares em recém-nascidos cujas mães usaram Bupropiona no primeiro trimestre de gestação. Sendo assim, se você pretende engravidar, é melhor conversar com seu psiquiatra sobre a mudança de antidepressivo para outro que não possua esse risco. Não se preocupe, existem medicações mais seguras para uso durante a gestação, um trabalho conjunto de seu psiquiatra e sua ginecologista poderá lhe dar plenas condições para ter seu(s) filho(s) com segurança. DÉBORA, muitos estudos mostram a fluoxetina como medicamento seguro para uso durante a gestação. Em alguns casos, se recomenda a retirada algumas semanas antes do parto. Em relação ao Diazepam, vale conversar com seu psiquiatra sobre a a possibilidade de diminuí-lo até a retirada gradual. Psicoterapia pode ajudá-la muito a lidar com todas essas questões num momento tão delicado. MARIA, a diminuição da libido secundária ao uso do escitalopram desaparece quando seu uso é interrompido. Forte abraço a todos.
    Maria Sílvia

  137. luzicleia de lima Diz:

    dr , estou gravida de oito semanas e estou muito mal , planejei a minha segunda gravidez e quando descobri que estava gravida passei a me sentir estranha , sem apetite vomitava tudo o que comia .semana passada fui ao hospital tomar um soro ao acordar no meio da noite estava tendo uma crise de panico daquelas .de la pra ca nao estou me sentido nada bem , minha medica me receitou fluoxetina e cinco gotas de rivotril durante cinco dias .mas não tenho coragem de tomar por medo de afetar meu bebe .o que faço estou muito confusa , a pedir por socorro . que males pode o rivotril causar ao bebe . me ajude pelo amor de deus .

  138. isabelle Diz:

    ola… gostaria de saber se é normal se entir ultra mal quando para de tomar um medicamento… o nome é venlafaxina
    obrigada

  139. andressa Diz:

    doutora sofro com transtorno de ansiedade.Qualquer lugar que eu vá,principalmente ao dentista,ou a uma entrevista,fico tão nervosa que começa. a tremer meu corpo todo,meu coração acelera,fico bastante mal e quando vejo que as pessoas percebem o meu nervosismo fico muito triste.Faço uso de aparelho dentario,e tenho que ir ao dentista de quinze em quinze dias,e só o fato de eu ter que ir lá já fico ansiosa e tenho todos esses sintomas.Tenho prolapso de válvula mitral e a minha cardiologista me passou olcadil de 1mg,mas ainda não comprei com medo dos efeitos.Gostaria de uma opinião sua sobre a medicação se está correta para os sintomas que sinto. obrigada.

  140. jessica Diz:

    oi estou tomando fluoxetina 20 mg e meu medico mandou tomar sertralina mas esqueci de perguntar pra ele quantos dias tenho que deixar da fluoxetina para começar a tomar sertralina 50 mg não consigo contato com ele pois ele esta de ferias e enquanto isso estou tomando fluoxetina por favor você pode me responder isso ? estou com essa duvida cruel!

  141. maria.silvia Diz:

    Boa tarde, Luzicleia, Isabelle. Andressa e Jessica.Agradeço por seus comentários e peço desculpas pela demora das respostas, que foram devidas a dificuldades técnicas.
    LUZICLEIA, uma nova gestação, mesmo sendo planejada, pode desencadear reações de ansiedade, e até o uso de medicação, para aliviar o quadro, acaba sendo mais uma fonte de preocupação. Os estudos com uso de medicamentos durante a gestação apontam a fluoxetina como um dos antidepressivos mais seguros durante esse período, devendo ser diminuido até a retirada com a aproximação do parto. Já o Clonazepan (Rivotril), assim como todos os benzodiazepínicos, é avaliado com mais reservas, pelo risco de alterações cardíacas no bebê e risco dele apresentar síndrome de abstinência logo após o parto. Você pode achar mais informações no artigo “Uso de antidepressivos durante a gestação” neste mesmo blog. O seguimento em psicoterapia pode ajudá-la a lidar com essa ensiedade sem preocupá-la quanto aos efeitos colaterais.
    ISABELLE, a interrupção do uso da venlafaxina pode desencadear efeitos colaterais bem desagradáveis que, felizmente, desaparecem em poucos dias.
    ANDRESSA, o Cloxazolan é um ansiolítico benzodiazepínico que reduz a ansiedade sem causar muita sedação. Pode então ajudá-la a ir mais calma para seu atendimento. Para construir um enfrentamento realmente consistente, tanto para o tratamento dentário como para situações sociais, o mais indicado é o seguimento em psicoterapia. Leia, neste mesmo blog os artigos “Ansiedade e Transtornos de Ansiedade”, “Fobias” e “Tratamentos para portadores de fobias” que poderão ser úteis.
    JESSICA, a fluoxetina tem eliminação lenta, leva cerca de 5 semanas para ser totalmente eliminada pelo organismo. No caso da substituição por sertralina, pode não ser necessário aguardar todo esse tempo, mas somente seu médico poderá dar a última palavra.
    Bom tratamento e um abraço a todas.
    Maria Sílvia

  142. Carlos Diz:

    Olá.
    Muito legal o texto, faço tratamento com Reconter 10mg há alguns meses e na primeira semana já tive bons resultados.
    Levei muito tempo a aceitar que precisava de um psiquiatra, creio eu que por orgulho mesmo e ter medo de ouvir que preciso me tratar, estou adorando o tratamento e meus familiares e amigos notaram como estou diferente, já não fico ansioso com as situações e até tolero coisas que antes eram abomináveis rs, hoje consigo controlar meus TOCs e tudo mais.
    Estou muito feliz com essa nova fase da minha vida, sei que terei que me medicar por muitoooo tempo mas estou disposto a enfrentar todo o tratamento, vencer e me tornar uma pessoa melhor para mim e para todos que me amam.

  143. Lourdes Diz:

    Olá Doutora!
    Tenho problema com gastrite e preciso tomar antidepressivo, mas já tentei uns 5 e todos além dos efeitos colaterais me causarão gastrite, o ultimo foi o pristq, estou super mal da gastrite, será que tem algum antidepressivo que não faça mal para a gastrite tipo gotas ou algum que não seja absorvido pelo estomago e sim no intestino?
    Grata.
    Lourdes.

  144. maria.silvia Diz:

    Boa noite Carlos e Lourdes, agradeço por seus comentários.
    CARLOS, o que você conta é muito importante, dá esperança prá muita gente que resiste a procurar tratamento psiquiátrico e não recebe a devida ajuda. Espero que você não se contente com os resultados obtidos, aproveite a diferença e vá fundo em seus progressos.
    LOURDES, provavelmente a gastrite e a ansiedade são irmãs gêmeas, estão muito ligadas e precisarão de tratamento conjunto. Sugiro que você trate a gastrite com o gastroenterologista não só com medicamentos, mas também com as alterações necessárias do hábito alimentar, ritmo de trabalho e descanso, hábito intestinal, etc. e também com psiquiatra tanto com medicação como com psicoterapia, que não prejudica o estômago. A fluoxetina e o escitalopram são disponibilizados na formulação “gotas”, e a mirtazapina, a paroxetina, a trazodona não costumam causar irritação gástrica. Converse com seu médico sobre as opções mais adequadas para você.
    Sucesso no tratamento para os dois e um abraço.
    Maria Sílvia

  145. cristina menezes Diz:

    OLÁ DRA,TOMO FLUOXETINA HÁ 3 ANOS,COMECEI A TOMAR PQ TINHA CRISE DE CHORO DO NADA E MEDO INQUIETAÇAO ETC…E SEMPRE PERCEBIA QUE DIAS DEPOIS EU MENSTRUAVA ,MELHOREI MUITO NÃO SENTIA NADA ANTES DE MENSTRUAR SÓ DOR DE CABEÇA LEVE.EM MARÇO ,ABRIL E MAIO APÓS MINHA MENSTRUAÇAO TERMINAR COMECEI A SENTIR QUADRO DE TRISTEZA,PANICO AI PASSAVA.EM OU COM JUNHO NAÕ SENTI NADA.TEM HAVER COM A MENSTRUAÇAÕ OU ESTOU DEPRESSAO,PQ A DEPRESSAÕ DURA POR VÁRIOS DIAS,NÉ?E NÃO É O MEU CASO !PERCEBO QUE É SEMPRE NO PERÍODO MENSTRUAL ,
    OBRIGADA

  146. maria.silvia Diz:

    Olá, Cristina. Algumas pessoas apresentam transtorno depressivo que consiste em sintomas parecidos com os seus, todos os dias, por mais de duas semanas, que podem piorar no período menstrual. Outras pessoas passam a maior parte do tempo bem, mas apresentam sinais depressivos e de ansiedade nos dias que precedem a menstruação. Nesses casos, o diagnóstico é Transtorno Disfórico Pré-Menstrual. Se você continua fazendo uso de fluoxetina, pode ser que isso controle parcialmente seus sintomas, mas não nos períodos mais críticos, como o período próximo da menstruação. Vale a pena conversar com seu psiquiatra a respeito dessas variações do quadro e qual o melhor ajuste da tomada da medicação. E também com seu ginecologista, para verificar se está tudo certo com seu ritmo menstrual, hormônios, etc. Na mulher, as questões do humor e dos hormônios estão intimamente ligadas. É importante que esteja tudo bem equilibrado. Abraço e bom cuidado.
    Maria Sílvia

  147. Edson Paes Diz:

    Olá Doutora!

    Tenho esposa e filho que estão fazendo uso de antidepressivo por recomendação médica.

    Ouvi falar no rádio, sobre um exame ainda não muito usado, para definir a quantidade adequada para cada paciente, individualizando a dosagem.

    Apesar de muito pesquisar na internet, não consegui achar nada a respeito. A sra. teria como me ajudar? Qual o nome do exame? Onde é feito?

    Desde já agradecido,

    Edson

  148. Camila Martins Diz:

    Boa tarde Dra!!!

    Estou com uma grande duvida, estou fazendo um tratamento de depressão já faz exatamente 1 ano, e de 1 ano pra cá eu engordei 10kls, a principio tomava Lexapro 20ml, e meu psiquiatra mudou pra Espran de 20ml tbm! Meu tratamento vai durar por mais 1 ano, eu corro P risco de engordar mais??!! Nao seria ideal ele ter mudado meu remédio já que isso tem feito eu ter um grande ganho de peso?! Pois isso da mesma forma me deixa deprimida, fico boa de um lado, mas tem dias que minha auto estima fica péssima!
    Estou fazendo academia e tentando seguir uma dieta, mas mesmo assim vejo uma grande dificuldade em emagrecer! Gostaria de saber sua opinião, estou realmente preocupada!!!

    Abraços!

  149. Lucy Diz:

    Boa tarde,
    Estou com muitas dúvidas sobre meu estado psíquico, e chega a ser muito incômodo.
    Há dois meses experimentei lsd pela primeira (e última) vez. O resultado foi terrível, passei pela pior noite da minha vida, tremendo e sentindo uma grande desconexão com o resto do mundo e das pessoas, com sensação de estar presa dentro de mim mesma.
    Na mesma semana tudo voltou ao normal, mas comecei a me questionar sobre coisas da minha vida, profissão, relacionamento… O que seria normal, estou em uma fase de transição. Mas isso começou a me dar crises de choro e melancolia, que duraram duas semanas. Depois passei um mês bem, sem nenhum problema.
    Depois desse mês, porém, tive uma virose muito forte. Passada a virose fui fazer uma viagem com uma amiga, mas não consegui. Chegando no lugar onde pegaríamos o ônibus meu coração palpitava, minha pressão caiu, e eu não consegui ir. Desde esse dia minha visão ficou embotada, e eu sentia novamente aquele medo de deconexão. Isso durou de uma a duas semanas. Nesse período tudo ficou muito dificil. Medo de sair, medo de me sentir desconectada, medo de enlouquecer, comecei a focar muito nas minhas reações corporais, medo de dormir e ter algum problema.. estou tendo insônia, medo de que se repetiria o que aconteceu na noite do lsd, medo de que isso seja permanente. Não estou conseguindo focar nas minhas atividades, não consigo ler e fazer meus trabalhos de mestrado e já faz um tempo que fiquei muito doente – emendei uma virose forte com uma gripe forte, então estou tendo febre constantemente. Gostaria de uma orientação sobre isso, se pode ser permanente, e é necessário intervenção medicamentosa. Nos últimos dois dias eu me sinto um pouco melhor, e comecei a tratar com homeopatia. Desde já, muito obrigada, Lucy

  150. isabelle Diz:

    boa noite dr.tive depressão grave durante toda a gravidez,e apos parto piorei ainda mais!procurei um psiquiatra e ele me passou sertralina e rivotril,os dois em doses altas,cheguei a tomar 4 sertralina ao dia,fiz o tratamento um longo tempo…e melhorei muito,ai parei cm sertralina ja a uns 2 anos,e diminui o rivotril para 0,5 e tava tudo bem,mas a 2 meses de repente me veio uma crise(logo apos meu irmão cair e desmaiar)passou 3 dias e me deu uma crise de choro uma sensação muito estranha!e então comecei aficar muito,muito ansiosa!com pensamentos confusos,eu lutando contra estes pensamentos e eles não paravam de vim a minha cabeça,ai procurei novamente o mesmo psiquiatra,e ele me receitou novamente o sertralina,mas desta vez parece não esta me ajudando tanto,melhorou uns dias e voltei a ficar com pensamentos ruins,e uma tristeza!!!não sinto vontade de fazer nada!os sintomas não são os mesmos da primeira vez,setava tomando amipitritilina para tratamento de enxaqueca,e tinha ate engordado,todo mundo tava falando que eu estava bem,estava bonita,e agora com sertralina emagreci tudo de novo!e minha relação sexual com meu esposo como da outra vez que tomei sertralina ficou ruim(não tenho vontade)sera que posso voltar com amipitritilina?pois ele me abre o apitite(estou alimentando mal)tem 2 meses que estou tomando sertralina,ja deu tempo de fazer efeito?porque será esta tisteza?como se nada valesse a pena?tenho um casal de filhos(amo muito eles e meu esposo)mas não conseguindo me alegrar com nada!!!!ha e hoje tomei sertralina sem comer nada e tive uma diarreia o dia todo!não pode tomar em jejum?

  151. Paula Duque Diz:

    Olá Doutora. Estou a tomar Venlafaxina há dois meses. Há duas semanas, após seis s emanas de tratamento já me sentia bem. De repente, de um dia para o outro voltei a sentir-me mal de manhã. A minha psiquiatra foi de férias e não tenho o contacto dela. O que devo fazer?

  152. adina Diz:

    Boa Noite Dra.
    Tomo Venlafaxina 37,5 mg ha 7 anos!Mas continuo a chorar de nada,ter medo ,panico e sentir muita solidão.
    A resposta da medica há um mes atras foi: se vove tomou a Venlafaxina tanto tempo,então continue a tomar,mal não ilhe faz de certeza.
    E agora?O que faço?Na sua opiniao,continuar a tomar o mesmo?o que faço?
    Agradeço.

  153. Tiago Diz:

    Dra ,tomo lexapro a dois dias e quero saber até quanto tempo dura os efeitos colaterais ,tomei devido a muita ansiedade e estava tendo palpitacoes,e queria saber se pode ser tomado junto do atenolol ,n quero sentir enjoos e queimacao e nem dificuldade pra dormir

  154. Richard Diz:

    Olá Dra.

    Muito bom o seu post. Eu tomei há uns 3 anos sertralina e depois fluoxetina (o segundo médico preferiu essa por conta dos efeitos como perda de apetite). Dos dois a fluoxetina foi que me dei melhor (sei que isso varia de pessoa pra pessoa).

    Parei de tomar com seis meses porque já me sentia bem. No entanto, esse ano, venho tendo novas crises de ansiedade e o médico receitou fluoxetina de novo. Não lembro como foi no início mas li por aí que pode causar ansiedade no início do tratamento. Convém eu tomar (apenas no início) gotas de rivotril logo pela manhã? Ou só se tiver uma crise de ansiedade?

    Sou fã da psicoterapia e só não estou fazendo agora por questões financeiras (na minha cidade não consigo encontrar público – exceto emergencial). Eu sei que a solução para o meu caso é psicoterapia e não remédio mas preciso dele agora porque nessas épocas de ansiedade não consigo trabalhar. E sem trabalhar não conseguirei dinheiro para pagar terapia.

  155. wagner marques Diz:

    boa tarde
    a minha mae estar tomando um medicamento (Queropax) ela esta bem mais a voz dela esta com dificudade de falar nois termos uma consutar macarda mais esta longe mais ser paramos de medica ela fica com ocorpo todo tremendo

  156. maria.silvia Diz:

    Bom dia, Edson, Camila, Lucy, Isabelle, Paula, Adina, Thiago, Richard e Wagner. Agradeço por seus comentários.
    EDSON, não tenho informações sobre esse teste. Muitos estudos genéticos são feitos por laboratórios norte-americanos, mas nenhum deles tem eficácia comprovada.
    CAMILA, o Escitalopram não esttá necessariamente relacionado com ganho de peso. Sugiro que você faça uma avaliação clínica para verificar se existe alguma outra alteração que o justifique. Se não, força na dieta e na atividade física, que também ajuda em seu estado mental.
    LUCY, o LSD pertence à categoria dos alucinógenos, como maconha e o ecstasy e, como eles pode causar os efeitos que você teve: “bad trip”, que é a “viagem ruim”, com intensas sensações desagradáveis, os “flashbacks”, que são retornos dessas sensações ruins mesmo sem o uso e ataques de pânico. Sugiro: 1) avaliação clínica para verificar se houve a recuperação completa destes quadros que você apresentou e 2)avaliação psiquiátrica para ajudá-la nessa fase de transição que você está vivendo e deve estar mobilizando muita ansiedade.
    ISABELLE, PAULA, ADINA, THIAGO, RICHARD, WAGNER, essas questões devem ser conversadas com os médicos prescritores pois a medicação mais adequada é algo que médico e paciente constroem juntos, acertando doses (para mais ou para menos) ou combinando medicamentos de forma a aumentar a eficácia e diminuir os efeitos colaterais. ISABELLE, a Sertralina pode causar desconforto gastrointestinal, é melhor tomá-la após as refeições. THIAGO, os efeitos colaterais costumam melhorar após a primeira semana de uso. O Escitalopran não costuma apresentar interação medicamentosa, não há contra-indicação para o uso com o Atenolol. RICHARD , o uso de benzodiazepínico sempre traz o risco de dependência, melhor ver com seu médico se é realmente necessário. Tomara que você possa retomar logo a psicoterapia. ADINA, além do ajuste de dose da medicação, a psicoterapia também pode ajudar muito. WAGNER e PAULA, muitas vezes a questão é só de ajustede dose mas isso, como já disse, deve ser feito junto com o(a) médico(a). Bom tratamento e um abraço a todos.
    Maria Sílvia

  157. Luciana Diz:

    Olá Dra.estou aqui muito anciosa por sua ajuda.Há quase 2 anos tive a síndrome do panico,tratei e ainda tomava o remédio ,no caso o zoxipan(citalopran de 20mg),apraz tb e tomava tb o aprazolan ou rivotril,mas o aprazolan e o rivoltril ja fazem bem tempo que parei por conta ,fiquei uns quatro dias sem dormir,mas voltou ao normal, mas fazem duas semanas que parei por conta própria de tomar o citalopran,agora fazem uns dias que nao ando me sentindo muito bem,sentindo umas sensações de irealidade, minhas pernas ficando meio esquisitas,sem controle de minhas emoções,não vendo sentido nas coisas,fora sensação de náusea,desanimo enfim.ontem consegui uma receita com minha cunhada do procimax ,e comecei a tomar hoje,primeiro queria saber de vc se esse procimax é a mesma coisa do zoxipan ou apraz e tb gostaria de saber se demora a passar os sintomas , e se devo voltar a fazer todo tratamento ,pois meu médico ta de ´ferias nao consigo falar ele ,por favor me de uma direção,me ajude obrigada

  158. JR Diz:

    Olá Dra!
    Após diagnosticado com quadro de depressão moderado, com sintomas de muita ansiedade, depois desânimo em uma crescente procurei ajuda psicológica e também psiquiatra. Muito estranho ir pela primeira vez em um psiquiatra. Me receitou exodus 7,5 mg, e após tomar por apenas 2 dias o medicamento tive alguns efeitos colaterais muito indesejados; 4 noites sem dormir, desconexão com as pessoas próximas, 12 horas de muita descarga de adrenalina, falta de apetite, enjoo e é claro muito medo. Após 2 dias e todos esses transtornos cortei a medicação e aguardei nova consulta com o médico. Nesse período, busquei muitas informações sobre depressão, principalmente de como lutar contra esse mal tão doloroso que vai sugando nossas energias. Mudei alimentação, busquei o sol, voltei a fazer exercícios físicos e a desenvolver um pouco mais a minha fé. Sabemos como tudo isso é difícil. Após relatar todos os efeitos colaterais aqui descritos ao médico psiquiatra ele me receitou REMOTIV, o hipérico perforatum, a famosa erva de são joão hipérico. Hoje completou 30 dias de tratamento, sem nenhum efeito colateral, e graças a Deus com muitos benefícios e melhoras. Minha ansiedade sumiu, meu sono é tranquilo, e minha vontade de viver esta renascendo. Voltei novamente a sonhar. Não sei se tudo isso é psicológico, mas o fato é que após tomar o Remotiv voltei a ter esperança e motivação. Juntamente continuo com minhas terapias quinzenais, e conto os dias para cada sessão, me ajuda muito.
    Gostaria de dar esse relato, pois sei como é sofrer com depressão, e talvez isso seja uma esperança para todos que sofrem com esse transtorno. Sei que ainda tenho um caminho muito longo a ser percorrido até estar totalmente bom, mas ja não estou mais parado e sim caminhando. Dra Maria, gostaria de saber mais sobre essa erva e normalmente quanto tempo dura o tratamento com esse medicamento.
    Desde ja agradeço pela atenção dada a todos.
    Um abraço.
    Jr Paulo

  159. Tiago Diz:

    Dra,os ansiolíticos param as palpitações?

  160. maria.silvia Diz:

    Boa tarde, Luciana, JR e Tiago, obrigada por seus comentários. Sim,LUCIANA, o princípio ativo dos dois medicamentos é o citalopram. Creio que mais prudente é você voltar a tomar a medicação como fazia antes e agendar consulta comseumédico para, juntos, planejar a retirada. JR, obrigada por seu relato, é bastante inspiradorpara quem precisa se tratar mas está inseguro. Hhá um texto sobre o hipérico neste mesmo blog, em junho.TIAGO, é importante consultar um clínico para saberá causa das palpitações. Se elas forem causadas por ansiedade excessiva, o medicamento ansiolítico vai ajudar a controlá-las. Bom tratamento e abraço a todos.
    Maria Sílvia

  161. Richard Diz:

    Hoje fazem 3 dias que comecei com a fluoxetina e dessa vez parece que estou com mais efeitos do que antes. Um pouco de enjoo, insônia e dor na garganta, que nem sabia que era efeito do remédio (já li que é um efeito possível).

    Se isso serve de ajuda aos que vão iniciar, eu pensei em desistir no primeiro dia. Mas estou tentando não me importar com esses efeitos do remédio e dizer para mim mesmo que são só 10 dias. Como me fez bem da primeira vez que eu tomei, acredito que dessa vez vai fazer tb.

    A psicologia é fundamental, penso eu. Assim que puder pagar eu voltarei a fazer.

    Uma vez, uma enfermeira que estava fazendo um teste no meu ouvido (não lembro o nome) me perguntou: “O que vc anda fazendo por vc? Vc tem vivido?”. Acho que todos nós, independente de sofrer de transtorno ou não, temos que nos fazer essas perguntas todos os dias.

  162. maria.silvia Diz:

    Concordo com você, Richard, e agradeço por seu comentário . Abraço e bons resultados em seu tratamento.
    Maria Sílvia

  163. Cristiane Diz:

    Boa tarde!
    Existe alguma alternativa pra quem não se dá com antidepressivo?
    Tomei remédio(tofranil, citalopran, apras rispiridona) por um ano e meio e pra mim foi horrível, apesar de alguns sintomas terem diminuídos e um ou dois sintomas terem sumido eu tive a sensação de ter trocado seis por meia dúzia. Dormia 13 horas por dia e não ficava satisfeita um cansaço e uma falta de energia tremenda não tinha vontade de fazer nada e só queria ficar na cama ter que me levantar era um custo e não tinha vontade de viver. Hoje eu estou sem medicação durmo normalmente faço academia, consigo trabalhar direito, sinto alguns prazeres e coisa e tal, só que por outro lado eu sinto ângustia, medo de ficar doente, estou perdendo peso, estou sem apetite. Estou no verdadeiro dilema não quero passar por tudo aquilo que passei durante o período que tomei medicação, mas por outro lado não quero perder peso

  164. maria.silvia Diz:

    Boa noite, Cristiane, Existem muitos outros antidepressivos, com modos de ação diferenciados. Creio que vale a pena procurar psiquiatra para definir bem o seu quadro e quais as opções terapêuticas para seu caso. Psicoterapia, por exemplo, pode ser muito útil. Bom trabalho e um abraço

  165. STEFANIA MARCIA DA SILVA Diz:

    BOA NOITE DOUTORA .GOTARIA DE SABERE SE PARAR DE TOMAR O ANTIDEPRESSIVOS CLO TRES SEMANAS VOLTA OS SINTOMAS DA DEPRESSAO FORTE.

  166. jane silva Diz:

    Bom dia,
    Estou tomando sertralina 50 mg para tratamento da STPM, tomo 1 x ao dia, estou bem mas gostaria de saber se diminui a libido, sensibilidade e a vontade de fazer sexo, e durante o dia sinto sono e as vezes preguiça, tomo a medicação há 4 meses. E gostaria de saber se posso tomar dia sim e dia não, se posso pedir ao médico para diminuir a dose, e se diminuir existe a dosagem nos postos públicos de saúde, posso partir o comprimido.Obrigado e gostei muito do blog.

  167. maria.silvia Diz:

    Boa noite, Stefania e Jane, obrigada por seus comentários. STEFANIA, a interrupção do antidepresssivo deve ser bem planejada em conjunto com seu médico pois, dependendo do quadro e do momento do tratamento, pode haver recaída. JANE, a disfunção sexual é um dos efeitos colaterais causados pelos inibidores de recaptação de serotonina, grupo de antidepressivos de que a sertralina faz parte. A redução da dose é uma das opções para contorná-la, mas você precisa ver com seu médico se essa medida é indicada nesse momento de seu tratamento. Os postos de saúde dispõem de comprimidos de 50mg, que podem ser partidos ao meio. Bom tratamento e um abraço às duas.
    Maria Sílvia

  168. Alzira Diz:

    Ola…Tenho insonia, sindrome do panico, depressao e transtorno da ansiedade…Meu psquiatra receitou rivotril 2,5 mg 8gts ao deitar, e exodus 10 mg as 18h. Ocorre que anteriormente eu ja usava sertralina 100 mg as 10h da manha receitada por outro psquiatra que nao reside mais em meu muncipio. O atual psquiatra, disse para eu continuar com a sertralina 100 no mesmo horario. Estou em duvida porque li que o exodus e a sertralina tem a mesma função no organismo…Sera que nao esou tomando antidepressivo/ansiolitico demais???

  169. maria.silvia Diz:

    Boa noite, Alzira. Seria importante conversar com seu médico a respeito de qual o plano terapêutico, para esclarecer suas dúvidas. Realmente a sertralina e o escitalopran pertencem à mesma categoria de antidepressivos, mas nenhum está prescrito na dose máxima. Só seu médico poderá esclarecer por que motivo ele decidiu usar essa associação. Abraço e bom tratamento.
    Maria Sílvia

  170. Amanda Mendes Diz:

    Olá..
    Há alguns meses estou tendo alguns problemas pessoais e junto uma ansiedade terrivel e momentos depressivos… Faço terapia e procurei uma psiquiatra. Atualmente tomo AXONIUM um comprimido de 10 mg e tambem o EXODUS dois comprimidos a noite e juntos.
    Acontece que estou sentindo um sono absurdo, cansaço, trsisteza, vontade de fazer nada e só ficar dormindo… Meu retorno é apenas dia 09 de Julho, não consegui marcar antes e estou sem contato da psiquiatra.
    Esse sono é obvio devido aos medicamentos, mas o que devo fazer?
    Me ajudem por favor!

  171. maria.silvia Diz:

    Boa noite, Amanda. O mais adequado é que você relate à médica psiquiatra os efeitos colaterais que vem apresentando para que ela lhe ofereça as medidas para controlá-los. Não é possível fazer isso sem conhecer o seu caso como ela conhece.
    Bom tratamento e um abraço.
    Maria Sílvia

  172. Rayanne Diz:

    Conversa iniciada – Domingo
    19:57
    Rayanne Allana

    Dr. Gostaria que me ajudasse em uma dúvida. No mês de julho desse ano resolvi trocar de carro. Pesquisei muito, mas muito mesmo durante um mês, pesquisei tanto a ponto de sonhar com carros, passar o dia pesquisando preços, no final de um mês quando já tinha me desfeito do meu antigo carro e precisava muito comprar logo um novo carro, percebi que eu estava com muita dúvida e não conseguia me decidir a respeito de um modelo só. Nisso tive que decidi por um carro, o modelo que escolhi foi 0km, fui até a concessionária passei quase 3h para fechar o negócio e depois que fechei já quis começar a chorar por não ter certeza do que queria e se estava realmente fazendo um bom negócio. A espera para buscar o carro foi de uma semana, essa semana foi terrível para mim, chorei os 7 dias, me arrependendo, sem saber se esse era o carro que eu tanto queria, comecei a achar que comprei um carro caro, quis ir lá cancelar o negócio, às vezes aceitava o carro outras não, foi um martírio só! Comecei a me arrepender de ter querido trocar de carro, até porque eu estava muito tranquila e resolver trocar de carro me despertou muitas coisas ruins, que se eu soubesse que iriam acontecer jamais teria mexido com isso! Durante esses dias sentia uma angústia, uma queimação por dentro, uma tristeza, vontade de chorar, choros e mais choros. Troquei meu carro antigo que era completo por um que não é, tenho certeza que me precipitei e isso é o que me deixa mais angustiada! Estava tão bem e isso me fez tão mal, vai fazer um mês que estou com o carro, e até hoje pesquiso sobre carros para tentar ver se fiz um bom ou mal negócio, fico procurando defeitos no carro, cada dia mais tenho certeza de que perdi dinheiro nessa troca. Sempre fui uma pessoa muito, mas muito indecisa mesmo, mas não passei por isso na compra do meu primeiro carro. Me arrependo da minha escolha e é isso que mais tem me incomodado a cada dia, já que não posso trocá-lo agora pois iria perder mais dinheiro, já que foi um carro 0km (acho que poderia ter comprado um seminovo mais barato e mais completo). Fui até o psiquiatra e ele diagnosticou ansiedade! Me passou Reconter 10mg. Mas estou com um medo enorme de me tornar uma viciada em remédios, será que eu não conseguiria superar td isso sem o uso de medicação? Parece mesmo ser ansiedade? Obrigada

  173. JANETE Diz:

    Olá Dra.
    MInha mãe sempre foi depressiva, desde que me conheço por gente, fazia coisa inacreditáveis para meu pai até que ele sumiu. Ele era uma boa pessoa, trabalhador e dedicado e ela não gostava da vida em sociedade e ele sempre gostou. Ela dava escandalos em público e ele não aguentou. Hj ela fala mal dele, ele é quem era o ruim. Enfim, qdo eu ia me casar, ela fez de td para meu noivo (na época) terminar, desistir, deu conselhos para ele não se casar comigo etc..vivo a quase 40 anos com o meu marido. Enfim, agora consegui levá-la a um geriatra que está cuidando da depressão dela, até que enfim ela está aceitando pq depende de mim e eu insisiti muito, ela persegue as pessoas, não tem mais amigas, afasta as pessoas da família, faz fofocas etc..O geriatra receitou Reconter e ela toma vallium receitado pelo cardiologista, pode tomar os dois? Obrigada. li seus comentários acima e gostei muito de ver que não deixa as pessoas sem resposta. Aguardo uma resposta sua. Obrigadaaa!

  174. maria.silvia Diz:

    Boa tarde, Rayanne e Janete, obrigada por seus comentários.
    RAYANNE, uma avaliação completa só pode ser feita na consulta médica, mas há várias características de ansiedade em seu relato. O escitalopram que foi prescrito é um antidepressivo que ajuda no controle de sintomas de ansiedade. Sugiro que, além da medicação, você converse com seu médico sobre a indicação de psicoterapia. Creio que essa forma de tratamento poderia ajudá-la a compreender suas dificuldades em tomar decisões e sustentá-las, além de permitir encontrar maneiras de enfrentamento mais efetivas.
    JANETE, não há problema em usar o escitalopram junto com o diazepam. Sempre informe os médicos sobre todos os medicamentos que sua mãe toma, para não correr o risco de interação desfavorável. Bom tratamento para sua mãe e um abraço para vocês.
    Maria Sílvia

  175. Solange Angela Diz:

    Dra Maria Silvia, hoje, 03/09/13, completa 03 anos que comecei a ter sintomas de pânico, (pois depressão: angústia, ansiedade, crises de choro, uma tristesa imensa sem motivo, eu acho que tive a vida toda), comecei a sentir formigamento na face do lado esquerdo e um pouco de dormência no braço e mão esquerdos, que sinto até hoje, quando fico alguns dias sem tomar medicamento. Estou atualmente tomando o medicamento Escitalopram 10 ml. Isso tudo devido ao meu trabalho, que é bastante estressante, mas que eu gosto por ser bastante gratificante, me sinto útil.
    Gostaria de saber se posso trocar o Escitalopram pelo medicamento fitoterápico Hipérico – erva de São João, ou se posso tomar os 2 ao mesmo tempo, 1 de manhã e o outro a noite.

  176. maria.silvia Diz:

    Boa tarde, Solange. Você conta de dois quadros associados: depressão de longo prazo e depois ataques de pânico. O escitalopran é efetivo para os dois quadros, o hipérico é eficiente para depressão leve a moderada, mas não para controle dos ataques de pânico. Sugiro que você converse com seu psiquiatra sobre os motivos que a levaram a pensar em mudar sua medicação . Juntos, vocês podem encontrar as melhores formas de dar continuidade a seu tratamento. Abraço.
    Maria Sílvia

  177. Isa Diz:

    Dra., seus esclarecimentos são realmente elucidadores. Tomo 10 mg de exodus TAG e SP. Estou tomando há muitos anos e estou bem. faço ginástica, terapia, trabalho e tenho lazer. Mesmo após muitos anos tomando quando retirei os sintomas voltaram. Minha psi diz que posso tomar sempre e não preciso retirá-lo. O que acha? Obrigada

  178. Barbara Diz:

    Olá Dra Maria.

    Sofro de depressão desde os 12 anos de idade, hoje tenho 26.
    Acho que tudo isso pelo fato de estar sempre sozinha e isolada. As crises haviam amenizado no sultimos dois anos que estava vivendo na Argentina, mas agora que voltei e estou aqui sozionha de novo, voltou tudo e pior ainda. Passo dias deitada na cama sem fazer nada.
    Já pensei em procurar tratamento e quem sabe tomar emédio, pois tem dias que durmoo dia inteiro, spó que quando eu era mais nova tive experiencia com dois remedios que nao lembro o nome, só que eu ficava me sentindo dopada, atrapalhava na escola e tals.
    GOstaria de saber se existe algum remedio que não deixe essa sensação de sonolencia. quero algo que me anime, nao me me acalme. Há muitos anos já nao tenho ideias depressivas, nem tentei mais suicidio, mas ainda assim com altos e baixos continuo sem animo de viver. Quanto estava na Argentina, uma vez eu fumei ( coisa que nao estava habituada )maconha e tive uma especie de ataque, nao conseguia controlar minha respiração, senti que ia morrer, parava de respirar e tiunha uma espécie de convulsão.
    No outro dia nao fumei mais tive a mesma coisa, fui pro hospital contei pra ele tudo, ele falou que o que tinha era psicossomático. Isso pode ser mesmo? o que significa. Obrigada pela ajuda. preciso mesmo. Abraço

  179. miriã Diz:

    Dra me oriente por favor,estou com 5 semanas de gravideztomo normalmente 100 mg de luvox e rivotril 6 gotas p dormir,nao seu o que fazer,tenho medo de prejudicar meu baby,o que devo fazer?

  180. maria.silvia Diz:

    Bom dia, Isa, Bárbara e Miriã, obrigada por seus comentários.
    ISA, o escitalopram é um antidepressivo relativamente novo, mas os trabalhos que avaliam pacientes em uso continuado com ele e com o citalopram, que tem estrutura bem parecida, não indicam nenhum problema que obrigue a sua retirada. No entanto, a retirada, se abrupta, pode dar sinais da Síndrome de Descontinuação, que se parecem com uma recaída dos sintomas, mas é auto-limitada. Se você tem expectativa de retirar a medicação por algum motivo mais específico (como engravidar, por exemplo) converse com sua psiquiatra sobre a retirada mais lenta. O próximo texto será exatamente sobre esse assunto: a hora de retirar a medicação.
    BÁRBARA, os antidepressivos atuais causam muito menos efeitos colaterais como sonolência e astenia, que você relata. Vale a pena procurar um(a) médico(a) psiquiatra para uma avaliação. Fale sobre sua preocupação para que consigam encontrar a melhos opção para seu caso, dentre as várias disponíveis. Quanto aos sintomas que você teve após o uso de maconha, provavelmente foi um ataque de pânico, desencadeado pelo THC, presente nessa erva. Os ataques podem se repetir por algum tempo mesmo sem o uso mas acabam por desaparecer, se não houver novo consumo.
    MIRIÃ, o clonazepan não é indicado para uso no início da gestação. Em relação à fluvoxamina, não há estudos sobre a segurança durante a gestação em humanos, houve problemas em gestação de roedores. Há relatos de caso de síndrome de descontinuação em recém-nascidos de mães que usaram fluvoxamina durante o último trimestre de gestação. Converse com seus médicos, psiquiatra e obstetra, sobre a melhor maneira de reduzi-los até retirar. Se você precisar de medicação de qualquer forma, existem opções mais seguras, mas somente os profissionais que a atendem podem indicar os melhores procedimentos. Sugiro que você leia, neste mesmo blog, o artigo “uso de antidepressivos durante a gestação”.
    Bom tratamento e um abraço às três.
    Maria Sílvia

  181. Tiago Diz:

    Tomo frontal 0,5 a 4 meses 2 vezes ao dia, receitado por um cardiologista para ansiedade,e tambem pratico corrida 4 a 5 vezes por semana em media 5km, o remedio faz efeito, mas nao parece 100% fui ao psiquiatra que me receitou CLO 10mg , e me disse que tenho sd do panico, ainda nao tomei pq esse medicamento tem muitos efeitos colaterais, estou com medo dos efeitos, é aconselhavel tomar esses dois medicamentos(fontal 0,5 e CLO 10mg) até que o CLO 10mg começe a fazer efeito?
    para ser sincero sai do psiquiatra me sentindo mal, nao senti confiança no profissional pelo modo como conversamos. nao deu nem tempo de dizer que só tenho um rim e perguntar se esse medicamento CLO 10mg seria ruim para isso. enfim marquei outro psiquiatra, mas gostaria de esclarecer essa duvida> Obrigado

  182. Fernanda Diz:

    Boa noite, Doutora!

    Estou com quadro de depressão e ansiedade, fui ao psiquiatra e ele me receitou a Paroxetina 10 mg pela manha e pela tarde e Fluoxetina 20 mg pela manha e tarde mais alprazolan 0,5 de tarde e 1 mg antes de dormir.
    Achei estranho pois ambos são antidepressivos são da mesma familia, porém ele relatou que cada um tem sua distinção para o tratamento.
    Estou pensando em tomar apenas o paroxetina que já havia tomado a alguns anos atrás e não tive nenhum efeito colateral.
    Pode me esclarecer… obrigada.

  183. morgana Diz:

    oi eu passava mal em algumas ocasioes mas não dava bola ate q comecei a passar mal em casa suava frio me dava ansia de vomito parecia q eu ficava dormente bom eu achava q ia morrer fui ao psiquiatra e ela pediu pra mim tomar sertralina 50mg pela manha e clomipramina 10mg a noite ela disse q eu tinha transtorno de ansiedade so queria saber se esses remedios vão me ajudar pq não tenho vida sentir esses sintomas saõ horriveis

  184. Rodrigo Augusto Diz:

    Bom dia! Fui diagnosticado com TAG pela minha psicóloga (Que não posso mais ir, pois voltei a trabalhar) e médico da família, marquei uma consulta com o psiquiatra e ele sequer olhou em meus olhos e administrou RECONTER 10mg… Fiquei um pouco assustado, mas como é muito desconfortante pra mim este transtorno estou tomando, fazem três dias que tomo e sinto enjoos, mas vi que é normal no começo. Minhas crises são mais de falta de ar, muuuuita insonia e angustia. Gostaria de saber se ele agiu bem em receitar apenas este remédio e não o pra dormir ? E quanto demora pra fazer efeito o remédio ? Pois ainda sinto os sintomas. Obrigado

  185. fabiola Diz:

    Ola dra entao eatou me sentindo estranha e com medo de isso nunva acabar ,pois tenho depressao e transtorno de ansiedade,tomo paroxetina 20mg e alprazolam 1 mg mais mesmo assim me sinto ,com pensamentos. Estranhos muitas duvidas sobre a vida as vezes vontade de lutar as vezes vontade de morrer.Nao entendo as vezea acho q sao os remedios que me causam essa confusao pois ja estou em tratameto a 1 ano e tengo medo de enlouquecer ou ficar assim pelo resto da vida.

  186. Leila Diz:

    DRA boa tarde , achei de grande ajuda seu blog, tenho um trauma de infancia , quando era pequena caiu um mandruvá na beirada da bacia onde eu brincava, isso me assustou demais e o medo dele me perseguiu a vida toda, sempre quando via um durante o dia tinha pesadelos a noite, e sempre quando via um tinha a opção de fugir dele, acontece que começou aparecer no meu trabalho e por várias vezes tive que enfrentar, ou seja me livrar dele, não tinha opção fugir, mesmo porque ele poderia entrar na sala onde eu ocupo.Algumas vezes ficava mal sem poder respirar, chorava desesperadamente, fui ao psiquiatra q me receitou clo e 5 gotas de rivotril, lembrado que tenho medo do bicho até morto, seria possivel uma cura depois de longo tratamento? agora tenho 47 anos, então faz 43 que sofro desse medo.

  187. Maria Diz:

    Boa noite! Tomava zarelix há 4 anos e em Julho decidi, por iniciativa pp, deixar de tomar. Achei q tinha efetuado uma excelente desabituação aos 37,5 mg.
    Resultado: passadas apenas duas semanas, o organismo começou a reclamar da falta da “vitamina”.
    Como só tenho consulta com o psiquiatra para a semana, marquei uma consulta com um médico de clínica geral q me receitou o zarelix 37,5 e o alprozolam 0,25. Estou a tomar o antidepressivo há 2 dias, e desde o primeiro dia q sinto, por vezes, os braços e a zona do peito como se estivessem com o efeito “queimadura”. É normal? Passa com o tempo?

  188. maria.silvia Diz:

    Boa noite, Tiago. Fernanda, Morgana, Rodrigo, Fabíola, Leila e Maria. Obrigada por seus comentários.
    TIAGO, realmente o Alprazolam é bom ansiolítico, mas não deve ser usado isoladamente por longos períodos pelo risco de dependência e torerância. A conduta preconizada é usar um antidepressivo com efeito serotonérgico, como a clomipramina, que é um tricíclico, ou um inibidor seletivo de recaptação de serotonina. A clomipramina é bastante efetiva mas pode causar efeitos colaterais chatos principalmente no início do uso. Continuar usando o alprazolam nos primeiros quinze dias pode ser útil, até que o efeito terapêutico se sobreponha. O fato de você teu apenas um rim não contra-indica o uso, desde que sua função renal esteja mantida e você mantenha controles periódicos. Procure conversar bastante sobre suas dúvidas com o psiquiatra. Uma relação de confiança é fundamental para o sucesso do tratamento.
    FERNANDA, realmente os dois são antidepressivos inibidores de recaptação de serotonina. Não sei qual a estratégia para o uso em associação. Como disse para o Tiago, converse com seu médico e esclareça suas dúvidas, para poder seguir o tratamento com confiança.
    MORGANA, seus sintomas são bastante sugestivos de crises de ansiedade, talvez até ataques de pânico. As medicações prescritas são antidepressivos com bom efeito sobre eles.
    RODRIGO, o escitalopram é um antidepressivo indicado para sintomas de ansiedade e depressão que, ao longo do tratamento, costuma levar a melhora no padrão de sono. Como todos os medicamentos dessa classe, pode levar até 15 dias para a manifestação significativa dos efeitos terapêuticos.
    FABÍOLA e LEILA, creio que o seguimento em psicoterapia, associado ao uso de medicações, pode ajudá-las bastante. Parece haver outras questões psíquicas associadas que dão essa impressão de que seus problemas não têm solução, mesmo usando medicações adequadas. A abordagem psicoterápica pode dar conta dessas questões e ajudá-las a viver bem melhor.
    MARIA, a venlafaxina pode dar sintomas de descontinuação bem incômodos e, na reintrodução, também podem ocorrer efeitos colaterais. Sugiro que na consulta com o psiquiatra você converse se é o momento de tirar a medicação e, caso seja, qual a melhor estratégia para fazê-lo.
    Um forte abraço e bom tratamento a todos.
    Maria Sílvia

  189. Ana Morais Diz:

    ola eu tomo antidepressivos mas dao me tanto sono que nao aguento estar de pe,queria saber se faz mal,ou e diferente poder toma los antes de dormir?obrigada.

  190. maria.silvia Diz:

    Bom dia, Ana. Fique tranquila, Ana, não há problema em tomá-los no horário que melhor se adapta às suas necessidades. Converse com seu médico, vocês vão encontrar o melhor esquema de horários para você. Bom tratamento e um abraço.
    Maria Sílvia

  191. Angela Diz:

    Olá. Comecei a tomar Assert para a ansiedade, tomo à noite, mas durante o dia sinto muita náusea e mal estar, sei que é reação do medicamento. Gostaria de saber se vou sentir isso durante todo o tratamento, ou se vai passar. Obrigada

  192. Simone Andrade Diz:

    Bom dia Dra. eu tomei espran por 4 anos, parei em agosto de 2013. Voltei a ter crises de ansiedade , talvez piores que antes. Desenvolvi uma gastrite e terei que tomar antibióticos por ter h.pilory.Terei que voltar a tomar o espran e estou com medo de ter algum efeito com os antibióticos. Posso tomá-los juntos??? Devido a minha recaída terei que tomar antidepressivos pelo resto da vida?? Obrigada desde já.

  193. miguel Diz:

    bom dia dr.estou to mando um remédio para depressão com o nome tofranil agora tenho muita dificuldade de urina o que devo fazer?grato…

  194. maria.silvia Diz:

    Boa noite, Ângela, Simone e Miguel. Coloco aqui algumas informações gerais que talvez possam ser úteis.
    ÂNGELA, realmente a sertralina pode causar estes efeitos colaterais, que costumam ceder com o tempo. Caso persistam, você pode escolher outro horário, após uma refeição, por exemplo. SIMONE, o escitalopram costuma apresentar muito pouca interação medicamentosa, em geral não há contra-indicação para a associação com antibióticos. O fato de você apresentar sintomas após a retirada não significa que você terá que tomar medicação prá sempre. Pode ser que você precise realizar a retirada mais gradualmente.
    MIGUEL, a imipramina pode realmente causar retenção urinária. Em alguns casos isso melhora com a redução da dose, às vezes é preciso trocar a medicação.
    Sugiro aos três que conversem diretamente com seus médicos, pois só eles conhecem seu caso especificamente e têm condição de encontrar a melhor solução individualizada.
    Abraço e bom tratamento.
    Maria Sílvia

  195. Josi Diz:

    Boa Tarde Dra,
    Iniciei meu tratamento faz uma semana e estou tomando exodus 10mg 1 comp pela manhã, na verdade estou sentindo muitos efeitos colaterais, como perda de apetite, sensação de mal estar pela manhã, retenção urinária e também, ainda tenho muitas palpitações, coração acelerado que já tinha antes de começar o tratamento, sem motivos aparentes, irritabilidade e medo de perder pessoas próximas, medo de desafios, enfim, gostaria de saber quanto tempo ainda terei esse desequilíbrio e se os efeitos colaterais vão passando conforme o evoluir do tratamento.

  196. miguel Diz:

    dra.boa noite mais uma vez aqui pedindo uma informaçao sua,gostaria de saber se vai voltar ao normal e parar a retençao urinaria ,parando de tomar a imipramina.desde ja muito grato,e se a dra. poder me dar mais alguma informaçao sobre o caso obrigado…..

  197. maria.silvia Diz:

    Boa noite, Josi e Miguel, obrigada por seus comentários. JOSI, algumas das alterações que você refere são mais sugestivas do próprio quadro de ansiedade, que você mesma relata que já ocorriam antes de iniciar a medicação. As demais, como alteração do apetite, retenção urinária, podem ser efeitos colaterais da medicação e costumam desaparecer depois de alguns dias de uso. Caso não desapareçam, converse com seu médico para que ele a oriente quanto às modificações necessárias.
    MIGUEL, a Imipramina pode, sim causar retenção urinária que cessa logo que se interrompe o uso. É importante conversar com seu médico para verificar se essa retenção está causando alguma repercussão negativa para sua saúde (infecções urinárias, por exemplo). Caso ocorra, pode ser necessário ajuste de dose ou substituição do medicamento.
    Abraço e bom tratamento para os dois.
    Maria Sílvia

  198. suelem veras Diz:

    Dr. Estou grávida de 6 meses e tomava paroxetina 20 mg mas conforme estou gravida a medica mudou a medicação para a fluoxetina 20 mg. Mas desde q começei tomar a fluoxetina ando tendo crises de panico e depressao . Quero saber se posso voltar a tomar a paroxetina ? E a dra. Receitou 2 gotas de rivotril será q posso tomar todos os dias e se vai me ajudar a melhorar isso q estou sentindo? Peço sua ajuda. Obrigada desde já.

  199. maria.silvia Diz:

    Boa noite, Suelem. Os trabalhos publicados definem a fluoxetina como mais segura para uso durante a gestação do que a paroxetina. Sugiro que você converse com sua médica para ver se não é questão de um ajuste na dose da fluoxetina. Quanto ao clonazepan, diminui bastante a ansiedade, mas não é adequado usá-lo rotineiramente. Você chegou a ler o texto “Uso de antidepressivos durante a gestação”, publicado neste mesmo blog? Talvez possa trazer mais informações. E converse bastante com sua médica sobre suas dúvidas, isso também vai ajudá-la a se sentir melhor. Boa gestação. Abraço.
    Maria Sílvia

  200. Aline Diz:

    Olá doutora,estou tratando depressão com psiquiatra á 5 meses,tomo Fluoxetina 20 mg 1 vez ao dia,no primeiro mês me senti bem,embora não tivesse apetite,mas agora está terrível,já uns 3 meses estou sentindo muito sono,a todo momento quero dormir,se tiver alguém pra cuidar do meu filho eu durmo o dia todo,tem dia que estou bem animada e feliz,e tem outros que fico deprimida,normalmente ando sem animo,sem vontade de sair de casa,não quero ver ninguém,só quero comer e dormir,alias estou comendo como nunca e ganhando peso,perdi totalmente o libido e a vontade de fazer as coisas que gostava,tem dias que nem minha casa consigo arrumar.Minha médica está de licença maternidade,e só consegui consulta com outro médico para o mês que vem,e meu remédio também não vai dar até lá.O que está acontecendo comigo,não era pra melhorar???Tem problema ficar sem tomar o Fluoxetina até o dia da consulta???Obrigado desde já.

  201. Pâmela Diz:

    Olá. O medico me receitou escitalopram para ansiedade, e pediu que eu tomasse de manhã, mas durante o dia quase morro de sono, quase durmo sentada no serviço e não consigo me concentrar direito. Será que eu posso tomar esse remedio de noite? OU tem que seer tomado durante o dia. Obrigada

  202. maria.silvia Diz:

    Boa tarde, Aline e Pâmela. ALINE, é fundamental retomar seu tratamento, para que se possa entender o que está acontecendo. Pode ser que a dose de fluoxetina precise de um ajuste, já que ela foi bem útil no começo. O quadro que você descreve é muito sugestivo de “depressão atípica”, que costuma responder bem à fluoxetina, mas pode demandar doses maiores. A consulta com psiquiatra pode esclarecer a este respeito. Seria melhor não interromper o uso da fluoxetina até a consulta.PÂMELA, a princípio não ha nenhuma contra-indicação quanto ao horário de uso do escitalopram, converse com seu médico a respeito do melhor horário para você. Abraço e bom tratamento para as duas.
    Maria Sílvia

  203. Sandra Diz:

    Boa noite, estou preocupada pq procurei um neurologista e ele me medicou com remedio manipulado contendo nortriptilina, e descobri que é um antidepressivo. Só estava com muita dor de cabeça. Ele vai passar um mês fora, posso parar por conta própria sem risco para minha saúde? Obrigada

  204. jaqueline oliveira Diz:

    Bom dia minha mãe tomou por uns 4 meses esses anti depressivos fortes como o Exudos, amato entre outros mas ai ela parou de tomar por conta própria e depois de umas 2 semanas sem tomar começou a sentir fortes dores de estomago e eu acredito que seja pela falta dos remédios, então gostaria de saber se quando são parados de tomar repentinamente esses remédios se podem causar esses tipos de efeitos pela falta do remédio. Desde já agradeço a atenção.

  205. maria.silvia Diz:

    Boa noite, Sandra e Jaqueline, obrigada pela confiança em colocar suas dúvidas. O melhor para acompanhar seu tratamento é esclarecer com o próprio médico prescritor, mas se eu puder ajudar de alguma forma…
    Sandra, a nortriptilina é um antidepressivo que apresenta bom efeito contra a dor, por isso é prescrito em doses baixas (10 a 25mg) para tratamento da cefaleia e da fibromialgia. Se você já começou o tratamento, é melhor não interrompê-lo, porque aí você pode ter um efeito rebote ainda pior. Se você não estiver tendo efeitos colaterais importantes, continue o tratamento como prescrito até poder conversar diretamente com seu médico.
    JAQUELINE, a retirada abrupta das medicações costuma dar sim sintomas de retirada, que costumam ser bem desagradáveis. Daí a recomendação para que, junto com o médico, os medicamentos sejam retirados de forma gradual. Temos um texto a esse respeito no Blog, intitulado “Terminando o tratamento com Antidepressivos ISRS”, publicado em 10 de setembro, talvez possa ser útil. Sugiro que ela entre em contato com o médico prescritor para que eles decidam qual a melhor estratégia nesse momento: voltar a usar a medicação e fazer retirada mais gradual ou manter sem controlando os efeitos da retirada.
    Bom tratamento e um abraço para vocês.
    Maria Sílvia

  206. Alan Diz:

    Ola, boa noite! Passei por um tratamento com paroxetina, para o ansiedade, tomei certinho, iniciei com 10mg passei a 20, 30 e 40mg. O tratamento durou pouco mais de 2 anos. Fui retirando aos poucos, assim como o medico indicou. Faz quase 20 dias que nao tomo o remedio, mas parece que os sintomas estão voltando, ou será que pode ser porque parei com o remedio? Me parece que, o que eu sentia e diferente de que sinto agora, sinto uma pressão na cabeça e pescoço, sei lá e muito difícil de explicar.

  207. maria.silvia Diz:

    Boa tarde, Allan. Pelo seu relato, parece que você está apresentando sintomas de retirada. De qualquer forma, é importante que você converse com seu médico para que ele possa ajudá-lo a identificar o que está acontecendo, e a melhor maneira de tratar. Abraço.
    Maria Sílvia

  208. Letícia Diz:

    Olá Dra. comecei um tratamento contra síndrome do pânico há 2 semanas, estou tomando procimax(bromidrato de ctalopram), estou me sentindo muito cansada com vontade de ficar na cama a maior parte do tempo, muito desanimada e sentindo alguns enjoos, queria saber se isso é normal?

  209. SANDRO Diz:

    OLA DRA….
    EU TOMO MEIO COMPRIMIDO DE CLONAZEPAM (2MG) TODAS AS NOITES A UNS CINCO ANOS.
    ESTAMOS PLANEJANDO NOSSO PRIMEIRO FILHO. GOSTARIA DE SABER SE O USO DESSE MEDICAMENTO PODE INFLUENCIAR NA “QUALIDADE” DO MEU ESPERMA NO SENTIDO DE GERAR ALGUMA MÁ FORMACAO NO FETO OU OUTRO TIPO DE PROBLEMA? SE DEVO PARAR QUANTO TEMPO O MEU ORGANISMO VAI DEMORAR PARA FICAR LIMPO DESSE MEDICAMENTO? OBRIGADO…

  210. Filomena Diz:

    Boa Noite, Drª a minha filha tem 7 anos faz 8 anos em Dezembro começou a tomar Rivoteril acompanhado de depakine para as crises ou convulsões desde os 4 anos. Este ano em Fevereiro a Drª achou que estava na hora de fazer a retirada. do Rivoteril . Não correu bem de todo só conseguimos retirar 2 gotas das 7 que tomava. Agora voltamos a tentar este mês com o aumento do DepaKine 50 ml por gota retirada. Mas não esta a resultar novamente pois
    na segunda semana voltou a ter convulsão. E então voltei a semana anterior que tomava 1 gota de manha e 3 gotas a noite. Mas hoje eu assisti a uma Branca e Ela contou que já tinha sentido que teve uma branca na escola diz que o corpo gela e passado uns segundos volta a despertar.
    Filomena Epifanio

  211. Filomena Diz:

    …esta retirada aconselhada pela Doutora de Neurologia que a acompanha.Isto esta a deichear me muito preocupada pois, Ela fez o EEG em Agosto e não apresentava Epilepecia.

  212. maria.silvia Diz:

    Boa noite, Letícia, Sandro e Filomena.LETÍCIA, o citalopram pode causar sonolência, sim. Creio que seria interessante falar com seu médico sobre a possibilidade de ajuste de dose e/ou horário de tomada, para driblar os efeitos colaterais.
    SANDRO, não encontrei nenhum estudo que fale de problemas na produção de espermatozoides secundário ao uso de clonazepan. Os artigos falam dos problemas quando a gestante usa clonazepan, pelo risco de alterações fetais e salientam que mães em uso de clonazepan não devem amamentar, mas não encontrei nada referente aos pais.
    FILOMENA,não entendi bem o que quer dizer “Branca”. Seria algo como uma crise de ausência? A retirada de medicação anticonvulsivante pode demandar algum tempo, pois existe o risco de convulsões desencadeadas pela falta da medicação, o que exige uma retirada ainda mais lenta. Em alguns casos, o EEG comum não consegue detectar as alterações que levam às convulsões. Sugiro que você converse com a neurologista que a acompanha para esclarecer todas as suas dúvidas. Abraços aos três.
    Maria Sílvia

  213. claudiana Diz:

    Dra estou tomando AMITRIPTILINA para (fibromialgia crônica )mas não tenho vontade de fazer nada,faço as coisas por que tenho que fazer mas raramente faço com a empolgação de antes. O que posso fazer para não continuar com essa sensação??? Por favor me ajude!!!

  214. maria.silvia Diz:

    Boa tarde, Claudiana. Sugiro que você converse com seu médico sobre a possibilidade de reduzir a dose ou acertar o horário, pois parece que a medicação vem lhe causando sonolência durante o dia. Juntos, vocês podem encontrar a posologia que controla seus sintomas, sem o efeito colateral. Bom trabalho e bom tratamento.
    Maria Sílvia

  215. Cleiton Diz:

    Olá,
    Comecei a tomar o Clo (cloridrato de clomipramina) 10 mg, há dois dias e hoje acordei com muita enorme inquietação e tive uma crise de pânico (falta de ar, inquietação, dificuldade para engolir) e embora tenha tomado rivotril a taquicardia só melhorou agora a noite. gostaria de saber se é normal e quanto tempo dura para passarem estes efeitos? estou receoso de tomar novamente. eu poderia por exemplo tomar um dia sim dia não por enquanto até meu corpo ir se adaptando? Meu médico havia passado tambem o Espran para tomar junto com o Clo mas estou esperando um pouco porque lidar com a reação de um já é difícil imagina lidar com a reação de dois medicamentos…. o que aconselharia?

  216. Hérica Diz:

    Boa tarde doutora!

    Estou fazendo uso de cloridrato de fluoxetina 20 mg há aproximadamente três meses… A posologia é uma cápsula pela manhã, todos os dias. Sinto-me muito bem com esse medicamento ao longo do dia, que me foi receitado por um clínico geral devido a crises de ansiedade (os sintomas eram dores no peito, sensação de falta de ar, dormência nos pés e mãos, tremores e uma forte certeza de que estava infartando – mas exames revelaram que fisicamente eu não tinha nada). As crises de ansiedade desapareceram, mas tenho pesadelos e sono instável, acordo várias vezes durante a noite e pela manhã parece que não descansei. Esses episódios do sono são efeitos normais da fluoxetina? Se eu quiser engravidar, devo suspender o uso da fluoxetina? Em caso afirmativo, quanto tempo devo esperar, após parar de tomar o medicamento, para tentar engravidar? Aguardo a resposta, grata!

  217. M@r Diz:

    Passei por varios medicos,todos prescreveram anti depressivo que me fizeram sentir sintomas insurportáveis,como aumento de PA,pulso ,taquicardia,braços formigando,dormentes e pesados mais o (esquerdo),sudorese entre tantos desconfortos. Parei por contra propria pq minha queixa inicial que era fraqueza,desanimo e sensação de tontura se tornaram coisas maravilhosa diante dos sintomas que os medicamentos me acarretaram. Vou fazer um EEGrara mapas. Isso vai ajudar no diagnostico correto? G

  218. Mayra Diz:

    Boa tarde, tomo 15 MG de oxilato de escitalopram e sinto muito sono e ganhei peso, isso e normal ou estou me sentindo deprimida.

  219. Marlucia Diz:

    Olá Dra,comecei a trabalhar como telefonista em uma empresa de alimentos eu estava muito alegre em voltar a trabalhar era meu sonho,pois não aguentava mais ser dona de lar e sem contato com o mundo ,pois vivia mais isolada em casa,mim tornei inutil.Com com 5 mêse no trabalho comecei um quadro de ansiedade, ficava com as mãos e pes gelados ,tremia e ficava mal e muito nervosa mal conseguia ficar no trabalho,ai fui no médico que mim receitou uns calmantes naturais (calman e pasalix ) pq eu estava tendo muita insônia mas não resolveram meu caso ,ai fui outra vez foi quando ele receitou aprazolan de 0,5 ai eu comecei tomar foi minha premeira vez,resolvi procurar minha medica endrocnolugista pois tenho tiriodite e faço uso de puram de 100 mg q mim informou q precisa fazer uma terapia ela tbm foi contra o uso do aprazolam,ai resolvi parar de tomar e diminui para 0,25 mais continuou as crises de mas um medicamento sublingual q usava 3x ao dia era manipulado,mesmo assim eu queria muito para o aprazolan quando resolvi para por dois dias ficava supernervosa ,chorava muito e não queria comer nem fazer nada ,comecei a sentir medo de tudo até de ficar sozinha,ai pensei em desistir de trabalhar agei q fiquei doente por casa do trabalho muito estressante,mas isso tbm mim deixava mal pois mim sentia fraca em naõ suportar em trabalhar coisa q tanto queria, e nao mim isolar em casa novamente…Aí meu medico q não é um psiquiatra e sim um clinico mim receitou exodus de 10 mg a noite, estou na premeira caixa,no começo foi horrivel mas agora estou melhor,graças a Deus não uso mais o aprazolan mim livrei dele.Estou de atestado de 15 dia,só q tenho muito medo de voltar a trabalhar,pois relacionei meu transtorno de ansiedade,depreção e pânico ao PABX,tenho muito medo q os sintomas voltem ,nuca usei remedios ante-depressivos e fiquei muito assustada com meus sintomas pensei que fosse ficar doida ,minha mãe tem transtorno bipolar e minhas tias tbm tenho muito medo de ficar igual a elas.Gostaria muito q mim ajudasse tomar essa decisão de voltar a trabalhar ,estou em duvida pois não sei se estou boa,pelomenos a ansiedade melhorou ,mas continuo muito com insônia ainda .quero saber se devo usar o remedio a noite e se ele tbm causa insonias ou pq eu já estava nese quadro,e se minha depressão pode tar relacionada com o problema q tenho da tireoide…Mim ajude .Muito grata

  220. Alexandra Diz:

    Dra tenho 39 anos tenho desfiladeiro toraxico,fenomeno de barre e lieou tomo amitriptilina a 10 anos era 75mg agora estava em 25mg, quero engravidar estou fazendo tudo certinho para nao ter complicações ….fiz o desmame da medicação certinho mas estou uma semana sem tomar nada estou com uma cefaléia que perciste a quase 10 dias que não sei se é enxaqueca ou tensional mas não passa nem com analgesicos estou em pânico meu neuro me orientou a retirada só que esta viajando e não consigo consulta nenhuma estou a ponto de enloquecer me ajuda …sera que posso tomar a amitriptilina na gravidez,como faz com pacientes assim,sera que posso ir tomando e quando engravidar tirar o que faço ?por favor me ajude

  221. maria.silvia Diz:

    Boa noite, Cleiton, Hérica, M@r, Mayra, Marlucia e Alexandra. Tentarei colocar informações a respeito das dúvidas que apresentam, mas sempre lembrando que conversar com seus médicos a respeito dessas e outras dúvidas é fundamental para o sucesso do tratamento.
    CLEYTON, infelizmente, a clomipramina pode causar efeitos colaterais desagradáveis no começo do uso. Em alguns casos parece que houve piora ao invés de melhora. Geralmente esses efeitos diminuem muito depois de uma semana de uso. Em geral é mais eficiente usar uma dose menor todos os dias do que em dias alternados.
    HÉRICA, essa alteração do sono pode, sim, ser decorrente do uso da fluoxetina. Para controlá-lo é adequado tomar a fluoxetina pela manhã bem cedo. A fluoxetina é considerada um dos antidepressivos mais seguros para uso durante a gestação, devendo ser interrompida semanas antes do parto e não ser utilizada durante a amamentação.
    M@r, é importante fazer uma avaliação clínica completa para definir se suas queixas não são secundárias a nenhuma alteração orgânica. Pelos efeitos colaterais que já apresentou, caso precise tomar medicação anti-depressiva, sugiro que comece com doses bem baixas e vá aumentando bem devagar.
    MAYRA, é importante conversar com seu médico para diferenciar os sintomas de depressão que motivaram o uso do medicamento, dos seus possíveis efeitos colaterais. independente de qualquer coisa, procure ter alimentação balanceada e praticar atividade física.
    MARLUCIA, é importante manter seu problema de tireoide bem controlado, e fazer uso regular do escitalopram, para obter o melhor benefício. Quanto ao trabalho, creio que a única forma de saber se você já está em condições de voltar é retomando suas atividades. Com o uso da medicação você poderá observar uma diminuição dos sintomas e ir se adaptando novamente.
    Abraço e bom tratamento a todos.
    Maria Sílvia

  222. Marlucia Diz:

    Muito obrigada Dra,foi de grande ajuda suas informações,só gostaria de saber qual o horário melhor para tomar o exodus,pela manhã ou a noite,pois continuo com insônia será que o medicamento pode tá atrapalhanddo no sono.Pela manhã ele tem efeitos colaterais durante o dia.Obrigada.bjus

  223. Alexandra Diz:

    Dra não me respondeu se eu posso tomar a amitriptilina na gravidez ou não, se existe alguma medicação equivalente a mesma que pode e qual é ..como pacientes psiquiátricas fazem?Ontem ja não mais suportando a dor tomei novamente a amitriptilina e dormi bem relaxei amanheci melhor parece que a cefaléia era mesmo tensional minha enxaqueca é pré menstrual e por aura cheiro comida …… por favor eu ja marquei um obstetra especializado em gravidez de risco, mas vai demorar ele só tem vaga para janeiro… e eu e meu marido estamos ansiosos para saber se vamos poder ter um bebe ja que tomo esse tipo de medicação e se substituindo-a por outra vai dar certo…. obrigada

  224. Alexandra Diz:

    Ah Dra sou técnica de enfermagem pode ficar tranquila que não farei nada sem antes a orientação do meu médico é só para diminuir a angustia e a ansiedade em ter osso bebe beijos

  225. Stefani Diz:

    Boa tarde!

    Acho que sofro de sintrome do panico e ansiedade….
    sempre a noite quando quando deito na cama começo a passar mal,
    da um choque no corpo um frio na barriga coração começa a acelerar,
    dor no peito dificuldade de respirar, tremores, fiz vários exames do coração e não tenho nada
    estou com medo de tomar antidepressivo. medo de viciar não poder mais parar de tomar.

  226. Mayra Diz:

    Obrigada Dra.já estou seguindo as orientações de atividade física e alimentação balanceada.

  227. maria.silvia Diz:

    Boa noite, Alexandra, Stefani, Marlucia e Mayra, agradeço por seus comentários.
    ALEXANDRA, peço desculpas pois, por algum engano que cometi, sua resposta não apareceu junto com as outras. A Amitriptilina é considerada uma substância com risco C para uso durante a gestação, ou seja, “em experimentos com animais foram causados problemas com os fetos, mas não foram realizados experiências adequadas com humanos. O benefício potencial do produto pode justificar o risco potencial.” Por outro lado, é possível tentar novamente a retirada, daqui a algum tempo, usando uma dose menor (amitriptilina 10mg), de forma que você tenha menos efeitos de retirada. Outra possibilidade é conversar com seu neurologista no sentido de usar outra medicação para o controle da cefaleia. Como você vê, existem várias possibilidades para você engravidar e ter seu bebê sadio. O desafio é encontrar, junto com seus médicos, qual a alternativa mais adequada para você.
    STEFANI, pelo que você fala, suas noites têm sido horríveis! Conversar com um psiquiatra, identificar suas dificuldades e tratá-las não vai ser pior do que tudo que você já está passando. Antidepressivos são medicamentos “tarja vermelha”, não induzem dependência.
    MARLUCIA, o escitalopram pode ser usado em qualquer horário que fique confortável para você. Em geral, ele melhora o sono mas, se para você está atrapalhando, tente tomá-lo mais cedo, no final da tarde.
    É isso aí, MAYRA, essas medidas são essenciais para o controle do peso. Sugiro que você volte a conversar com seu médico para esclarecer melhor seu quadro. Você pode estar apresentando um quadro de Depressão Atípica, que cursa com desânimo, aumento do sono e do apetite e lentidão psicomotora. Ou estar com alguma alteração clínica, como alterações da tireoide, por exemplo. Uma avaliação clínica também pode ajudar a esclarecer o que está havendo com você.
    Um abraço e bom tratamento a todas.
    Maria Sílvia

  228. Marlucia Diz:

    Dra eu fui na empresa desistir de ser emviada para pericia e pedie para retornar ou se possivél mim transferir para outra função mais ele aceitou meu pedido mas tinha que retornar para o PABX que coloquei nele o quadro das minhas crise mesmo assim acabei aceitando,pois achava que estava bem,com pouco sono mas queria tentar,só q na noite que ia voltar tive uma crise e acabei passando toda a noite sem conseguir dormir fiquei com muito medo,pois eles já não tem como esperar por minha melhora.No outro dia chorei muito e fiquei muito frustada por não ter aguentado ir pois trabalhar com sono ninguem aguenta e tambem fiquei com medo que todos os sintomas voltasse, estou na terceira semana de uso do medicamento exodus de 10 mg não quero tomar remedios controlados e meu medico que é um clinico está viajando.
    Com tudo isso eu pergunto a senhora o que esta acontecendo que eu não consigo retornar isso é normal ou não estou totalmente para,eu estou assustada ,pois nunca sentie isso tenho muito medo e ao mesmo tempo voltade de voltar e não consigo por que tenhos insônias horriveis. Por favor ficarei muito grata em sua opinião pois tenho muitas duvidas e medos.Tenho 41 anos .bjus

  229. Mayra Diz:

    Obrigada doutora ,essa guerra e difícil mas não quero ficar assim quero melhorar, minha vida não pode ser só dormir, mas as vezes e muito difícil enfrentar essa situação e ter pensamento positivo sempree combater a vontade de dormir. E eu sou fisioterapeuta trabalho com crianças especiais e. A vontade de dormir, melhor dizendo um cansaço uma apatia me atrapalham muito, não só no trabalho mas em todos aspectos da minha vida. Mas uma vez agradeço a ajuda gostei muito de conversar com você.bjs

  230. Alexandra Diz:

    Ola Dra muito obrigada pelo seu conselho …voltei a tomar a amitriptilina minha dor sessou,porém estou bem triste e decepcionada pois estou com medo de não poder engravidar,vc que ja esta bem experiente com tanta dúvidas e claro com sua experiencia clínica vc conhece alguma medicação que eu possa tomar na gravidez pra dor cronica ou que possa m manter relaxada e dormir bem…percebi que a enxaqueca vem mas a cefaléia tensional é maior ,assim levo o nome para meu GO que sera na segunda …..obrigada beijos

  231. maria.silvia Diz:

    Boa noite, Marlucia, Mayra e Alexandra. MARLUCIA, já que seu médico não pode vê-la neste momento, sugiro que você procure um psiquiatra que a ajude a entender os conflitos que estão associados a esses sintomas, e a melhor forma de enfrentá-los.
    MAYRA, sua saúde física estás bem? Seus relatos falam de uma falta de energia muito grande, que pode ser de origem física ou emocional. Se você já passou por avaliação clínica e o corpo está bem, vamos cuidar da mente. Além da medicação, pode ser que você precise também de psicoterapia, para entender o que está por trás desses sintomas.
    ALEXANDRA, sugiro que você leia neste mesmo blog o artigo “Uso de antidepressivos na gestação”, que talvez possa lhe dar algumas informações úteis. Posso lhe adiantar que durante a gestação a fluoxetina é o Inibidor Seletivo de Recaptação de Serotonina mais estudado e considerado mais seguro e, durante a amamentação é a sertralina. Ambos costumam ter bom efeito em quadros de dor também.
    Abraço e bons tratamentos para vocês.
    Maria Sílvia

  232. Priscila Diz:

    Bom dia Dra a alguns meses venho passando por uma crise de stresse por conta do trabalho e fiz terapia e estava tomando florais fiquei bem por uns dias, tomei ansitec que o psiquiatra me receitou me fez bem, porém a 2 semanas fui no neuro e o mesmo me passou floxetina 20mg pois disse a ansitec era fraco, porém em 4dias com floxetina me senti muito mal perdi a fome, emagreci, mãos e pés suando frio sensação de queda de pressão, visão turva e etc. TIve medo pensei em tomar metade mas parei de tomar fazem 6 dias mas desde então meus pés e mãos continuam o dia todo suando muito e estou com a visão turva e sensação de tristeza, não sei o que fazer se volto a tomar e se e normal essas sensações uma vez que só tomei por 4 dias, quantos dias sai do organismo uma vez tomado só 4 dias? meu médico não tem hora só daqui 2 meses me ajude estou perdida e preciso de tratamento. Desde já obrigada

  233. maria.silvia Diz:

    Bom dia, Priscila. Provavelmente você está apresentando sinais referentes à retirada da Buspirona (Ansitec) e início da fluoxetina. Sugiro que, inicialmente, você decida com qual médico vai realizar o tratamento, pois cada um segue uma linha de raciocínio e você fica no meio, sofrendo os efeitos colaterais. Quando você decidir com quem vai seguir, entre em contato para que ele lhe dê uma orientação, até que possa ser feita a consulta pessoalmente. Se eu lhe disser: faça isso ou aquilo, serei um terceiro profissional dando uma opinião parcial, ser abranger todas as nuances do seu quadro, com risco de causar ainda mais confusão.
    Abraço e bom tratamento.
    Maria Sílvia

  234. Priscila Diz:

    Obrigada pela resposta. Isso mesmo fui no neuro para tratamento de outra finalidade e o mesmo me receitou floxetina , aí parei ansitec que tomei 2 semanas e só me deu um pouco de dor de estômago, agora a 6 dias estou sem tomar nada só tomo ansiodoron remédio natural que não está adiantando. Só queria saber se floxetina já saiu do meu organismo? Estou suando mãos e pés demais e isso me preocupa, estou muito confusa mas quero seguir um tratamento certo e ficar bem, estou em desespero e muito indisposta, sei que para sair dessa depende mais de mim do que remédio mas sinto que preciso de um para controlar um pouco dessa ansiedade que me prejudica na minha vida e trabalho. Desculpe Dra e que estou mesmo sem saber, como disse até eu conseguir contato com o neuro, mas vou tomar sim quando meu organismo estiver limpo pra não sentir esses efeitos horríveis. Obrigada

  235. Mayra Diz:

    Creio que a saúde física está bem mas acho , melhor investigar esse sono e demais, vou procurar uma psicóloga .obrigada bjs

  236. Cristiana Diz:

    Parabéns pela disponibilidade em retirar as dúvidas com tamanha atenção e profissionalismo. Estou usando Espran 10 mg há 1semana e percebi diminuição do libido e da própria lubrificacao vaginal. Pode haver alguma relação? Com quanto tempo esses efeitos colaterais devem diminuir ou desaparecer? Obrigada!

  237. Luis Diz:

    Iniciei o Tratamento com Reconder pela primeira vez e senti muito mal , com reações estranhas de vontade de sentir dor , ficar contorcido , muito mal mesmo. Passado uns 6 meses resolvi voltar a tomar e a reação foi a mesma ,Será que é uma falta de adaptação os remédio ou com o passar de alguns dias essa reação desaparece? Hoje tomo somente Alprazolan , mas minha ansiedade, fobia social e medo esta cada vez mais intensa ,acredito muito neste medicamento receitado por um profissional que confio mas esta reação é por demais desagradável . Qual sua opinião ?

  238. Priscila Diz:

    Bom dia, decidi tomar ansitec pois me fez bem, seguirei o tratamento certinho para não ter problemas e sem medo de reações ruins, estou com fe que vou sair dessa.

  239. Marlucia Diz:

    Boa tarde Dra , segui os conselhos da senhora e procurei um psiquiatra que mim informou que meu quadro é de um transtorno do Panico,que estou sendo bem medicada com o exadus,só não gostei pq ele mim receitou o rivotril de 0, 25 mg , eu q deixei de tomar o alprazolam vou ter q voltar a tomar medicamentos faixa preta de novo…Eu não quero não,mas infelizmente continuo a ter insoias , qual sua opinião será q tenho q tomar o rivoltril mesmo ou espero o medicamento(exadus ) fazer efeito…Atenciosamente

  240. maria.silvia Diz:

    Boa noite, Mayra, Cristiana, Luiz, Priscila e Marlucia. É isso aí, MAYRA, essa é uma luta que vale muito a pena.
    Realmente, CRISTIANA, a diminuição da libido e da lubrificação podem ser efeitos colaterais do uso do escitalopram. Quinze a vinte dias após a estabilização da dose, já se pode ter ideia do efeito terapêutico e dos possíveis efeitos colaterais. Caso a diminuição da libido continue, vale conversar com seu médico sobre as melhores estratégias para resolver esta questão.
    LUIZ, o escitalopram pode causar estes efeitos no começo do uso. Uma possibilidade seria você começar com doses bem pequenas, partindo o comprimido ou usando o medicamento em solução e aumentar a dose devagar. Converse com seu médico sobre essa possibilidade.
    Claro que vai sair dessa, PRISCILA, você já está motivada e isso é o principal.
    MARLUCIA, parabéns pelas iniciativas, agora é manter. Quanto ao Rivotril, a dosagem é bem baixa, você pode tomar um tempo até corrigir seu padrão de sono e então parar.
    Abraço e bom tratamento a todos.
    Maria Sílvia

  241. Priscila Diz:

    Obrigada Dra, verdade estou me sentindo bem melhor mesmo, os medos, inseguranças e aquele mal estar passou graças a deus. A única coisa que estou sentindo e moleza, sono e um peso na cabeça. O ansitec estou tomando certinho já fazem 5 dias, diz que não tem efeito de sonolência nem leseira, mas mesmo assim será que e efeito colateral do ansitec? Depois de quantos dias tomando vem o efeito bom? Não posso tomar de forma alguma bebidas alcoólicas? E remédios pra dor de cabeça pode? Desculpe Dra e que tenho dúvidas e o médico não explica direito. Desde já agradeço. Priscila

  242. maria.silvia Diz:

    Boa tarde, Priscila. A buspirona apresenta os melhores efeitos depois de 15 dias de uso, falta pouco agora. É melhor evitar bebidas alcoólicas, pois o álcool interage com a buspirona e também pode desencadear ansiedade, depois do relaxamento inicial. Os medicamentos comuns para cefaleia não são contra-indicados mas evite os específicos para enxaqueca, como o sumatriptan, por exemplo. Bom tratamento e um abraço.
    Maria Sílvia

  243. Priscila Diz:

    Obrigada Dra pela resposta. Boa noite

  244. Marlucia Diz:

    Boa tarde Dra,eu não fui aprovada na perícia tenho q retornar para o trabalho estou super preocupada por que o exadus tem algumas reações comecei na segunda caixa,as vezes fico sonolenta e cansada as vezes desanimada tbm ,estou tomando depois do almoço para sentir sono a noite,será q ele vai mim prejudicar nas minas atividades do dia…Sou telefonista e recepcionista, muito preocupada em ter recaidas ,pois fiquei muitos dias sem conseguir dormir direito qual sua opinião sobre voltar as atividades mesmo usando antedepressivos (exudos de 10 mg,vai mim prejudicar por causa dos efeitos)

  245. Tiago Diz:

    estou um mes tomando Clo 10mg 1 vez ao dia e alprazolam 0,5 1 vez ao dia, e estou com desconforto na bexiga e fraco jato de urina, será efeito dos medicamentos? tenho psiquiatra daqui a dois dias apenas.

  246. Marlucia Diz:

    Boa Tarde Dra, eu fiz exames da tireoide q deu alterada TSH 0,12micro UI/mL.( Valor normal 0.34 a 5.6micro UI / mL )e o T4 livre de 1.36 ng/dL( valor normal de 0.58 a 1.64 ng/dL ).
    Com tudo isso fiquei em duvida por que não sei se essa alteração dos hormonais estão influenciando neses sintomas qu estou sentido como insônias irritabilidades ,ansiedades e muitos outros q mim levou a procurar um psiquiatra e ele mim disse que estou com quadro de sindrome do panico.Estou usando Exudos de 10 mg.Gostaria muito de tirar minha duvida pois estou com medo de tá fazendo uso de antedepressivos sem nessecidades…O que a senhora acha disso…Atenciosamente

  247. Priscila Diz:

    Estou tomando ansitec sinto suor excessivo nas maos e pes tinha parado mas desde ontem voltou sua muito e fica gelado o tempo todo. Percebo no final de semana mais forte estou meio indisposta as vezes uns tremores, fazem 12dias q estou tomando sera que ainda e efeito colateral estou bem mas essas coisas sour e muita preguica me incomodam e normal ainda esses sintomas? Quero o bom efeito logo. Obrigada desde ja!

  248. Priscila Diz:

    Bom dia Dra como sabe estou tomando ansitec a 12 dias porem me sinto bem, mas desde quinta a noite tenho sentido muita dor de barriga calafrio e suor excessivo nos pes e maos fora a preguica meus pes ficam congelados mesmo com esse calorao e normal? Sera q ainda sao os efeitos colatterais? Mesmo depois de 12 dias tomando? Essas sensacoes estao me incomodando estava bem esses dias soando estou sempre mais desde ontem o tempo todo aguardo retorno e desde ja agradeco. Abracos

  249. maria.silvia Diz:

    Boa tarde, Thiago, Priscila e Marlucia. THIAGO, a clomipramina pode, sim, alterar a micção, mas a dose que você usa é bem pequena. Acho que vale a pena conversar na consulta com seu psiquiatra sobre o custo-benefício.
    MARLUCIA, o uso do escitalopram não contra-indica o retorno a suas atividades, você só precisa definir o horário de tomada que fica mais confortável para você, principalmente por conta do sono. Quanto à alteração dos hormônios tireoidianos, um endocrinologista poderá orientar quanto à necessidade de intervenção ou não, mas não me parece que essa alteração justifica toda sua sintomatologia. De qualquer forma, a última palavra é do especialista.
    PRISCILA, é difícil dizer o que é efeito colateral da medicação e o que é sintoma da ansiedade. O melhor a fazer é aguardar o período necessário para o efeito ( no mínimo 15 dias) e depois conversar com seu psiquiatra sobre as alterações que ainda ficaram.
    Bom tratamento e um abraço aos três.
    Maria Sílvia

  250. Priscila Diz:

    E normal quando estamos passando por problemas emocionais na TPM ficarmos com este mal estar, suor excessivo? Parece que os medos e os maus pensamentos tbm ficam mais aflorados. Estou na TPM e to deprimida. O ansitec tem qual efeito terapêutico? É um bom remédio para quem esta abalado emocionalmente? Estou com muita fé e sei que vou superar esta fase difícil mas tenho tantas dúvidas. Bom desde já agradeço grande abraço Dra

  251. maria.silvia Diz:

    Sim, Priscila, a buspirona é uma boa medicação contra ansiedade, mas pode não ser suficiente para neutralizar os sintomas desagradáveis da TPM. Mas felizmente, eles são transitórios.Abraço.
    Maria Sílvia

  252. fabricio Diz:

    Ola Dra Maria, tenho 25 anos e estou tomando Exodus há 19 dias. tive vários efeitos colaterais como: piora da ansiedade, dificuldade para dormir, sonolência diurna, tremedeira, falta de libido, diarreia, muito enjoo e falta de apetite. No decorrer dos dias muitos desses sintomas desapareceram e estou gostando do resultado do tratamento, mas notei a constante vontade de urinar, ate a noite isso e normal? Tenho muita sede também. Li na bula que pode haver secreção inapropriada do hormônio antidiuretico isso tem haver? agradeço desde ja! abs

  253. gessyca Diz:

    Boa tarde doutora! Estou aqui para tirar uma dúvida muito importante pra mim…Um dia eu estava com muita dor de estômago e fui ao hospital e chegando lá eles me injetaram ranitidina com palsil, passei muito mal fiquei com confusão na cabeça,irritabilidade,não conseguia ficar parada em um lugar só.Esses efeitos passaram mas me deixaram uma sequelas pois ficou tendo reflexos de coisas ruins e um pouquinho estranha.Eu consigo dormir ,to comendo e estava indo trabalhar normal mais agora estou em casa pois fui num psiquiatra e ele me receito frontal de 025 mg e paroxitina de 10mg. Estou com medo de tomar e ter reações muito ruins pois não quero passar por o que eu passei com aqueles remédios.e também não quero ficar dependente de remédio. Me ajude Doutora!

  254. maria.silvia Diz:

    Bom dia, Fabrício e Gessyca. FABRÍCIO, seu relato é bem dentro do esperado, primeiro os efeitos colaterais, depois os terapêuticos. Em geral, a alteração no hormônio antidiurético é algo mais raro. O mais comum é que a medicação cause boca seca, o que aumenta a ingestão de água e, consequentemente, a diurese. De qualquer forma, é importante esclarecer essa e outras dúvidas com seu médico, para que você possa fazer seu tratamento tranquilamente.
    GESSYCA, as reações desagradáveis que você teve àquelas medicações podem não ocorrer no uso de outras. Sugiro que você converse com seu psiquiatra sobre todas essas dúvidas para poder tomar as medicações, tolerar os efeitos colaterais iniciais, caso eles aconteçam, até poder usufruir dos efeitos terapêuticos.
    Sugestão aos dois: Conversem bastante sobre suas dúvidas: necessidade de uso de medicação, duração do tratamento, risco de dependência, etc. Se vocês não estiverem razoavelmente seguros, qualquer pequena alteração vai gerar grandes dúvidas, atrapalhando o bom andamento do tratamento. Abraços.
    Maria Sílvia

  255. Priscila Diz:

    Bom dia Dra aproveitando sua resposta acima quero agradecer todas as dúvidas que foram esclarecidas, porém só um comentário sei que temos que consultar o nosso médico quanto a qualquer tipo de dúvidas, porém os psiquiatras não são muito atenciosos e não dão abertura pra muita conversa, o meu por exemplo quando comecei a questionar sobre o ansitec, efeitos o que de normal ou não, ele me disse simplesmente que ele sabe o faz e se eu não quisesse tomar ficava por minha conta, bom cada organismo tem uma reação e por isso o medo de tomar, por exemplo floxetina me fez muito mal, já pra algumas pessoas q conheço fez muitíssimo bem enfim entendo esse pessoal todo viu. Preciso de uma nova receita de ansitec e meu psiquiatra só tem data pra janeiro aí fica difícil tirar qualquer dúvida. Bom e isso abraços e obrigada

  256. Andresa Diz:

    Bom dia, comecei a tomar fluoxetina devido a vários e frequentes episódios de infecção de urina.Foi como tirar com a mão, com ela foram embora as dores de cabeça, a falta de paciência entre outras coisas, enfim, quando paro de tomar tenho todos os sintomas novamente, tomo uma dose de 20mg por dia, as vezes, tomo ida sim, dia não, minha dúvida é, por quanto tempo pode-se tomar esse medicamento? Obrigada.

  257. maria.silvia Diz:

    Boa noite, Andresa e Priscila. ANDRESA, a duração do tratamento depende da evolução de seu quadro. Junto com seu médico, é possível avaliar a necessidade de manter ou não o uso da medicação, e melhor forma de retirá-la. Não existem trabalhos relatando efeitos prejudiciais com o uso prolongado de fluoxetina.
    PRISCILA, entendo sua posição. Bom mesmo é o contato direto, acolhedor e esclarecedor, não é?
    Abraço e bom tratamento a vocês.
    Maria Sílvia

  258. Priscila Diz:

    Sim o bom e o contato direto sim, mas no meu caso nem tanto kkkk.Apesar de não termos contato pessoalmente seus esclarecimentos são de grande ajuda e me tranquilizam muito agradeço o carinho e as respostas que são sempre rápidas e satisfatórias grande abraço

  259. Marlucia Diz:

    Boa noite Dra, Estou em tratamento com o Exodus de 10 mg e tomando o rivoltril de 0,25 mg,meu quadro melhorou muito ,voltei até a trabalhar ,que nem isso estava fazendo pois relacionei meu quadro de Pânico ao desgaste estresante do PABX .Gostarisa de tirar duas duvidas com a Sra.O exodus ( escitalopram) engosra,venho notando aumento de peso e fiquei preocupada.A outra pergunta é será que entrei na sindrome de panico por causa do trabalho..Estou preocupada em ficar doente novamente.Devo continuar trabalhando ou será q vai mim fazer mal. Estou na metade da segunda caixa do exadus e comecei o rivoltril a 1 semana mas pretendo parar de tomar logo o rivoltril medo de criar dependçencia.Atnciosamente

    Abraços

  260. AW Diz:

    Boa tarde.
    Minha esposa toma antidepressivo há alguns anos, más nunca concluiu os tratamentos devido as reações do medicamento. Iniciou um novo tratamento com a sertralina, más sente fortes enjôos e cansaço. está tomando pelo 2º dia. Já li diversas bibliografias e todas falam destas reações. Oque posso fazer para ajudar a concluir o tratamento?

  261. George Diz:

    Boa tarde doutora,gostaria de saber se o uso do medicamento reconter com a maconha causa algum efeito colateral.

  262. Cleber Diz:

    Boa noite, faz por volta de 1 mês que tenho sentido tontura muito forte durante o dia todo e com essas tonturas vem um medo de que seja algo grave o que me causa muita ansiedade. Ja fiz exames de sangue, urina e tomografia e todos estão normais. Já tentei tomar remédio para labirintite mas me fez mal e não passou a to tura, foi então que o médico disse que se tratava de de ansiedade e me receitou 2 comprimidos de Fluoxetina por dia. Gostaria de saber se a fluoxetina serve realmente para ansiedade ou se ela é para depressão ?

  263. Cleiton Diz:

    Boa noite,
    Gostaria de saber se a combinação Espran + Clo é eficiente no tratamento do pânico? Posso fazer uso da Finasterida concomitantemente? Normalmente tenho crises leves de gastrite, e tenho de tomar prazol ou algum outro medicamente para o estômago,… isso afeta o efeito dos antidepressivos acima?
    Obrigado.

  264. Luzia Diz:

    Oi.eu.tomo.rivotril.a9anos..agora.me.apareceu.uma.ansiedaae.terrivel.meu
    Psiquiatra.passou.lexotan1emeio.de.manha.e.a.noite.so.que.de.tanta.ansiedadeestou
    Te
    s.pensamentos.na.minha.cabeca.agora.ele.passou.uma.fluoxetina…20mg.de.manha.junto.c.os.outros.
    Sera.que.vai.da.certo.essa.combinacao.me.responda.obg

  265. Mateus Diz:

    Olá, gostaria de saber o que pode acontecer se eu tomar 10 comprimidos de “Cloridrato de paroxetina” de uma só vez?

  266. Priscila Diz:

    Oi Dra, estou com depressão pós parto. Começei a tomar Sertralina faz 6 semanas. Tomei 50 mg durante 3 semanas e depois o médico aumentou para 100 mg. Só senti melhora na angústia, a insônia e a falta de apetite não melhoram. Para a insônia estou tomando 0,5 mg e Rivotril, consigo pegar no sono, mas acordo muitas vez e parece que o sono é superficial e que eu não dormi. Já tive depressão pós parto do primeiro filho, fiz tratamento com 75 mg de Sertralina. Fiquei ótima, mas não lembro quanto tempo demorou. Gostaria de saber se já que obtive resultado da primeira vez, vou obter resultado agora. Ainda está dentro do tempo esperado? Obrigada.

  267. Priscila Diz:

    Oi Dra estou super bem graças a deus, somente o suor excessivo nas mãos e pés que não passam será que o ansitec esta causando isto? Trabalho com ar condicionado ligado e percebo que o suor acontece mais quando estou exposta a ele. Suor e mãos geladas bom obrigada

  268. Mailson Manoel Diz:

    Ola Dr. queria saber se quem faz uso de antidepressivos como Clonidina e fluoxetina pod tomar café?

  269. Luzia Diz:

    Doutora.a.fluoxetina.leva.quantos.dias.p.passar.o.efeito.colateral
    Tomo.20mg.de.manha.obg.

  270. maria.silvia Diz:

    Boa tarde e obrigada por seus comentários. MARLUCIA, pode haver ganho de peso. A melhor prevenção é manter a alimentação bem controlada e não esquecer a atividade física. Quanto à causa de seus sintomas, é algo que você e seu médico podem avaliar mas, em geral, o quadro é desencadeado por um conjunto de fatores.
    AW, uma possibilidade para o controle do enjoo é ingerir a sertralina após as refeições ais volumosas.
    GEORGE, o uso de maconha pode levar a quadros de ansiedade tipo pânico, letargia ou síndrome amotivacional, como descrito no artigo “Maconha”, publicado neste mesmo blog. Não encontrei informações sobre o uso concomitante com escitalopran.
    CLEBER, a fluoxetina foi inicialmente usada para tratar quadros depressivos, depois se verificou que também proporciona alívio para ansiedade.
    CLEITON, tanto o escitalopran como a clomipramina têm eficácia no tratamento do Transtorno de Pânico. Não encontrei dados sobre possíveis interações medicamentosas com finasterida, mas continuarei procurando.
    LUZIA, rivotril(clonazepan) e lexotan(bromazepan) são ansiolíticos e a fluoxetna, como disse acima, tem bom efeito para controle da ansiedade. Em cerca de 2-3 semanas os efeitos terapêuticos começam a superar os efeitos colaterais. Não é possível prever como será a resposta de seu organismo, temos que aguardar.
    MATEUS, a dose adequada de paroxetina vai de 10 a 50 mg por dia, acima disso o que se consegue é um acúmulo de efeitos colaterais como enjoo, tontura, sonolência , mal-estar, podendo chegar até a uma síndrome serotoninérgica, que cursa com agitação, confusão, taquicardia, dificuldade respiratória . Além disso, após a retirada, a paroxetina pode causar uma síndrome de descontinuação, com sintomas também bem desagradáveis. Se você está pensando em tomar uma dose acima da prescrita, procure imediatamente seu médico.
    PRISCILA, um bom resultado anterior é forte preditor de bom resultado agora. Creio que você ainda pode ter mais benefícios com a continuidade do uso.
    PRISCILA, essa sudoeste pode ser pela medicação, por algum restinho de ansiedade que ainda ficou ou uma reação de seu organismo às mudanças bruscas de temperatura.
    MAILSON, não encontrei nenhuma informação que contra-indique a ingestão de café para quem faz tratamento com fluoxetina .
    Abraço e bom tratamento a todos.
    Maria Sílvia

  271. Luzia Diz:

    Entendi.doutora.o.pior.esta.sendo.a.prisao.de.ventre.c.o.passar.dos.dias
    Volta.hoje.estou.no.sexto.dia.do.remedio.e.tenho.uma.fissura.anal.imagina.
    Deixe.uma.dica.p.mim.obg

  272. rodrigo Diz:

    olá …fiz tratamento com escitalopran para sindrome do panico por 6 meses e resolvi parar por conta própria ….por uma semana tomei meio comprimido (5 mg) e na outra semana parei de tomar …..no fim desta semana comecei a sentir sensações desagradaveis como ansia de vomito diarreia e dores de cabeça e fraqueza no corpo e ansiedade …….arrependido voltei a tomar meio comprimido …..já faz 4 dias e nao sei se oque estou sentindo é abstinencia ou a sindrome voltando . quando retomei o medicamento é como se começasse o tratamento do zero ???

  273. Luzia Diz:

    Esqueci.de.falar.posso.tomar.algum.laxante.to.c.muita.prisao.de.ventre.

  274. Priscila Diz:

    Olá doutora. Estou tomando reconter 10mg a 9 meses. Minha psiquiatra disse que tenho q tomar durante 2 anos. Nesse tempo que estou tomando reconter, posso engravidar?
    Obrigada

  275. rodrigo Diz:

    fiz tratamento com reconter (escitalopran ) 10 mg por 6 meses para tratar uma sindrome do panico e me sentindo melhor resolvi parar o tratamento por conta propria, por uma semana tomei 5 mg do medicamento e na outra semana parei de tomar …..depois de uns 5 dias comecei a sentir dores de cabeça , fraqueza e dores de estomago …..com medo comecei a tomar meio comprimido novamente e faz 4 dias ainda sinto os sintomas ., nao sei se o que sinto é uma recaida da doença ou sintomas da retirada do medicamento …..devo continuar tomando meio ou volto a tomar um comprimido inteiro ??

  276. maria.silvia Diz:

    Boa tarde, Luzia, Priscila e Rodrigo. LUZIA, geralmente se recomenda dieta rica em fibras, muito, mas muito líquido mesmo e,se necessário, óleo mineral ou laxantes à base de frutas. PRISCILA, existem poucas informações sobre o uso do escitalopram durante a gestação. De um modo geral, se evita a retirada abrupta se a mãe descobre que está grávida durante o uso e se faz a retirada gradual algumas semanas antes do parto, para evitar que o bebê apresente alterações ao nascimento. É importante antes de engravidar já ir conversando com sua psiquiatra e com seu(sua)ginecologista, para os cuidados necessários, como o uso de ácido fólico.
    RODRIGO, seus sintomas provavelmente correspondem à síndrome de descontinuação e tendem a melhorar com a retomada do uso. Sugestão: faça a retirada com acompanhamento médico.
    Bom tratamento e um abraço a todos.
    Maria Sílvia

  277. Luzia Diz:

    Doutora.estou.tomando.a.floxetina.a.18.e.os.tremor
    es e.muito.ruim..isso.vai.passar.t.c.medo.de.treme.p.sempre.meu.medico.agora.so
    Em.janeiro.me.ajuda.obg.o

  278. Luzia Diz:

    Bom.natal.p.toda.a.sua.familia.

  279. Priscila Diz:

    Olá Dra td bem? Bom estava tomando ansitec e o suor excessivo estava demais fui para o hospital com sintomas físicos da ansiedade. Todos dizem que e muito fraco e não adianta tomar, vou no médico dia 2 de janeiro, não estou tomando nada a 5 dias, estou fazendo exercício, muita fe em Deus e sei q vou sair dessa, tenho medo de doenças e isso me faz mal. Estou lutando contra esses pensamentos mas e difícil. Pensei q o remédio ia me ajudar mas nada aconteceu tomei 2 meses e nada, quero sair dessa sem remédio e vou conseguir, pior q vou nos médicos todos dizem crise de ansiedade aguda mas nenhum me ajuda a resolver o problema, não sei o que fazer. Bom posso tomar cerveja no ano novo já que não estou tomando remédio? Sem exagero e claro. Dra me de uma luz pq ta difícil mas deus esta me ajudando estou com muita fe. E a caminhada tbm me ajuda. Desde já obrigada

  280. Marlucia Diz:

    Boa Noite Dra,estou em uso do exodus de 10 e rivoltril de 0,25 a noite .Estou percebendo que estou ganhando peso rápido ,estou preocupada não quero ficar gorda e só tenho 3 mês tratamento ,ainda não estou completamente boa apesar que graças a Deus estou bem melhor.
    Não quero parar e nem posso o tratamento por enquanto para não ter recaida da crise de pânico .O que fazer para não ganhar mais peso , e como poso retirar o rivoltril será que ele tbm engorda quero ficar só usando o exodus por mais 3 mês é normal ficar sem usar um dia e logo no outro ficar meio estranha as vezes fico assim só quando esqueço de tomar mais logo no outro dia tomo .Isso quer dizer q não estou boa.na sua opinião devo continuar com o rivoltril por miais uns dias ou vou tentando fazer a retirada.sinto muita dor de cabeça tbm .Obrigada.

  281. Priscilla Diz:

    Muito bom dia Dra, estava tomando ansitec como já sabe, passeiem uma medica e a mesma me deu o diagnostico de agorafobia disse que estou já num processo de cura, porém meu corpo sente as reações e em

  282. Priscilla Diz:

    cont… e fica em estado de alerta libera adrenalina e sinto essas reações ruins, bom me passou Zolpidem por 30 dias para tomar a noite, e propanolol para tomar de 12 em 12 horas, porém propanolol é para hipertensão e estou meio assim de tomar. Zolpidem estou tomando a 2 dias e realmente me faz dormir bem, mas fico muito mole no dia seguinte e um pouco de tontura é normal?

    Desde já agradeço.

  283. Priscila Diz:

    Olá Dra td bem? Estava tomando ansitec como já sabe. pOrem fui na médica e a mesma me receitou zolpidem de 24 em 24 horas e e propanolol de 12 em 12 porém propanolol e para hipertensão e não tenho pressao alta será que realmente posso tomar os dois assim ao mesmo tempo? O zolpidem tomo a 2 dias durmo super bem mas durante o dia fico muito mole e sonolenta lesada mesmo e normal nos primeiros dias?vou tonar por 30 dias fui diagnosticada com agorafobia to tão confusa me ajude desde já agradeco

  284. evellyn Diz:

    Ola, estou com depressao pos parto e meu GO me receitou paroxetina 20mg 1 comp por dia. Estou amamentando e gostaria de saber se posso tomar e se tem efeitos colaterais no bebe?

  285. Clayton Diz:

    Olá Dr. , fiz o tratamento de seis meses com fluoxetina e parei de tomá-lo após o tremino de seis meses, depois de 2 meses e meio fiquei triste do nada e tenho uma angústia terrível no coração, simplesmente sem motivo aparente,eu ainda tenho q tomar e “desmamar” o remédio?

  286. raquel Diz:

    Boa noite, Dra. Minha dúvida é a seguinte:

    Posso tomar o antidepressivo Ascilex com o Pantogar, usado para queda de cabelo. estou perdendo muito cabelo depois que comecei a fazer uso do antidepressivo. tomo a 1 mês. obrigada

  287. mel a.d.m Diz:

    Ola DRA eu estava
    Tomando espran e parei para tomar hipericu que tipi de reaca eu posso ter pou ter parado o hiperico

  288. geraldo macedo cruz Diz:

    olá dra td bem?tenho um filho que fará 15 anos em abril,ele sofre de ansiedade compusiva e toc desde de criança,já tomou tofranil,paroxetina,pamelor,clomipramina e hoje levei ele em outro médico que receitou pra ele o exodus gotas,comessará tomando 5 gotas e almentará até chegar á 20 gotas e voltar depois de 2 meses.este medicamento é indicado para a idade dele? porque li a bula e fiquei com dúvidas,obrigado!

  289. Marlucia Diz:

    Boa Noite Dr, como tinha comentando antes estou usando exodus de 10 mg e rivotril de 0,25 a noite, para tratamento da sindrome do pânico porem estou engordando muito,comentei com meu médico clinico que mandou eu fazer a substituição do exudos por fluoxetina de 20 mg só q lendo a bula verifiquei que ele não tem tratamento para pânico será que devo tentar a troca para vê se sinto -me bem.Por favor mim tire essa dúvida pois não quero engordar mais. mas porem quero ficar boa apesar que so tenho 4 mês de tratamento e não devo fazer a retirada do medicamento ainda.Obrigada

  290. Priscila Diz:

    Olá Dra td bem? Bom agora estou fazendo tratamento com remédio manipulado que contém 25g de sertralina, 25 de triptofano e 10de propanolol estou tomando fazem 21dias, sinto peso na cabeça e a vista um pouco embaçada, em quanto tempo esses efeitos vão embora? E não fax mal essa mistura de remédios? Desde já agradeço

Deixe seu Comentário